terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Procon RN alerta para "esperteza"de colégios em exigências de material escolar

Araken Farias, coordenador do Procon/RN
O Procon do Rio Grande do Norte está orientando os consumidores a não entrarem no jogo de colégios particulares que exigem materiais de uso coletivo a seus alunos neste início de ano letivo.

O órgão de defesa do consumidor esclarece que a compra de materiais de uso coletivo, tais como material de higiene e limpeza ou o pagamento de taxas para suprir despesas com água, luz e telefone, não podem, de forma alguma serem exigidas pelos colégios particulares e muito menos atendidas pelos pais. 

As escolas também não podem exigir a aquisição de produtos de marca específica e/ou determinar a loja ou livraria onde o material deve ser comprado.

"Sempre que houver dúvida, os pais devem procurar as escolas, buscando saber em quais atividades pedagógicas o material pedido será utilizado. Além disto, devem também acompanhar, durante o período letivo, a utilização do material nas mais diversas atividades realizadas pelos seus filhos”, orienta o coordenador do Procon do RN, Araken Farias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário