terça-feira, 15 de outubro de 2013

RN: Operação Carro Pipa Estadual para atenuar a falta de água

A Secretaria de Justiça e Cidadania do RN divulga o retorno das atividades da Operação Carro Pipa Estadual na tentativa de atenuar os problemas de falta d'água em municípios do interior. 

O retorno das atividades acontece depois da renovação dos contratos com os pipeiros (elementos que comandam os caminhões que carregam toneis cheios d'água pelas estradas do Rio Grande do Norte).
O pipeiro continua presente na vida das comunidades

Devido a falta de estrutura, ninguém sabe como anda o programa de adutoras, milhares de pessoas em inúmeras comunidades irão ficar à mercê dessa figura que teima em não sair de nossas estradas, de nossos horizontes, o pipeiro, o "levador" de água.

Seca vai, seca vem, e o Rio Grande do Norte continua dependendo desse tradicional e lamentável "benefício". 

Inicialmente foram convocados pela Secretaria de Justiça e Cidadania 28 municípios selecionados para nova adesão ao programa.

Dos 28 municípios convocados pelo Governo do RN, 21 já estão aptos e sendo atendidos pela tradiconal e velha Operação Carro Pipa.

Os "beneficiados" são: Campo Grande, Carnaubais, Grossos, Guamaré, João Dias, José da Penha, Lagoa Nova, Macaíba, Major Sales, Marcelino Vieira, Ouro Branco, Martins, Pilões, Rafael Godeiro, Riacho de Santana, Santana do Seridó, São Francisco do Oeste, São Miguel do Gostoso, São Rafael, Sítio Novo e Viçosa. 

Os 07 pendentes, que nem aptos para o "benefício" estão, são: Portalegre, Triunfo Potiguar, Mossoró, Ipanguaçu, Timbaúba dos Batistas, Patú e Cel. João Pessoa. . 

O tenente coronel do Corpo de Bombeiros Militar do RN, Josenildo Acioli, coordenador estadual de Defesa Civil, chama a atenção da população para ficar de olho na qualidade dos serviços dos pipeiros, e também, obviamente, na qualidade da água que vai chegar nas comunidades.

“É preciso verificar se a água distribuída está em condições de uso, limpa e potável, e se os caminhões estão em perfeito estado de conservação. Também é de importante que a população evite o desperdício de água”, alerta Josenildo Acioli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário