Pular para o conteúdo principal

IFRN Mossoró é a melhor escola do Estado, diz o ENEM

A lista das melhores escolas do Rio Grande do Norte no ENEM 2012 comprova a força da qualidade do ensino dos principais institutos federais do Estado e o crescimento das escolas católicas no âmbito das particulares.

Comprova também que o avanço do Complexo Educacional Henrique Castriciano é consistente e não obra de campanhas de marketing.

IFRN Mossoró, a fera do ensino
A liderança do IFRN Mossoró, com 619,10 pontos, deve ser vista como natural. O IFRN Mossoró (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte) é a principal escola do Rio Grande do Norte, considerando escolas públicas e privadas, já há algum tempo.

É a chamada escola forte, que atende a um grande número de alunos, consegue ter áreas de excelência, bons professores, e desperta na comunidade o desejo de ter seus filhos estudando lá. É com certeza uma escola de ponta e deve, por justiça, estar entre os melhores institutos federais do Brasil.

O IFRN Mossoró,seguido a uma certa distância pelo IFRN Currais Novos e pelo IFRN Zona Norte Natal, é a gigante evidência de que uma escola pública pode ser boa, democrática e eficiente para a vida.

Os três IFRNs presentes na lista das 20 melhores escolas do ENEM 2012 fazem parte da mais bem sucedida rede de escolas da história do Rio Grande do Norte e do Nordeste brasileiro.

A rede IFRN tem hoje 19 escolas e está presente com grandes e estruturadas escolas em todas as regiões do Rio Grande do Norte.

Para se ter uma idéia do que isso representa, basta dizer que a rede IFRN tem a maior estrutura do Estado quando o assunto é Esporte, Laboratórios, Auditórios.

O IFRN foi até a comunidade. Foi de verdade. Foi até o aluno. Foi até o atleta. Foi até as famílias que sonhavam com uma escola forte e completa nas proximidades de suas vidas.

O IFRN foi até onde as pessoas vivem. Se essas pessoas vivem em Rafael Godeiro, por exemplo, lá perto está o IFRN de Apodi. Se elas vivem em Cerro Corá, lá perto está o IFRN Currais Novos. Se elas vivem em Bento Fernandes, lá na vizinhança está o IFRN João Câmara. Se elas vivem em Jandaíra, pertinho está o IFRN Macau.

A outra escola pública presente na lista das 20 melhores do ENEM no RN é a Escola Agrícola de Jundiaí, instituição vinculada a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É a parte da UFRN mais representativa fora de Natal.

A Escola Agrícola de Jundiaí, até por sua natureza, não tem a desenvoltura, muito menos o alcance da rede IFRN, mas se mantém firme como escola forte de Ensino Médio e Profissionalizante.

No outro lado da história está a rede estadual de ensino, responsável direta pela oferta do Ensino Médio público. Sem maiores novidades mantém sua trajetória de queda dos últimos anos. Trajetória que é comprovada, não apenas pela avaliação do ENEM, mas pela própria falta de credibilidade das escolas estaduais junto à comunidade.

Melhorar a rede estadual de ensino é uma questão que vem se arrastando ao longo dos últimos anos. Questão que não se resolve de forma isolada. Questão que precisa de lideranças reais na Educação para conduzir as reformas e entendimentos necessários visando escolas melhores e com oferta de ensino com qualidade. E isso não existe ainda.

As notas do ENEM por escola foram divulgadas na terça-feira (26) pelo Ministério da Educação.

A listas das 20 melhores escolas do ENEM 2012 (Exame Nacional do Ensino Médio) tem 04 escolas públicas e 16 particulares. Foi feita pela equipe do UOL com o cálculo da média das 04 provas objetivas (Linguagem, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza).

As 20 melhores do ENEM no Rio Grande do Norte

1º IFRN Mossoró – 619,10 pts.;

2º Complexo Henrique Castriciano, Natal – 614,30;

3º Centro Educacional de Aprendizagem Moderna, Natal – 612,36;

Colégio Marista de Natal – 608,54;

Colégio Nossa Senhora das Neves, Natal – 604,97;

Overdose Colégio e Curso, Natal – 600,88;

Colégio Salesiano São José, Natal – 600,64;

IFRN Currais Novos – 592,88;

Complexo Educacional Contemporâneo, Natal – 592,42;

Colégio Mater Christi, Mossoró – 586,34;

IFRN Zona Norte, Natal – 584,20;

PH3 Centro Educacional, Parnamirim – 581,24;

Centro Educacional Maristela, Natal – 579,66;

Convesti Colégio e Curso, Natal – 575,83;

Educandário Santa Terezinha – 575,30;

Contemporâneo Cidade Verde, Parnamirim – 571,21;

Instituto Pequeno Príncipe – 570,02;

Facex – 568,09;

Mundial Colégio e Curso – 564,66;

Escola Agrícola de Jundiaí, Macaíba – 563,60.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

UFRN: Professora Selma Jerônimo recebe prêmio da Universidade de Iowa nos Estados Unidos

Trabalho de pesquisas desenvolvido pela professora Selma Jerônimo, da  Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) na área de saúde pública, foi contemplado com o prêmio internacional Impact Award, concedido pela Universidade de Iowa, dos Estados Unidos. O prêmio é destinado à profissionais ou às instituições que colaboram com a Universidade de Iowa na construção de conhecimentos voltados para programas sociais que melhorem a vida das pessoas. Professora Selma Jerônimo A pesquisadora Selma Jerônimo, diretora do Instituto de Medicina Tropical da UFRN, é parceira da Universidade de Iowa desde o ano de 1996. Ela lembra a importância que está tendo o conhecimento gerado no próprio Instituto, na Escola Maternidade Januário Cicco, no Centro de Biologia da UFRN e no Departamento de Infectologia do Hospital Gizelda Trigueiro, para melhorar a vida das pessoas no Rio Grande do Norte. “A contribuição diária do IMT, MJEC, CB e do Departamento de Infectologia do HGT quebra o cic

Moacir de Lucena: o semeador de escolas

Moacir de Lucena e família em solenidade da UFRN (outubro de 2003) Matéria publicada na edição de novembro da Revista Foco English version Professor, tipógrafo, juiz, advogado, músico, jornaleiro, poeta, normalista, chefe escoteiro, esportista, animador cultural, educador itinerante.  Em sua trajetória de 100 anos de vida pelo Rio Grande do Norte, o oestano filho de Martins, Moacir de Lucena, procurou ser, acima de tudo, um servidor na luta pelo progresso social das pessoas. Desde cedo entendeu que esse progresso social só chegaria pela via da Educação.  Neste campo, de forma inovadora criou um método próprio de alfabetização com resultados concretos junto aos estudantes. Método que depois foi empregado com estardalhaço por Paulo Freire. Mas, Moacir de Lucena chegou antes, sem estardalhaço, sem propaganda, mas com a luminosidade das coisas feitas e da transformação extraordinária do analfabeto em alfabetizado. Entre as tentativas de definir Moacir de Lucena, seu filho L

7º SEL: UFRN prepara grande evento de Educação e Leitura para novembro

Reunião com a reitora sobre o 7º  SEL Matéria atualizada às 12h30 desta quinta-feira (2) Estão adiantados os preparativos para o 7º Seminário Educação e Leitura da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), um dos maiores eventos no gênero no país. O 7º Seminário Educação e Leitura (SEL) acontece de 11 a 14 de novembro no Centro de Convenções do Praiamar Natal Hotel, em Ponta Negra, e deverá reunir mais de 1.000 participantes de todas as regiões do Rio Grande do Norte e de várias partes do Brasil. Em reunião ocorrida na manhã desta quinta-feira (2) a reitora da UFRN, Ângela Paiva garantiu total apoio ao evento. Participaram da reunião no gabinete da reitoria, a professora Marly Amarilha, a diretora do Centro de Educação da UFRN, Márcia Gurgel, e a professora Ângela Naschold, da equipe de organização do Seminário. As inscrições estão abertas a partir desta quarta-feira (01) para ouvintes e para apresentação de trabalho ou oferta de minicurso.  Equipe do Se