terça-feira, 23 de outubro de 2012

Estudante potiguar é premiado em projeto nacional de preparação para o mercado de trabalho 
Eduardo Patrício da Silva

O estudante de Administração da Faculdade Estácio Câmara Cascudo, Eduardo Patrício da Silva, é premiado em nível nacional pela rede de ensino superior Estácio.

Eduardo Patrício conquistou o segundo lugar em toda a rede Estácio, que está presente nas várias regiões do país, dentro do projeto “Estácio Acredita”. O projeto mede a real preparação para a conquista do emprego no cada vez mais competitivo mercado de trabalho.

Com média de 9,51, o recém-formado do curso de Administração da Estácio Câmara Cascudo, de Natal, Eduardo Patrício, conseguiu ter o segundo melhor aproveitamento entre todos os que se inscreveram no programa.

“O projeto Estácio Acredita me deu um esclarecimento satisfatório a respeito das exigências, desafios e oportunidades no mercado, no mundo real do cenário empresarial”, disse Eduardo Patrício.


Ao investir na capacitação real e prática para a conquista de postos qualificados no mercado por seus alunos, a Estácio oferece a possibilidade concreta de crescimento e progresso social, pela via que interessa – a do trabalho.

O projeto oferece, aos alunos do último período, programa de palestras telepresenciais sobre temas que buscam ir além da teoria apresentada em sala de aula. Entre os assuntos abordados destacam-se: atitude empreendedora, conhecimentos práticos de marketing, apresentação pessoal e talento.



Os mil alunos com melhores pontuações na graduação são selecionados para ter seus currículos incluídos em um Book Eletrônico disponibilizado para empresas e instituições parceiras interessadas em contratar profissionais com boa qualificação.


Competências comportamentais

De acordo com um estudo realizado pelo Man Power Group, feito junto a cerca de 60 mil organizações (de diferentes portes e setores), em 41 países - incluindo o Brasil, as competências comportamentais que garantem aos candidatos uma atenção especial do entrevistador e os mantém na empresa por mais tempo, são encabeçadas pela capacidade de trabalhar em equipe (17%), seguida pelas habilidades interpessoais (15%), além do entusiasmo e motivação na execução das atividades relacionadas (14%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário