sábado, 11 de maio de 2013

Tribunal de Justiça e Fiern renovam convênio para profissionalização de apenados no RN

Fiern e TJRN assinam convênio
O Tribunal de Justiça e a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern) assinaram na quarta-feira (8) o Termo Aditivo ao convênio para a oferta de cursos profissionalizantes para cumpridores de penas e medidas alternativas.

O contrato original foi firmado em abril de 2009 e o Termo Aditivo assinado esta semana prorroga o convênio por mais um ano. 

Na visita feita ao Tribunal de Justiça do RN (TJRN), o presidente da Fiern, Amaro Sales de Araújo, disse que os cursos oferecidos são uma contribuição que a indústria dá para a recuperação de apenados e egressos do sistema penitenciário potiguar. 

De acordo com o coordenador do Programa Novos Rumos na Execução Penal, o juiz Gustavo Marinho, os cursos de Pintor Predial, Operador de Microcomputadores e Técnico de Manutenção em Máquina Industrial já formaram cerca de 70 profissionais. 

Nessa nova fase, os cumpridores de penas serão distribuídos nas turmas regulares já existentes contribuindo para a ressocialização e combate a discriminação.

Para o presidente do TJRN, desembargador Aderson Silvino, a iniciativa é importante porque garante aos apenados uma profissão e a chance de ingressar no mercado de trabalho e, dessa maneira, ajudarem na manutenção de suas famílias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário