quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Mortandade de peixes em Lagoa Nova mobiliza equipe técnica da Secretaria de Saúde do RN

Peixes mortos em Lagoa Nova
Os setores de Vigilância Ambiental e Epidemiologia da Secretaria de Saúde do RN mobilizaram equipe de especialistas para prestarem apoio técnico ao município de Lagoa Nova que enfrenta grande mortandade de peixes em sua principal lagoa.

A equipe da Secretaria de Saúde deslocou-se para Lagoa Nova na manhã desta quinta-feira (7) e irá prestar apoio no diagnóstico das causas das mortes e na destinação adequada para as carcaças de peixes existentes, hoje, em abundância na lagoa do município.

Avaliações preliminares de técnicos apontam como fator determinante da mortandade de peixes na lagoa que deu nome e origem ao município de Lagoa Nova, a elevação da temperatura devido a seca provocando a escassez de oxigenação das águas.

O município de Lagoa Nova está localizado na região Seridó do Rio Grande do Norte, nas proximidades da cidade-pólo de Currais Novos e distante 156 quilômetros de Natal.

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema) também enviará equipe para tomar as medidas cabíveis. Segundo a subcoordenadora de Vigilância Ambiental, Iraci Nestor, a alta mortandade dos peixes é preocupante devido ao acúmulo das carcaças dos animais à beira da lago, que pode favorecer a proliferação de populações de diversas espécies animais, como roedores, caramujos e insetos, pondo em risco a saúde da comunidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário