segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

3.100 cisternas de 16 mil litros estão sendo construídas na zona rural do RN

Cisterna armazena 16 mil litros de água
A construção de cisternas familiares nas comunidades mais afetadas pela seca no sertão nordestino tem se revelado uma iniciativa eficaz e de efeitos duradouros. Com custo zero para as famílias, as cisternas podem armazenar milhares de litros de água para consumo humano e uso na agricultura familiar durante meses.

O programa de cisternas implantado pela Secretaria Estadual do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) está chegando a vários municípios da região Oeste do RN, uma das mais afetadas pelas longas estiagens.

Já estão concluídas as cisternas nas comunidades rurais dos municípios de Rodolfo Fernandes, Itaú, Riacho da Cruz, Taboleiro Grande, Portalegre, Doutor Severiano, Coronel João Pessoa, Venha Ver e Água Nova. Estão em fase de conclusão as cisternas nos municípios de São Miguel, Riacho de Santana, Marcelino Vieira e Paraná.

Nos últimos dias, as equipes de campo do Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (Seapac), instituição vencedora da licitação para a construção das cisternas, estiveram fazendo o cadastramento das famílias que serão beneficiadas, por indicação do Ministério do Desenvolvimento Social, nos municípios de João Dias, Serra do Mel e Baraúnas.

Já foram concluídas as etapas de capacitações, que ocorrem logo após a fase de seleção, das famílias beneficiadas e que serão responsáveis pelo gerenciamento dos reservatórios, nos municípios de Umarizal, Martins e Janduís.

O Programa Nacional de Cisternas é feito pela parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Social e o Governo do RN. O investimento total é de R$ 4,7 milhões. O Governo do Estado está investindo R$ 1,5 milhão a título de contrapartida por meio da Sethas. Em todo o Rio Grande do Norte serão construídas 3.100 cisternas em 47 municípios por meio desse convênio.

A cisterna de placa é uma tecnologia popular para a captação de água da chuva. A água que escorre do telhado da casa é captada pelas calhas e cai direto no reservatório, onde fica armazenada. Com capacidade para 16 mil litros de água, a cisterna supre a necessidade de consumo de uma família de cinco pessoas por um período de estiagem de, aproximadamente, oito meses.


Nenhum comentário:

Postar um comentário