terça-feira, 23 de abril de 2013

Ação periférica: Defensoria Pública leva serviços básicos à comunidade natalense

Moradores do Loteamento Leningrado e de áreas próximas, na Zona Oeste de Natal, receberam na manhã de sábado (20), com a presença do programa "Defensoria Pública na Comunidade", a oferta de serviços básicos de cidadania como emissão de Carteira de Identidade, CPF e Carteira Profissional, Vacinação, Consulta com clínico geral, Verificação de pressão arterial, e até Cortes gratuitos de cabelo.
Comunidade busca serviços e cidadania

No total, os organizadores, Defensoria Pública do RN e Defensoria Pública da União, informaram ter somado 200 atendimentos diretos a cerca de 2.000 pessoas que compareceram ao local de oferta dos serviços.

Iniciado em 2012 na própria comunidade de Leningrado, o programa deverá seguir este ano para outras comunidades natalenses de grande população, pobreza e ausência de requisitos básicos de cidadania.

A Defensoria Pública na Comunidade conta com a parceria do ITEP, Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania, do INSS, Centro Espírita Adolfo Bezerra de Menezes e das Secretarias Municipal de Saúde, Assistência Social e Saúde de Natal.

A defensora pública geral do RN, Jeanne Karenina, disse que a ação atingiu os objetivos traçados pelos parceiros: “Foi muito gratificante porque oferecemos serviços para a comunidade que precisa de assistência. As pessoas buscaram as instituições e aproveitamos o espaço para divulgar a Defensoria Pública e os direitos das pessoas. Distribuímos cartilhas explicativas apresentando o órgão porque muitas pessoas não têm conhecimento de onde buscar o apoio do Estado”, comentou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário