segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Sai edital para pedagogos e professores do Estado

Foto: Divulgação
Fonte: Tribuna do Norte

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial do sábado (15) o edital do concurso público para a secretaria de Estado da Educação e Cultura (SEEC). Serão oferecidas 3.500 vagas, sendo 600 para pedagogos e 2.900 para professores das seguintes disciplinas: Biologia, Ciências, Arte, Educação Física, Geografia, Física, História, Língua Inglesa, Matemática, Língua Portuguesa, Língua Espanhola, Química, Filosofia e Sociologia. As inscrições começam segunda-feira e a taxa de inscrição é de R$ 50,00.

O concurso é em decorrência de um compromisso firmado entre Governo, Ministério Público, 4ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal e Sindicato dos Professores. A Promotora de Justiça de Defesa da Educação, Carla Campos Amico, há muito tempo brigava pela aplicação do certame e, consequentemente, a redução do déficit de professores nas escolas da rede estadual de ensino. A oferta também contempla vagas para professores relativas aos anos iniciais do Ensino Fundamental.

A empresa que aplicará o exame é a Fundação Cesgranrio. De acordo a coordenadora de administração de pessoal e recursos humanos da SEEC, Ivonete Bezerra, a expectativa é de que mais de 12 mil pessoas se inscrevam. "Acreditamos que o concurso tenha uma boa procura e assim vamos conseguir suprir o deficit que existe atualmente na rede pública estadual", disse.

O prazo de inscrição é curto. São apenas nove dias. As inscrições seguem até o dia 25 de outubro e podem ser feitas através do site da Cesgranrio [www.cesgranrio.org.br]. As provas serão aplicadas em Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros no dia 20 de novembro. O edital completo está disponível no site e no Diário Oficial.

Segundo o diretor-geral da Escola de Governo, Giovani Carvalho, os aprovados serão contratados até fevereiro de 2012. "As contratações dos professores devem acontecer até 28 de fevereiro do próximo ano, prazo acordado em audiência com o juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública, Cícero Martins de Macedo Filho, e com a promotora de justiça, Carla Campos Amico", disse Giovani. O salário inicial é de R$ 1.246,35. Com as novas contratações, o impacto nas contas do Governo será de R$ 3,6 milhões por mês.

A rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte conta, atualmente, com 710 escolas, quase 20 mil professores e 310 mil alunos. "Com a realização do concurso, o Governo está atendendo a uma antiga reivindicação da categoria e agindo para cobrir o déficit de professores em sala de aula nas escolas estaduais. Estamos também, com isso, dando mais qualidade ao ensino em nossas escolas", afirmou a professora Betânia Ramalho, secretária estadual da Educação. Este ano, os professores promoveram uma paralisação que durou mais de dois meses. Uma das reivindicações, era a realização do concurso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário