quarta-feira, 22 de maio de 2013

Equipe de cientistas da UFRN anuncia descoberta da estrela gêmea solar mais distante da Via Láctea

Descoberta vai ajudar estudos futuros
A equipe de pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) formada por José Dias do Nascimento (líder do grupo), Jefferson Soares Costa e Matthieu Castro, anunciou na sexta-feira (17), a descoberta da estrela gêmea solar conhecida como a mais distante da Via Láctea, que recebeu o nome de CoRot Sol 1. A estrela possui valor de massa e composição química equivalente a do Sol.

A equipe de cientistas da UFRN trabalhou em conjunto com os pesquisadores Yochi Takeda, do Observatório Astronômico Nacional do Japão; Gustavo Porto de Mello, do Observatório do Valongo da Universidade Federal do Rio de Janeiro; e Jorge Melendéz, da Universidade de São Paulo (USP).

A descoberta permite desvendar o futuro próximo da estrela central do nosso sistema solar, além de dar aos astrônomos a oportunidade de testar as atuais teorias da evolução estelar e solar, em uma estrela gêmea solar evoluída e observada. A notícia foi repercutida em jornais do mundo todo.

A pesquisa tem o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Nenhum comentário:

Postar um comentário