quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Rio de Janeiro: Universidades descredenciadas podem ser federalizadas

Gama Filho: solução pode ser federalizar
A Universidade Gama Filho e o Centro Universitário da Cidade, empresas educacionais do Rio de Janeiro, podem caminha para federalização.

As duas universidades, pertencentes ao grupo Galileo, foram descredenciadas pelo Ministério da Educação na segunda-feira (13).

Quem está propondo a federalização da Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade são os reitores da universidades federais do Rio de Janeiro.

Em nota conjunta, os reitores da Universidade Federal Fluminense, da Unririo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, da Universidade Rural, e o diretor do Cefet, defenderam a federalização.

"Reafirmamos a nossa disposição para colaborar com o processo de federalização, mantendo o compromisso com a educação de qualidade", diz a nota conjunta.

A federalização é também a principal reivindicação dos 9.500 alunos das duas universidades particulares.

O grupo Galileo informa que as dívidas das duas instituições são da ordem de 900 milhões de reais, e que os imóveis estão avaliados em 1 bilhão de reais.

A Universidade Gama Filho foi fundada em 1939 e é uma das instituições de ensino superior mais conhecidas do país. A universidade foi transferida para o grupo Galileo no ano de 2011, agora os antigos donos trabalham para anular o negócio.

As duas universidades têm cerca de 1.600 professores, que estão sem receber salários desde setembro de 2013. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário