Sistema de matrículas via internet do Governo do RN consegue 24 mil novos alunos em Natal

24 mil novas matrículas na rede estadual

Rede estadual de Educação chega a 24 mil novas matrículas em Natal feitas por meio da internet. O número, segundo informações oficiais da Secretaria Estadual de Educação, superou as expectativas.

No total, somando as novas matrículas aos estudantes que apenas renovaram a permanência nas escolas estaduais da capital, o número de alunos é superior a 78 mil.

De acordo com a coordenadora do sistema de internet montado pelo Governo do Estado, que recebeu o nome de SIGEduc, Ana Paula Oliveira, o maior problema vem da falta de comunicação. “O nosso maior problema ainda é a falta de informação, por isso precisamos do apoio constante da imprensa para que todos possam conseguir suas vagas, sem transtornos.”


A coordenadora disse que após a divulgação dos resultados no portal, houve grande procura de pais pela Central de Matrículas, localizada na Secretaria de Educação. Isso gerou um certo transtorno e reclamações de pais e alunos contra o Governo do RN. 

“Muitos pais nos procuraram porque não receberam as orientações corretas de alguns diretores ou secretarias de escolas. Pelas informações que receberam, eles acreditavam que bastava realizar o cadastro do filho no sistema para garantir a vaga na primeira opção de escola selecionada, o que não é verdade.”

Ana Paula Oliveira prossegue nas explicações: "Nas escolas de maior demanda, a seleção seguiu os critérios determinados pela Lei Nacional de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).Os pais que não viram o nome de seus filhos na lista da escola selecionada como primeira ou segunda opção, ficaram sem entender o que estava acontecendo. Isso aconteceu porque não foram bem orientados pelos diretores. Esses pais acharam que o sistema havia cometido um equívoco, isso não aconteceu. Se o aluno não conquistou sua vaga na escola pretendida, é porque um outro aluno teve prioridade, com base nos critérios da LDB.", completou a coordenadora.

Noves fora a falta de comunicação entre o órgão central da Educação e gestores de escolas, o fato é que nos últimos dias houve uma corrida de pais a Secretaria de Educação do RN e, consequentemente, um desgaste que poderia ter sido evitado.


Postar um comentário

0 Comentários