domingo, 21 de setembro de 2014

Pesquisa da Ufersa sobre desaparecimento das abelhas tem reconhecimento internacional

Lionel Gonçalves recebe homenagem
No início deste mês, o aplicativo Bee Alert, que procura monitorar o desaparecimento das abelhas, recebeu a Medalha de Prata no concurso de Inovações em Apicultura, disputando com trabalhos de vários países, no Congresso Internacional da Federação Latinoamericana de Apicultura, realizado no período de 3 a 6 de setembro, em Puerto Iguazu, na Argentina. 

Durante o Congresso Federações Apícolas de seis países – Argentina, Uruguai, Chile, Colômbia, Venezuela e Cuba – anunciaram a adesão ao aplicativo Bee Alert, criado pela campanha desenvolvida na Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido), "Bee or not be?" com o objetivo de notificar e monitorar as mortes ou perdas expressivas de abelhas nos apiários. 

O acordo vai possibilitar o compartilhamento de informações e o envolvimento de um grupo científico em cada um desses países. A intensão é que o resultado desse trabalho seja apresentado em congresso mundial do setor, a Apimondia, a ser realizado em 2015, em Daejeon, na Coreia do Sul.

“Conquistamos um resultado que dará mais credibilidade e ajudará a difundir e estimular o uso do aplicativo”, afirma o pesquisador da Ufersa, Lionel Gonçalves, que é uma das maiores autoridades em abelhas no Brasil e responsável pela campanha “Bee or not be?” e pelo Bee Alert. 

O professor Lionel Gonçalves foi homenageado, na oportunidade, com uma salva de prata pela contribuição na formação científica de pesquisadores que se dedicam às atividades em prol da apicultura. Lionel Gonçalves coordena o Centro Tecnológico de Apicultura e Meliponicultura do RN, que funciona nas dependências da Fazenda Experimental Rafael Fernandes, pertencente à Ufersa.

Atualmente com mais de 18 mil assinaturas, a campanha "Bee or not be?" procura alertar a população mundial para a morte de abelhas, ocasionada pelo uso indiscriminado de agrotóxicos na agricultura, e conscientizar as pessoas sobre a importância das abelhas para a natureza e o homem. A campanha também recolhe assinaturas para uma petição online que visa a proteção das abelhas. Idealizada pelo professor Lionel Gonçalves, a campanha publicitária foi produzida gratuitamente pela empresa 6P Marketing & Propaganda, de Ribeirão Preto, São Paulo, tendo sido lançada internacional no Congresso Internacional de Apicultura da Apiomondia, em Kiev, Ucrania, em outubro do ano passado.

O acompanhamento da campanha e a assinatura do manifesto podem ser feitos no endereço eletrônico

“Precisamos de um número muito mais expressivo de assinantes, tendo em vista a dimensão do problema”, reforça o professor Lionel Gonçalves. 

O Bee Alert registrou, em apenas 5 meses, mais de 70 ocorrências no Brasil, num total de aproximadamente 400 milhões de abelhas mortas, o que mostra a seriedade do fenômeno do CCD (colony collapse disorder) ou desaparecimento e morte das abelhas, que é, hoje, o maior problema da apicultura mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário