Pular para o conteúdo principal

Jogos Escolares Brasileiros: As conquistas do RN que vão além das 18 medalhas ganhas

Os Jogos Escolares da Juventude, edição nacional de 2013, ocorridos em Natal, Rio Grande do Norte, foram os maiores da história do Desporte Escolar no Brasil.
Futsal feminino: equipe quilombola é sensação
Cerca de 5.000 atletas de todos os estados brasileiros, mais o Distrito Federal e Natal (cidade anfitriã), movimentaram durante 10 dias as quadras, piscinas e a moderna pista de atletismo da UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Foram mais de 25.000 diárias em hotéis de padrão internacional. Mais de 50.000 refeições em cozinha industrial de alto padrão. Grande presença de familiares de atletas de outros estados acompanhando os Jogos. Turismo esportivo em alta escala.

Pista de atletismo que encheu os olhos de atletas, dirigentes, professores, autoridades e torcedores. Pista que está entre as mais modernas do mundo. Pista de atletismo conquistada pelo esforço, inicialmente solitário, da Secretaria de Esporte do RN, tendo à frente seu titular, Joacy Bastos.
Pista conquistada vai alavancar atletismo
Pista feita com recursos do Ministério do Esporte dentro do Campus Central da UFRN. Pista conquistada devido a realização dos Jogos Escolares da Juventude em Natal.

"Os Jogos Escolares Brasileiros em Natal significam a transformação de um grande sonho em uma realidade maior ainda. Fizemos o maior evento do Desporto Escolar da história do país. Mobilizamos, pela força do esporte, milhares de atletas de todas as regiões de um país de dimensões continentais. Tivemos aqui delegações de todos os estados, Tivemos atletas das mais diferentes etnias, culturas e classes sociais. Todos competindo com lealdade, altivez e vontade de representar bem sua terra. Os Jogos Escolares representam uma grande vitória para o Rio Grande do Norte", afirmou o secretário do Esporte e do Lazer do RN, Joacy Bastos.

A conquista da Pista se soma a várias outras e representam um legado de grande importância para a cidade de Natal e para o Rio Grande do Norte.
Grande presença de público no Atletismo
O evento, e tudo que ele movimentou, entre os dias 05 e 14 deste mês, traz desdobramentos positivos para o Rio Grande do Norte. Nenhum participante esquecerá a beleza de Natal, tão comentada nesses dias, nem a estrutura desportiva e hoteleira disponibilizada.

Também não esquecerá a organização do evento, nem a presença do poder público, a maior já registrada na história dos Jogos - que hoje se chamam Jogos Escolares da Juventude, e que em 2014 voltarão a ser chamados de Jogos Escolares Brasileiros.
Sagrada Família: Ouro no Handebol feminino
As delegações potiguares do RN e de Natal conquistaram 18 medalhas durante os Jogos Escolares da Juventude, Categoria de 12 a 14 anos. As últimas medalhas, conquistadas no sábado (14) foram a de Ouro para o RN no Handebol Feminino, ganha pelo Instituto Sagrada Família, a de Prata também no Handebol Feminino, conquistada pelo Instituto O Mestre, de Natal, e a de Prata no Basquete Masculino, conquistada pelo Colégio Marista.

Confira o quadro de medalhas do Rio Grande do Norte e de Natal nos Jogos Escolares da Juventude:
Atletismo:

Igor Silva (Delegação do RN, Escola Nazaré Duarte): medalha de bronze na prova de 80 metros com barreiras.
Basquete:
Marista (Delegação de Natal): prata no basquete masculino.

Badminton:
Mayara Nóbrega e Sanzia Marques (Delegação do Rio Grande do Norte, Facex): medalha de bronze no torneio de duplas.

Handebol:
Instituto Sagrada Família (Delegação do Rio Grande do Norte): medalha de ouro.
Instituto O Mestre (Delegação de Natal): medalha de prata.

Futsal:
Hipócrates Zona Norte (Delegação do Rio Grande do Norte): medalha de bronze.

Judô:
Antônio Barbosa (Delegação do RN, Instituto Maria Auxiliadora): medalha de ouro na categoria médio.
Kaio Vasconcelos (Delegação do RN, Instituto Maria Auxiliadora): medalha de bronze na categoria meio médio.

Luta Olímpica:
Equipe da Delegação de Natal conquistou uma prata na categoria equipe
Adriano Lima (Delegação do Rio Grande do Norte, Escola Estadual Newton Braga): medalha de bronze na categoria leve.
Hygor Brasil (Delegação de Natal): medalha de prata na categoria leve.
Heloísa Martinez (Delegação de Natal, Colégio Ação): medalha de ouro na categoria leve.
Larissa Silva (Delegação do Rio Grande do Norte, Êxito): medalha de bronze na categoria pesado.
Luana Haas (Delegação de Natal, Facex): medalha de bronze na categoria médio.
Marcos Peixoto (Delegação do Rio Grande do Norte, CEI Mirassol): medalha de bronze na categoria médio.
Matheus dos Santos (Delegação do Rio Grande do Norte, Escola Estadual Vigário Bartolomeu): medalha de bronze na categoria pesado.

Natação:
Maximiliano Ruperti (Delegação do Rio Grande do Norte, Salesiano Dom Bosco): medalha de bronze na prova dos 50 metros livres.

Xadrez:
Vítor Araújo (Delegação do Rio Grande do Norte, Colégio Overdose): medalha de ouro.

Geral:
RN: 3 ouros e 9 bronzes - 12 medalhas
Natal: 1 ouro, 4 pratas, e 1 bronze - 6 medalhas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

UFRN: Professora Selma Jerônimo recebe prêmio da Universidade de Iowa nos Estados Unidos

Trabalho de pesquisas desenvolvido pela professora Selma Jerônimo, da  Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) na área de saúde pública, foi contemplado com o prêmio internacional Impact Award, concedido pela Universidade de Iowa, dos Estados Unidos. O prêmio é destinado à profissionais ou às instituições que colaboram com a Universidade de Iowa na construção de conhecimentos voltados para programas sociais que melhorem a vida das pessoas. Professora Selma Jerônimo A pesquisadora Selma Jerônimo, diretora do Instituto de Medicina Tropical da UFRN, é parceira da Universidade de Iowa desde o ano de 1996. Ela lembra a importância que está tendo o conhecimento gerado no próprio Instituto, na Escola Maternidade Januário Cicco, no Centro de Biologia da UFRN e no Departamento de Infectologia do Hospital Gizelda Trigueiro, para melhorar a vida das pessoas no Rio Grande do Norte. “A contribuição diária do IMT, MJEC, CB e do Departamento de Infectologia do HGT quebra o cic

Moacir de Lucena: o semeador de escolas

Moacir de Lucena e família em solenidade da UFRN (outubro de 2003) Matéria publicada na edição de novembro da Revista Foco English version Professor, tipógrafo, juiz, advogado, músico, jornaleiro, poeta, normalista, chefe escoteiro, esportista, animador cultural, educador itinerante.  Em sua trajetória de 100 anos de vida pelo Rio Grande do Norte, o oestano filho de Martins, Moacir de Lucena, procurou ser, acima de tudo, um servidor na luta pelo progresso social das pessoas. Desde cedo entendeu que esse progresso social só chegaria pela via da Educação.  Neste campo, de forma inovadora criou um método próprio de alfabetização com resultados concretos junto aos estudantes. Método que depois foi empregado com estardalhaço por Paulo Freire. Mas, Moacir de Lucena chegou antes, sem estardalhaço, sem propaganda, mas com a luminosidade das coisas feitas e da transformação extraordinária do analfabeto em alfabetizado. Entre as tentativas de definir Moacir de Lucena, seu filho L

7º SEL: UFRN prepara grande evento de Educação e Leitura para novembro

Reunião com a reitora sobre o 7º  SEL Matéria atualizada às 12h30 desta quinta-feira (2) Estão adiantados os preparativos para o 7º Seminário Educação e Leitura da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), um dos maiores eventos no gênero no país. O 7º Seminário Educação e Leitura (SEL) acontece de 11 a 14 de novembro no Centro de Convenções do Praiamar Natal Hotel, em Ponta Negra, e deverá reunir mais de 1.000 participantes de todas as regiões do Rio Grande do Norte e de várias partes do Brasil. Em reunião ocorrida na manhã desta quinta-feira (2) a reitora da UFRN, Ângela Paiva garantiu total apoio ao evento. Participaram da reunião no gabinete da reitoria, a professora Marly Amarilha, a diretora do Centro de Educação da UFRN, Márcia Gurgel, e a professora Ângela Naschold, da equipe de organização do Seminário. As inscrições estão abertas a partir desta quarta-feira (01) para ouvintes e para apresentação de trabalho ou oferta de minicurso.  Equipe do Se