terça-feira, 21 de maio de 2013

Natal: Famosa cantora americana de jazz faz apresentação no Teatro Alberto Maranhão

Germaine Bazzle
Germaine Bazzle, uma das mais importantes cantoras americanas de jazz, faz apresentação no Teatro Alberto Maranhão, bairro da Ribeira, em Natal,  no próximo dia 30 de maio, às 19h, com o grupo The Players New Orleans Jazz Band.

O 2º MPB JAZZ conta também com o show da potiguar Valéria Oliveira junto com o Candeeiro Jazz formado pelos músicos Jubileu Filho, Sérgio Groove e Zé Hilton.

A entrada é gratuita e os ingressos estão disponíveis na bilheteria do Teatro Alberto Maranhão a partir das 10h do dia 27 (segunda-feira). A retirada máxima é de 02 ingressos por pessoa.

Germaine Bazzle é sempre citada como uma das mais importantes cantoras de jazz de New Orleans. Raramente sai dos Estados Unidos devido a sua intensa atividade como mestre em música. 

Presença constante no famoso Snug Harbour e Playhouse, templos da música em New Orleans, Germaine, com 81 anos, vem finalmente ao Brasil a convite da potiguar Valéria Oliveira. 

Germaine Bazzle se apresenta também no Festival Paraty a partir de uma parceria realizada entre a Green Point de Natal e o Bourbon Street Fest de São Paulo.

Germaine será acompanhada pelas presenças de Alonso Bowens no sax - Grammy 2009, Mitchel Player no baixo acústico, Ocie Davis na bateria e Leslie Martin no piano

Valéria Oliveira
Valéria e o Candeeiro Jazz trazem para a segunda edição do MPB JAZZ um repertório baseado em clássicos da música brasileira, com choro, valsa, baião, samba e canção popular.

O 2º MPB JAZZ tem o patrocínio do Hospital do Coração, Villa Park Hotel e Prefeitura de Natal por meio da Lei Djalma Maranhão, e conta com o apoio da FIERN (Federação das Indústrias do RN).

Um comentário:

  1. Infelizmente não houve distribuição de ingressos na bilheteria do Teatro. O "show" foi exclusivo para os patrocinadores do evento. Melhor não divulgar sobre a entrada "gratuita" nem colar cartazes com propaganda enganosa. É uma pena que os verdadeiros amantes do jazz não tenham tido o direito de apreciar Germaine Bazzle!

    ResponderExcluir