domingo, 10 de fevereiro de 2013

Artesãos potiguares comercializam mais de R$ 395 em peças durante a Fiart 2013

Grande comercialização do artesanato potiguar
A comercialização de peças de artesãos potiguares, integrantes de programa do Governo do Estado, no valor total de mais de R$ 395 mil, evidencia o acerto do investimento público no Artesanato como instrumento de fortalecimento da cultura e gerador de renda.

A grande comercialização aconteceu dentro do 8º Salão do Artesanato Potiguar que ocorreu durante a realização da Fiart (Feira Internacional de Artesanato) no período de 18 a 27 de janeiro, no Centro de Convenções, em Natal.

Promovido pela Secretaria Estadual do Trabalho e Assistência Social (Sethas), em parceria com o Programa de Artesanato Brasileiro, o 8º Salão do Artesanato Potiguar representou um dos principais pavilhões da Fiart e comercializou produtos de 332 artesãos de 86 municípios do Rio Grande do Norte.

Estiveram presentes no grande pavilhão do Salão do Artesanato Potiguar, os municípios de: Macaíba, Baia Formosa, Caicó, Extremoz, Jardim do Seridó, Carnaúba dos Dantas, São Gonçalo do Amarante, Assu, Acari, Cruzeta, Currais Novos, Jucurutu, Lajes, Natal, Parnamirim, Timbaúba dos Batistas, Boa Saúde, Santa Cruz, Jardim de Piranhas, Tangará, Espírito Santo, Mossoró e Goianinha.

Foram comercializadas peças de barro, de madeira, de tecido, e produtos regionais como licores caseiros, biscoitos, doces e cachaças.

O Programa Estadual do Artesanato Potiguar (Proart), conduzido pela Sethas, comandou ainda um desfile de moda artesanal no palco principal da Fiart. O desfile apresentou ao público 50 modelos de roupa, acessórios, produtos de cama e mesa, produzidos por artesãos e protagonizados por modelos femininos e masculinos do Rio Grande do Norte.



Nenhum comentário:

Postar um comentário