sexta-feira, 19 de abril de 2013

Água Doce: Oficina de capacitação técnica para instalar e recuperar dessalinizadores

Está acontecendo no Hotel Praiamar, em Ponta Negra, Natal, a Oficina de capacitação técnica para instalação e recuperação de dessalinizadores no Rio Grande do Norte.

Iniciada na quarta-feira (17), a Oficina prossegue até esta sexta (19), com a participação de representantes de prefeituras do RN, técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, e técnicos do Núcleo Estadual do Programa federal Água Doce (PAD).
Equipamento de dessalinização

A oficina é promovida pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com a a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do RN (Semarh) e tem o grande objetivo de capacitar os profissionais que irão lidar com os equipamentos do programa de dessalinizadores (Água Doce).

No Programa Água Doce estão sendo investidos R$ 11 milhões pelo Governo Federal, com contrapartida de R$ 1,1 milhão do Governo do Estado. A expectativa dos responsáveis é que o programa, nesta fase, alcance 68 comunidades em diversos municípios do semi-árido potiguar.

Os equipamentos atenderão à 40 municípios, seguindo critérios adotados pelo Ministério do Meio Ambiente, que levam em consideração o Índice de Condições de Acesso à Água. Este índice, por sua vez, se baseia nos fatores da pluviometria, intensidade de pobreza, taxa de mortalidade infantil e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Dessalinizadores

No Nordeste do Brasil, o nível de salinidade na água retirada de poços é alto em razão do tipo de solo. Em comunidades rurais isoladas e com dificuldade de acesso a água, os sistemas simplificados de dessalinizadores tornam a água potável.

O sistema dessalinizador é formado por caixa d'água para armazenar a água bruta que chega do poço, um equipamento de dessalinização para a retirada do sal, e outra caixa d'água onde fica a água que abastece a população. Uma pessoa da comunidade é encarregada de operar o sistema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário