Pular para o conteúdo principal

Como se preparar para o vestibular

Os estudantes que estão cursando o último ano do ensino médio e aqueles que ainda não conseguiram uma vaga nas universidades federais já começam o ano ficando ansiosos, objetivando um bom desempenho nos vestibulares. Mas a preparação para a prova é algo que deve ser feito bem antes de sua realização. Por isso, se preparar psicologicamente, dominar os conteúdos exigidos, treinar resoluções de questões e cuidar da saúde e alimentação são pontos imprescindíveis a serem adotados.
Ao adentrar em cursinhos, o estudante deve ter em mente que deverá se dedicar ao máximo aos estudos. De acordo com coordenadores de instituições de ensino, a primeira providência a ser tomada é organizar uma rotina diária de estudos, além de prestar o máximo de atenção nas aulas, tirar as dúvidas que surgem e, em casa, realizar todos os exercícios aprendidos em sala de aula.
 “Todos os anos percebemos que os alunos enfrentam uma enorme carga de estresse com a proximidade das provas, e isso não é bom para o estudante. Ter um treinamento diário e consistente ajuda o aluno a se sentir mais seguro e, consequentemente, ficar mais tranquilo durante o processo seletivo”, afirma Carlos André, diretor e professor do Overdose Colégio e Curso.
Outra medida importante é adotar o hábito da leitura de jornais e revistas para manter-se sempre atualizado. Essa prática será válida para que os estudantes estejam por dentro de tudo o que está acontecendo no país, facilitando o desenvolvimento do tema da redação, já que nunca se sabe qual assunto será abordado. “O aluno precisa ser bom na escrita, independente dá área para a qual ele irá prestar vestibular. Aconselhamos a realização de pelo menos uma redação por semana, variando sempre o tema, o gênero e a tipologia textual”, disse Carlos André.

 Alimentação

 Com tantas matérias para estudar, ler, reler e aprender, muitos jovens terminam por esquecer-se de comer direito. Sem uma alimentação saudável o organismo humano não consegue funcionar corretamente, especialmente a cabeça, responsável pelo sucesso em maratonas de estudo como concursos e vestibulares.
 De acordo com pesquisas, a alimentação adequada aumenta a memória, melhora a capacidade cardiorrespiratória, a oxigenação cerebral e a circulação sanguínea na mente. “É preciso aprender a se alimentar corretamente. Uma dieta alimentar saudável não vale apenas para as vésperas de prova, e sim para todos os dias que antecedem e após o vestibular também”, explica o professor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

UFRN: Professora Selma Jerônimo recebe prêmio da Universidade de Iowa nos Estados Unidos

Trabalho de pesquisas desenvolvido pela professora Selma Jerônimo, da  Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) na área de saúde pública, foi contemplado com o prêmio internacional Impact Award, concedido pela Universidade de Iowa, dos Estados Unidos. O prêmio é destinado à profissionais ou às instituições que colaboram com a Universidade de Iowa na construção de conhecimentos voltados para programas sociais que melhorem a vida das pessoas. Professora Selma Jerônimo A pesquisadora Selma Jerônimo, diretora do Instituto de Medicina Tropical da UFRN, é parceira da Universidade de Iowa desde o ano de 1996. Ela lembra a importância que está tendo o conhecimento gerado no próprio Instituto, na Escola Maternidade Januário Cicco, no Centro de Biologia da UFRN e no Departamento de Infectologia do Hospital Gizelda Trigueiro, para melhorar a vida das pessoas no Rio Grande do Norte. “A contribuição diária do IMT, MJEC, CB e do Departamento de Infectologia do HGT quebra o cic

Moacir de Lucena: o semeador de escolas

Moacir de Lucena e família em solenidade da UFRN (outubro de 2003) Matéria publicada na edição de novembro da Revista Foco English version Professor, tipógrafo, juiz, advogado, músico, jornaleiro, poeta, normalista, chefe escoteiro, esportista, animador cultural, educador itinerante.  Em sua trajetória de 100 anos de vida pelo Rio Grande do Norte, o oestano filho de Martins, Moacir de Lucena, procurou ser, acima de tudo, um servidor na luta pelo progresso social das pessoas. Desde cedo entendeu que esse progresso social só chegaria pela via da Educação.  Neste campo, de forma inovadora criou um método próprio de alfabetização com resultados concretos junto aos estudantes. Método que depois foi empregado com estardalhaço por Paulo Freire. Mas, Moacir de Lucena chegou antes, sem estardalhaço, sem propaganda, mas com a luminosidade das coisas feitas e da transformação extraordinária do analfabeto em alfabetizado. Entre as tentativas de definir Moacir de Lucena, seu filho L

7º SEL: UFRN prepara grande evento de Educação e Leitura para novembro

Reunião com a reitora sobre o 7º  SEL Matéria atualizada às 12h30 desta quinta-feira (2) Estão adiantados os preparativos para o 7º Seminário Educação e Leitura da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), um dos maiores eventos no gênero no país. O 7º Seminário Educação e Leitura (SEL) acontece de 11 a 14 de novembro no Centro de Convenções do Praiamar Natal Hotel, em Ponta Negra, e deverá reunir mais de 1.000 participantes de todas as regiões do Rio Grande do Norte e de várias partes do Brasil. Em reunião ocorrida na manhã desta quinta-feira (2) a reitora da UFRN, Ângela Paiva garantiu total apoio ao evento. Participaram da reunião no gabinete da reitoria, a professora Marly Amarilha, a diretora do Centro de Educação da UFRN, Márcia Gurgel, e a professora Ângela Naschold, da equipe de organização do Seminário. As inscrições estão abertas a partir desta quarta-feira (01) para ouvintes e para apresentação de trabalho ou oferta de minicurso.  Equipe do Se