sábado, 2 de fevereiro de 2013

Arquidiocese de Natal celebra 50 anos de Campanha da Fraternidade

Dom Eugênio Sales: início da Campanha

Por Luíza Gualberto

Com o lançamento, no âmbito local, da Campanha da Fraternidade de 2013, nos dias 14 e 15 de fevereiro, a Arquidiocese de Natal estará celebrando os 50 anos de criação do importante instrumento de evangelização e de reflexão das principais questões sociais brasileiras.

Os eventos de lançamento da Campanha na Arquidiocese de Natal terão a presença do Núncio Apostólico no Brasil, Dom Gionvanni d'Aniello, do secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Leonardo Ulrich Steiner, e do presidente da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB, Dom Eduardo Pinheiro.

A Campanha da Fraternidade de 2013 tem como tema "Fraternidade e Juventude, e como lema: "Eis-me aqui, envia-me (Is. 6,8)".

No dia 14, está prevista visita dos bispos a Nísia Floresta e a Timbó, e participação na solenidade de lançamento e benção da Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio Sales, às 20h, no Centro Administrativo do Estado, em Natal.

As atividades do dia 15 acontecerão no Centro de Convenções de Natal, na Via Costeira. Entre 08h30 e 17h, acontecerão o lançamento oficial da Campanha da Fraternidade e a realização de seminários com as seguintes temáticas: Campanha da Fraternidade na sua primeira fase (1966-1972), Campanha da Fraternidade na sua segunda fase (1973-1984), Campanha da Fraternidade na sua terceira fase; Campanha da Fraternidade 2013: "Fraternidade e Juventude".

Após as palestras, haverá o encerramento celebrativo, com o padre Fábio e banda.

No horário da noite, a programação inicia às 19h, com a concelebração de abertura da Campanha da Fraternidade 2013, na catedral metropolitana, seguida de vigília e adoração, conduzida pela cantora Eliana Ribeiro.


Campanha da Fraternidade: solidariedade e conscientização

Criada no ano de 1962, na comunidade de Timbó, no município de Nísia Floresta, a Campanha da Fraternidade foi instituída pela Arquidiocese de Natal, que tinha como administrador apostólico, Dom Eugênio de Araujo Sales.

Comunidade de Timbó na Campanha da Fraternidade
No início, a Campanha da Fraternidade surgiu como um projeto pastoral de evangelização e promoção da solidariedade gerando contribuições, por meio de coletas, para a execução de projetos sociais da Igreja Católica.

No ano seguinte, a Campanha se estendeu para 13 dioceses de estados vizinhos do RN. Neste mesmo ano, durante o Concílio II, em Roma, os bispos reunidos decidiram expandir a campanha em âmbito nacional, que foi realizada pela primeira vez em 1964, e abordou o tema “Igreja”, com o lema: “Lembre-se: você também é Igreja”. 

Após a sua difusão para todo o país, a Campanha da Fraternidade passou a abordar temas com um cunho mais educacional e de reflexão sobre temas sociais.

Em Natal, algumas Igrejas passaram a realizar ações conjuntas com escolas públicas, como foi o caso da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária, no bairro Candelária, zona sul de Natal. Em 2011, quando a Campanha da Fraternidade abordou o tema sobre o meio ambiente, a Escola Estadual Prof. Luiz Antonio fez uma parceria com a paróquia, e abordou o assunto nas aulas, e também na semana de ciências da escola, o que contribuiu para o conhecimento dos alunos, acerca da importância da preservação ambiental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário