segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Inscrições para Olimpíadas de Biologia vão até dia 31 de março

Escolas de ensino médio de todo o País podem participar. Vencedor competirá nas Olimpíadas internacionais em Cingapura e Portugal

As inscrições para a Olimpíada Brasileira de Biologia – OBB continuam abertas e as escolas de todo o País têm até 31 de março para fazer o cadastramento. Todos os alunos de ensino médio e pré-universitários podem participar da competição que premia estudantes pelo empenho e pesquisa em biologia. O vencedor participará automaticamente na disputa internacional, que será realizada em Cingapura e Portugal.

A OBB entra em sua 8ª Edição e é organizada, desde 2005, pela Associação Nacional de Biossegurança (ANBio). “O sucesso das edições anteriores prova que essa é uma grande oportunidade para que os estudantes brasileiros mostrem sua importância e empenho na área”, acredita a Dra. Leila Macedo Oda, presidente da entidade. Para ela, além da premiação, a chance de representar o País nas Olimpíadas Internacionais é mais um reconhecimento para os estudantes do Brasil.

No ano passado, mais de 500 escolas e 40 mil alunos participaram da OBB. Os oito primeiro colocados puderam fazer um treinamento prático na UNIRIO, UERJ e Instituto ORT, no Rio de Janeiro. Além disso, a equipe brasileira participou da Olimpíada Internacional em Taipei, em Taiwan, e na Ibero-Americana, na Costa Rica. Foram obtidas três medalhas internacionais. A primeira em Taiwan e as outras duas na Costa Rica. As provas iniciais serão realizadas em abril de 2012 e as etapas vão até setembro, quando também será divulgado o resultado final.

Alunos poderão fazer treinamento gratuito no site da ANBio

A ANBio oferecerá na internet um tutorial gratuito (www.anbiojovem.org.br) dedicado, principalmente, para estudantes de escolas públicas, para diminuir a defasagem de aprendizado e conteúdo. “A ideia é permitir uma presença maior desses estudantes nas etapas finais, muito embora o conteúdo também possa ser utilizado por todos os inscritos”, conta a presidente.


ANBio busca empresas e parceiros interessados em contribuir com o projeto

São parceiros do projeto o Ministério da Educação (MEC), o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCT&I), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ), Universidades e membros da ANBio. “Ainda estamos de portas abertas para quem desejar contribuir com o projeto que, além de incentivo à cultura, é uma forma de inclusão social”, completa a Dra. Leila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário