segunda-feira, 16 de abril de 2012

ProJovem Urbano abre inscrições e oferece 600 vagas em Natal

A Secretaria Municipal de Educação (SME) abriu inscrições para o Programa Nacional de Inclusão de Jovens: Educação, Qualificação e Ação Comunitária do Governo Federal (ProJovem Urbano). As matrículas estão sendo feitas na sede das três escolas participantes do projeto em 2012 no horário matutino e vespertino. O programa atende jovens de 18 a 29 anos que não tenham concluído o Ensino Fundamental. O prazo de inscrição vai até o dia 30 de abril.
 
Em Natal, O ProJovem Urbano vai funcionar na Escola Municipal Professora Adelina Fernandes, situada na Rua Angra dos Reis, S/N Conjunto Soledade II, Potengi; na Escola Municipal Professora Palmira de Souza, localizada na Rua Volta Redonda, S/N, Conjunto Santa Catarina  Potengi e na Escola Municipal João XXIII, Rua dos Pajéus, S/N, Bairro Dix-Sept Rosado. As três unidades de ensino disponibilizam 200 vagas cada, totalizando 600 vagas para o aluno ProJovem.

 
 De acordo com a coordenadora geral do ProJovem Urbano, Telma Lúcia Menezes de Medeiros, o objetivo do programa é promover a inclusão social dos jovens brasileiros de 18 a 29 anos que, apesar de alfabetizados, não concluíram o Ensino Fundamental, buscando a re-inserção na escola e no mundo do trabalho, de modo a propiciar oportunidades de desenvolvimento humano e exercício efetivo da cidadania.
 
 As aulas começam  no dia 07 de maio, e serão ministradas no turno noturno, com duração de 18 meses. Para as matrículas serão necessários os seguintes documentos: Carteira de Identidade (original e cópia); CPF (original e cópia); Comprovante de residência (original e cópia); Histórico Escolar. Caso o aluno não disponha deste último documento ele pode realizar um teste de proficiência.
 
 Uma vez matriculado no ProJovem Urbano, o aluno poderá escolher um dos três Arcos Ocupacionais, distribuídos nas modalidades: Telemática, Turismo e Hospitalidade. Assim, além da própria formação educacional, o jovem tem a possibilidade de aprender um ofício e entrar no mercado de trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário