quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

RN terá recursos de R$ 7 milhões para projeto voltado para catadores de lixo sólido

Luiz Eduardo Carneiro e Vital de Carvalho Filho
O Governo do Rio Grande do Norte poderá contar com recursos de R$ 7 milhões para a implementação de projetos sociais voltados para a organização de catadores de resíduos sólidos até 2014. 

Os detalhes para este e outros projetos na área de economia solidária foram tratados numa reunião no início da tarde dessa segunda-feira (4) na Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), em Natal, entre o secretário Luiz Eduardo Carneiro Costa e o diretor do Departamento de Economia Solidária, órgão do Ministério do Trabalho e Emprego, Vital de Carvalho Filho.

O programa tem por objetivo estimular a organização e o desenvolvimento de uma rede de cooperação, nos termos do que pressupõe o conceito de Economia Solidária, formada por catadores de material reciclável e a partir dessa organização promover ações de elevação de escolaridade, educação profissional, qualificação social e profissional e formação para autogestão.

O representante do Ministério do Trabalho parabenizou a equipe técnica da Sethas pela agilidade na condução dos projetos de economia solidária, e disse que o RN vem se tornando uma referência para outros estados. 

O termo de adesão ao projeto para catadores de resíduos sólidos já havia sido assinado pela governadora Rosalba Ciarlini em outubro do ano passado. De acordo com o documento, o Governo do Estado se compromete a elaborar, através da Sethas, o plano de trabalho e projeto básico, necessários à celebração do convênio com o Ministério do Trabalho e Emprego, por intermédio da Secretaria Nacional de Economia Solidária.

"Vamos agora trabalhar para dar agilidade também a este projeto", disse o secretário Luiz Eduardo Carneiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário