quarta-feira, 13 de novembro de 2013

RN otimista: Expectativa é que primeiro parque tecnológico gere 6 mil empregos

O Governo do RN trabalha com a expectativa otimista de de que o primeiro parque tecnológico venha a gerar 6 mil empregos diretos e que esses empregos sejam de alto valor salarial agregado.

Rogério Marinho
Quem aponta nessa direção são os dados da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. "O grande diferencial do parque é que será construído em uma área onde há tratamento tributário e de infraestrutura específico para a atração de empresas. 

Área onde haverá uma confluência entre academias, a iniciativa privada e o poder público. Uma junção que resultará na oportunidade de trabalho, na abertura de novos mercados", disse Rogério Marinho, secretário de Desenvolvimento Econômico do RN.

O projeto do parque tecnológico é voltado principalmente para o campo das energias renováveis. Campo em que o RN ocupa a liderança na exploração da energia eólica.

O custo do primeiro parque tecnológico do RN está orçado em R$ 45 milhões. Está programado para ser construído em área pertencente a Escola Agrícola de Jundiaí, instituição vinculada a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Já existe acertado a instalação no parque de um projeto âncora com investimentos de R$ 32 milhões. É um projeto da iniciativa do CTGás voltado para a produção de estrutura para certificação de tecnologia e testes na área das energias eólica e solar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário