quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Natal: Mercado Público de Petrópolis será reinaugurado nesta quinta-feira (14)

Nova pintura do Mercado de Petrópolis
O Mercado Público de Petrópolis será reinaugurado nesta quinta-feira (14), às 9h, após reforma do mezanino e pinturas interna e externa.

O novo mezanino é climatizado, possui rede wi-fi, iluminação especial, e passará a contar com atrações culturais. Ficará sob a responsabilidade da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), órgão da Prefeitura de Natal.

O mezanino homenageia Abraham Palatnik, artista plástico natalense, especialista em arte cinética. A galeria possui um design em aerografia assinada pelo artista Silvano Medeiros.

A reinauguração do Mercado Público de Petrópolis, que chega aos seus 44 anos de existência, se dará com café-da-manhã que contará com a presença do prefeito de Natal, Carlos Eduardo.

Para as obras de pintura e reforma do Mercado Público de Petrópolis, localizado no bairro do mesmo nome, a Prefeitura de Natal fez parceria com o Armazém Pará. Através de projeto da Coral Tintas, o Armazém Pará fez a doação dos materiais necessários para as pinturas interna e externa do mercado.

Abrahan Palatnik nasceu em Natal no ano de 1928, filho de família judia-russa. Ainda cedo se muda para Tel-Aviv, Israel, e lá inicia seus estudos na Escola Técnica Motefiori.
Abraham Paltnik
Posteriormente, entre 1943 e 1947, no Instituto Municipal de Arte de Tel-Aviv, avança no estudo de pintura, desenho, história da arte e estética.

Em 1950, retorna ao Brasil para desenvolver projetos de arte cinecromática, em que cores e formas ganham movimento a partir de motorização elétrica. No ano seguinte, leva os aparelhos cinecromáticos
para a 1ª Bienal de São Paulo, onde recebe menção honrosa.

Com o passar dos anos, Palatnik desenvolve sua arte com novos e diferentes materiais: nos anos 70, a resina de poliéster, nos anos 80, cordas sobre telas, nos anos 90 um composto de gesso e cola. 

Nesta mesma época retornou a Natal com exposição que tinha como tema a colagem. Na oportunidade,
Palatnik recebeu o título Honoris-causa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 

O artista realiza ainda trabalhos com papel-cartão e cordas, utilizando pela primeira vez linhas diagonais e cores mais vibrantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário