quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

UFRN fica acima da média nacional com 60% das vagas preenchidas na primeira chamada do SiSU

UFRN: matrículas na primeira chamada
A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) preenche 60% de um total de 4.309 vagas oferecidas na primeira chamada do SiSU (Sistema de Seleção Unificada).

Com essa efetivação de matrícula na primeira chamada, a UFRN fica acima da média nacional que é de 40%.

Apesar do bom desempenho, nenhum curso da UFRN teve as vagas preenchidas em sua totalidade.

Isso faz com que todos os 88 cursos ofertados tenham vagas remanescentes a serem preenchidas na segunda chamada, que acontece nesta segunda-feira (27).

Serão disponibilizadas na segunda chamada mais de 1700 vagas para cursos na UFRN, envolvendo o campus de Natal e as unidades menores em Currais Novos, Macaíba, Caicó e Santa Cruz.

Os estudantes selecionados na segunda chamada do SiSU têm o prazo para cadastramento de 31 de janeiro a 4 de fevereiro.

Para os estudantes que fizeram as provas do processo seletivo em Natal ou Macaíba, o cadastramento e matrícula serão efetuados no Ginásio de Esporte do Campus Universitário, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. Já para os alunos que escolheram fazer as provas em Caicó, Currais Novos e Santa Cruz, o cadastramento e a matrícula devem ser feitos das 8h às 11h e das 14h às 17h.

Todos os aprovados devem comparecer aos locais de cadastramento portando diploma de conclusão do ensino médio, Identidade, CPF, quitação eleitoral e militar, além dos documentos referentes às ações afirmativas, para os que foram beneficiados por cotas sociais.

Os inscritos no SiSu que não forem selecionados na segunda chamada, podem ainda participar da Lista de Espera, com sua primeira opção de curso.

O prazo para participação nas vagas da Lista de Espera terá início no dia 27 de janeiro e segue até o dia 7 de fevereiro. O candidato deve acessar o SiSU e confirmar interesse em integrar a lista de espera. Uma próxima convocação, feita com base nesta lista, está prevista para 11 de fevereiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário