sexta-feira, 24 de maio de 2013

Gigante do Ensino: Ufersa articula implantação de curso de Medicina

A criação do curso de Medicina na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) vem se mantendo como uma das principais pautas de discussões quando se trata do Ensino Superior do Rio Grande do Norte em Brasília.

Arimatea em Brasília
Reunião na última semana envolvendo o secretário executivo do Ministério da Educação, Henrique Paim, o secretário de Educação Superior, Paulo Speller, a deputada federal Fátima Bezerra, e o reitor da Ufersa, José de Arimatea de Matos, tratou da necessidade da implantação do curso, inicialmente no Campus de Mossoró.

Na ocasião, o reitor José de Arimatea explanou os dados técnicos que comprovam as exigências para a implantação de um curso de medicina na Universidade Federal Rural do Semi-Árido. “O município de Mossoró e a Ufersa cumprem todas as exigências, como por exemplo, 661 leitos disponíveis pelo SUS, suficientes para atender 133 vagas. Hoje, por meio da UERN, são apenas 26 vagas para medicina”, disse o reitor.

Além dos leitos do SUS, a cidade dispõe de cinco Centros de Atenção Psicossocial – Caps e, certificação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica. Outra exigência é a residência médica em medicina comunitária.

“Estamos convictos que teremos medicina oferecendo inicialmente 60 vagas em Mossoró", completou José de Arimatea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário