sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Justiça suspende nomeações de cargos comissionados e manda Governo contratar profissionais para Hospital de Currais Novos

A Justiça determinou que o Governo do RN faça a contratação de 78 médicos, 10 assistentes sociais, 30 enfermeiros, 01 especialista em medicina intensiva e 01 técnico em medicina intensiva pediátrica. Os 120 novos contratados irão atuar no Hospital Regional de Currais Novos.

Juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior
Na mesma decisão, o juiz da Vara Cível de Currais Novos, Marcus Vinícius Pereira Júnior, mandou suspender todas as nomeações para cargos de confiança no Governo do RN. A suspensão só terminará quando o Governo do RN fizer as contratações determinadas.

A decisão do juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior foi divulgada nesta sexta-feira (22) pelo Tribunal de Justiça do RN.

A determinação do juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior visa dar condições do Hospital Regional de Currais Novos para o atendimento de urgências e de emergências, e o funcionamento eficiente das UTIs Adulto e Infantil.

Segundo a direção do hospital, apenas dois médicos trabalham atualmente na Urgência/Emergência e não são servidores efetivos do Estado. 

Marcos Vinícius Pereira Júnior, em sua decisão, também reforçou que caso não existam profissionais concursados em número suficiente para tomar posse nos cargos referidos na sentença, o Estado deve realizar novo concurso público.

O Hospital Regional de Currais Novos, localizado na região do Seridó, vem se revelando um interminável problema para o Governo do RN.

Depois de várias decisões cidadãs do Juiz de Currais Novos, o problema no atendimento à população pela estrutura de Saúde Pública se mantém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário