terça-feira, 4 de setembro de 2012

Cortejo Cultural reúne 600 estudantes de Escolas Estaduais em Apodi

Escolas fazem o Cortejo nas ruas de Apodi
Por Jean Custo

“Agosto da Alegria” se firma, em seu segundo ano, como o maior evento de cultura popular do Rio Grande do Norte. E a festa do povo, com participação efetiva do alunado da rede estadual de ensino, não se limita apenas as grandes cidades de Natal e Mossoró.


No último dia 31 (sexta-feira), o “Agosto da Alegria” tomou conta da cidade de Apodi, na região Médio Oeste do RN, com Cortejo Cultural protagonizado por 600 estudantes de escolas públicas de sete municípios da região integrantes do programa “Mais Educação”.

Durante o evento aconteceram apresentações de Coco de Roda, Xote, Araruna, Ciranda de Roda, Pastoril, Xaxado, Cantigas de Roda, Caboclinho, Boi Calemba, Samba de caboclo, Maculelê e Malhação de Judas.

Os alunos das escolas saíram da concentração em frente ao Núcleo da UERN e seguiram em cortejo pelas principais ruas da cidade, até a Associação Cultural Desportiva Apodiense – ACDA, onde encerraram as apresentações para cerca de mil pessoas.

O Cortejo Cultural homenageou nas ruas da cidade, a primeira teatróloga de Apodi, Mundinha Dantas (in memorian).

A diretora da 13ª DIRED (Diretoria Regional de Educação), com sede em Apodi, professora Raimundinha Freire, considerou o evento um dos mais importantes da região por promover entre os alunos o desejo de realizar atividades culturais relevantes para a formação cidadã. 

O professor Daniel Bezerra, responsável pelo “Programa Mais Educação” no RN, destacou a importância do “Agosto da Alegria” como grande oportunidade para os estudantes apresentarem à sociedade seus talentos artísticos, ressaltando ainda o desenvolvimento dessas ações através do ensino e aprendizagem nas escolas.

Os cortejos culturais são realizados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, como parte do “Agosto da Alegria”, através de parceria entre através Secretaria Extraordinária da Cultura, Fundação José Augusto e Secretaria da Educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário