sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Sistema de matrículas via internet do Governo do RN consegue 24 mil novos alunos em Natal

24 mil novas matrículas na rede estadual

Rede estadual de Educação chega a 24 mil novas matrículas em Natal feitas por meio da internet. O número, segundo informações oficiais da Secretaria Estadual de Educação, superou as expectativas.

No total, somando as novas matrículas aos estudantes que apenas renovaram a permanência nas escolas estaduais da capital, o número de alunos é superior a 78 mil.

De acordo com a coordenadora do sistema de internet montado pelo Governo do Estado, que recebeu o nome de SIGEduc, Ana Paula Oliveira, o maior problema vem da falta de comunicação. “O nosso maior problema ainda é a falta de informação, por isso precisamos do apoio constante da imprensa para que todos possam conseguir suas vagas, sem transtornos.”


A coordenadora disse que após a divulgação dos resultados no portal, houve grande procura de pais pela Central de Matrículas, localizada na Secretaria de Educação. Isso gerou um certo transtorno e reclamações de pais e alunos contra o Governo do RN. 

“Muitos pais nos procuraram porque não receberam as orientações corretas de alguns diretores ou secretarias de escolas. Pelas informações que receberam, eles acreditavam que bastava realizar o cadastro do filho no sistema para garantir a vaga na primeira opção de escola selecionada, o que não é verdade.”

Ana Paula Oliveira prossegue nas explicações: "Nas escolas de maior demanda, a seleção seguiu os critérios determinados pela Lei Nacional de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).Os pais que não viram o nome de seus filhos na lista da escola selecionada como primeira ou segunda opção, ficaram sem entender o que estava acontecendo. Isso aconteceu porque não foram bem orientados pelos diretores. Esses pais acharam que o sistema havia cometido um equívoco, isso não aconteceu. Se o aluno não conquistou sua vaga na escola pretendida, é porque um outro aluno teve prioridade, com base nos critérios da LDB.", completou a coordenadora.

Noves fora a falta de comunicação entre o órgão central da Educação e gestores de escolas, o fato é que nos últimos dias houve uma corrida de pais a Secretaria de Educação do RN e, consequentemente, um desgaste que poderia ter sido evitado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário