sábado, 1 de novembro de 2014

UFRN: Escola Agrícola de Jundiaí tem projeto para reflorestar a caatinga do Seridó

Projeto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) pretende plantar 50 mil mudas de vegetação nativa em áreas degradas da caatinga do Seridó localizada no município de Parelhas.

A intenção do projeto, lançada na noite da última sexta-feira na praça centra de Parelhas, é se estender por todas as áreas degradadas da caatinga da região.

O projeto Florescer é realizado pela  Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias da Escola Agrícola de Jundiaí, instituição de ensino vinculada a UFRN. Segundo a professora Magda Maria Guilhermino, uma das organizadoras do projeto, o reflorestamento do município de Parelhas deve ser totalizado ao longo de cinco anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário