quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Jogo abordando temas como sexualidade e gravidez precoce faz sucesso em Escolas Estaduais

Jogo que aborda temas polêmicos como sexualidade, aborto, gravidez precoce, doenças sexualmente transmissíveis, gênero, e violência contra a mulher e o adolescente, está sendo trabalhado com sucesso em sala de aula.

Alunos durante os jogos
As professoras de Ciências das Escolas Estaduais “Rômulo Wanderley” e “Felizardo Moura”, Mytercia Bezerra da Silva e Suze Fernandes, desenvolveram jogo um jogo educativo durante realização decurso de extensão no Instituto Presidente Kennedy (Natal) que agora está sendo trabalhado em sala de aula com alunos e pais.

Denominado “Jogo corporalizando atitudes afetivas”, a iniciativa pedagógica das professoras tem repercutido bem entre as famílias e ajudado no amadurecimento de jovens estudantes sobre temas, que embora polêmicos, são de grande importância para a vida e para a Cidadania.

O Jogo permite a discussão dos assuntos de forma interdisciplinar na Escola Rômulo Wanderley envolvendo as disciplinas de Português (Paula Katiene Dias Valença), Ciências (Mytercia Bezerra da Silva), História (Marluce Galdino dos Santos), e Inglês (Astíages Rodrigues Siqueira).

A presença de familiares, segundo informa Mytercia Bezerra, tem enriquecido a discussão ensejada pelo Jogo. Mytercia dá os exemplos das participações da senhora Eliane Cristina de Oliveira (39 anos), mãe da aluna Bruna Oliveira, que considera produtivas as orientações das nas aulas de Educação Sexual, e do senhor Levi Trindade (59 anos), pai do aluno Lianderson Martins, que acredita que os debates por meio do jogo esclarecem os adolescentes a não caírem numa “fria.

A orientadora educacional Maria de Fátima Andrade diz que “a inclusão dos familiares nessa discussão é muito bem vinda, pois a escola precisa atrair os pais cada vez mais para a vida escolar de seus filhos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário