sábado, 1 de março de 2014

Secretaria do Esporte do RN e Faculdade Maurício de Nassau lançam Voluntariado para Copa do Mundo 2014

Joacy Bastos fala no lançamento do voluntariado
A Secretaria do Esporte e do Lazer do RN e a Faculdade Maurício de Nassau lançam o Voluntariado Especial para a Copa do Mundo 2014 em Natal.

O lançamento aconteceu no moderno auditório do estádio Arena das Dunas na tarde de sexta-feira (28) com as presenças da governadora Rosalba Ciarlini, secretário do Esporte do RN, Joacy Bastos, coordenadores de cursos da Faculdade Maurício de Nassau, gerente nacional de operações do Programa Brasil Voluntário, Sarah Carvalho, e do ex-membro da Confederação Brasileira de Futebol e da FIFA, José Bonetti.

Rosalba Ciarlini se dirige aos voluntários
O Voluntariado Especial para a Copa do Mundo 2014 feito em parceria com a “Maurício de Nassau” terá até 600 acadêmicos voluntários para atuação em áreas qualificadas e voltadas diretamente para o contato e o atendimento aos visitantes e ao público local durante o período da realização dos jogos em Natal.

“A governadora Rosalba Ciarlini foi acertadamente defensora da causa do voluntariado que agora está se tornando uma realidade e de maneira qualificada. Agradecemos a confiança dos acadêmicos da Faculdade Maurício de Nassau que aceitaram essa importante missão durante a oportunidade única de termos Natal como sede da Copa do Mundo”, afirmou o secretário do Esporte, Joacy Bastos.

Para a governadora Rosalba Ciarlini a importância da ação dos voluntários vai além dos horários dos próprios jogos da Copa do Mundo. 

“Não há como negar que os voluntários são muito importantes dentro dos estádios, mas precisamos cuidar também dos turistas que vão procurar conhecer a nossa cidade. Os voluntários funcionarão como multiplicadores, explicando as pessoas de fora as coisas boas que temos no Rio Grande do Norte”, disse a governadora Rosalba Ciarlini.

André Pantoja, coordenador da "Maurício de Nassau"
O professor André Pantoja, coordenador de Voluntariado da Faculdade Maurício de Nassau, destaca o diferencial dos acadêmicos envolvidos atuarem no acompanhamento aos visitantes. “A Copa do Mundo não é só o futebol. Pessoas de diversas nacionalidades estarão em Natal e elas precisam receber toda a atenção possível, e é aí que iremos fazer a diferença”, falou André Pantoja.

Sarah Carvalho, gerente do Brasil Voluntário
A gerente de operações do Brasil Voluntário, Sarah Carvalho, informou que ações do Voluntariado Especial estarão voltadas para a recepção aos turistas de várias nacionalidades no aeroporto e em várias outras partes diretamente ligadas ao andamento dos jogos. Estarão também nos centros de mídia ajudando aos jornalistas que virão cobrir o evento.

“Nosso voluntariado é o que recebe e o que orienta o visitante”, disse Sarah Carvalho.

Todos os acadêmicos do Voluntariado Especial serão devidamente segurados. Atuarão 04 horas diárias durante 07 dias. Receberão 03 certificados de participação emitidos pela Universidade de Brasília (UnB).

José Bonetti faz palestra para voluntários
O experiente José Bonetti, membro da comissão técnica da seleção brasileira de 1970 no México, destacou em sua palestra a importância do Voluntariado para qualquer Copa do Mundo.

“O Voluntariado é o mais importante para fazer o nome da cidade. Os voluntários podem garantir o retorno dos turistas após a realização da Copa do Mundo, basta que eles sintam que foram bem tratados aqui”, disse Bonetti.
Voluntários conhecem a Arena das Dunas

Nenhum comentário:

Postar um comentário