quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Estudante de 14 anos se matricula na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul sem ter feito o Ensino Médio


Nathaly Gomes Tenório


A estudante Nathaly Gomes Tenório, 14 anos, resolveu fazer o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) para ganhar experiência. Resultado: obteve média de 647 pontos, muito acima da nota de corte para o curso que sempre desejou - Artes Visuais.

Agora, o que fazer, se a educação brasileira se mantém retrógrada, distanciada do contexto sócio-cultural, e entende que apenas a escola formal é detentora do conhecimento?

Garantir vaga na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) através de autorização judicial. A mãe de Nathaly, advogada Edelária Gomes, fez o pedido à Justiça e obteve a autorização necessária.

Na segunda-feira (21), Nathaly Gomes fez sua matrícula na UFMS para o curso de Artes Visuais. A estudante, que neste ano faria o 2º ano do Ensino Médio, teve uma média que lhe garantiu o 5º lugar entre os que se inscreveram para Artes Visuais. O curso oferece 26 vagas.

Nathaly e Edelária Gomes
A ordem para matricular a estudante foi dada pelo desembargador Sérgio Fernandes Martins, da 1ª Seção Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. O desembargador concedeu mandado de segurança da garota e determinou a expedição do certificado de conclusão do Ensino Médio.

Em sua decisão, o desembargador mostrou uma única preocupação: a inserção da jovem de 14 anos no mundo universitário formado na quase totalidade por adultos.


A estudante, porém, acredita que não terá maiores problemas. "Acho que vou ter aceitação. Sempre me enturmo com pessoas mais velhas", disse Nathaly.

Matéria feita a partir de texto veiculado no G1.








Nenhum comentário:

Postar um comentário