sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Ufersa quer parceria com Petrobras para análises laboratoriais

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), com campus central em Mossoró, RN, pretende ser parceria da Petrobrás para prestação de serviços na área de análises laboratoriais. Conversas nesse sentido foram mantidas no último dia 20 em reunião na reitoria da Ufersa com representantes da gerência de suporte operacional da Petrobras.

Participaram da reunião o reitor da Ufersa,  professor José de Arimatea de Matos, o gerente de suporte operacional, Antônio Alvino, a gerente setorial de laboratórios de fluídos, Maria Elenice Pinho de Oliveira.

Durante a reunião, Antônio Alvino, ressaltou que mensalmente a Petrobras realiza mais de 30 mil análises e que uma parcela dessa demanda poderia ser absorvida pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido, a exemplo do que já acontece na UFRN. “A Petrobras dispõe de contratos em vários locais do país para realizar todas as demandas, então, por que não realizarmos parte dessas análises em Mossoró?”, questionou Alvino.

O gerente da Petrobras disse ainda que esse trabalho  pode começar a partir de pequenos contratos. A Petrobras tem interesse de análises nas áreas de preservação ambiental, corrosão, água, solo e polímeros. O gerente disse reconhecer o potencial da Ufersa em recursos humanos, formado na sua totalidade por professores mestre e doutores.

Inicalmente, a parceria seria voltada para a prestação de serviço via Fundação Guimarães Duque. Outras alternativas foram destacadas para médio e curto prazos, como a viabilização de um convênio entre a Universidade e a Petrobras ou ainda financiamento, via P.I.D, com a anuência da Associação Nacional de Petróleo. “Poderíamos começar com o que a Universidade dispõe e, posteriormente, aperfeiçoar com o incremento dos laboratórios e aquisição de novos equipamentos”, ressaltou Antônio Alvino.

A ideia de parceria com a Petrobras está entusiasmando o reitor, José de Arimatea, e os demais professores da Ufersa. “Esse processo de aproximação com a Petrobras nas áreas das engenharias é de grande importância para a Universidade”, disse Arimatea. O reitor adiantou que a Universidade já conta com o compromisso da estatal para equipar o Memorial Paulo Freire que vem sendo construído no Campus de Angicos. “Temos total interesse em avançar também na área das engenharias”, frisou.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Educação do RN: Nova direção do Instituto Kennedy toma posse na presença do secretário Francisco das Chagas

Francisco das Chagas e a direção do Kennedy
Titular da Educação do RN, Francisco das Chagas Fernandes, empossou a nova equipe gestora do Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy na tarde desta quarta-feira (28). A posse aconteceu no gabinete da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), em Natal, com a presença da nova equipe gestora formada pela professora Marlene Fernandes Ribeiro (diretora geral), professora Márcia Maria Alves de Assis (coordenadora administrativa) e o professor José Paulino Filho (coordenador pedagógico).

Na oportunidade, o secretário Francisco das Chagas destacou a importância que tem o Instituto Kennedy para a educação de Natal e do Rio Grande do Norte. “O Instituto Kennedy é uma instituição de nível superior muito importante para a educação do Estado na formação de novos profissionais. Instituição que coordena hoje um complexo de escolas que oferece desde o Ensino Fundamental até o Ensino Superior. A equipe que está assumindo tem a responsabilidade e está comprometida em ampliar o bom trabalho que está sendo desenvolvido”, afirmou o titular da SEEC/RN.

O Instituto Kennedy atua a 20 anos nas modalidades de formação inicial e de formação continuada. Oferece cursos de graduação nas áreas de Pedagogia, Letras e Matemática; e cursos de Especialização (Lato Sensu) em Educação Matemática, Ensino de Língua Portuguesa, Educação de Jovens e Adultos, Educação Infantil, Educação Ambiental e Patrimonial, e de Gestão de Processos Educacionais.

A nova equipe gestora planeja já em 2015 abrir novos horizontes para o Instituto no campo do Mestrado. “A nossa meta para pós-graduação é já em 2015 oferecermos nosso primeiro curso em Mestrado Profissional”, adiantou o professor José Paulino, novo coordenador pedagógico.

Esse curso recebe o nome em termos nacionais de Profgestão e será oferecido dentro de uma rede voltada para a formação continuada com presença nas diversas regiões do país.

“Vamos consolidar o trabalho que já desenvolvemos com a formação profissional dos educadores do Rio Grande do Norte”, ressaltou Marlene Fernandes, diretora geral.

O Instituto Kennedy conta com mais de 1.000 estudantes e 41 professores formadores, e coordena pedagogicamente o Complexo Educacional Kennedy que abrange as escolas estaduais “Presidente Kennedy”, “Joaquim Torres”, “Edgar Barbosa” e “Manoel Vilaça”. Esse complexo educacional, localizado nas proximidades do Instituto Kennedy, no bairro de Lagoa Nova, em Natal, tem mais de 2.000 alunos.

Ufersa realiza curso de aperfeiçoamento para professores de Matemática do Ensino Médio

Aperfeiçoamento em Matemática na Ufersa
A Universidade Federal Rural do Semi-Árido realiza durante toda esta semana capacitação para estudantes universitários e professores de Matemática do Ensino Médio. A capacitação tem a participação de 150 estudiosos e interessados no ensino da Matemática.

O evento acontece dentro do Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio (Papmem) e é financiado pela Sociedade Brasileira de Matemática. O objetivo é oferecer aperfeiçoamento para professores de Matemática do Ensino Médio do Rio Grande do Norte.

O Papmem ocorre em horário integral – manhã e tarde, no campus da Ufersa Mossoró. Na parte da manhã, acontece no auditório do Ctarn, e no período vespertino, no prédio de pós-graduação. Pela manhã, são ministradas aulas teóricas ministradas no IMPA (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada)  e transmitidas em tempo real para a Ufersa pelo sistema de teleconferência. Na parte da tarde, ocorrem aulas práticas com oficinas de resoluções de problemas.

“Os participantes com 100% de frequência vão receber uma ajuda de custo de R$ 275,00, além do material didático e de consumo”, informou a professora de Matemática da Ufersa, Maria Aparecida da Silva Soares, uma das coordenadoras do Papmem. A professora explica que a ajuda de custo é para os primeiros 100 inscritos que tiverem participação integral na capacitação.

O Programa é oferecido pelo Departamento de Ciências Exatas e Naturais da Ufersa, em parceria com o IMPA, do Rio de Janeiro. O curso é ministrado em módulos independentes que abordam tópicos selecionados das três séries do Ensino Médio e alguns tópicos do Ensino Fundamental. Nessa edição, estão sendo ministradas aulas sobre Progressão Aritmétrica, Análise Combinatória, Recorrência, Matemática Financeira e Geometria Espacial.

O aperfeiçoamento em matemática é gratuito e os participantes recebem um certificado de Curso de Atualização, de 40 horas, emitido pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Ufersa e um exemplar do livro adotado. “O curso vem sendo oferecido na Ufersa pelo segundo ano, acontecendo em duas edições, nos meses de janeiro e julho”, afirma o professor Ronaldo Garcia, coordenador do Papmem.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Natal: Secretário de Educação do RN participa de evento de prevenção às drogas nas escolas

Secretário da Educação fala em evento de prevenção às drogas
Por Thalita Freitas
Na manhã desta quarta-feira (29), o secretário de educação Francisco das Chagas participou da solenidade de abertura da semana de capacitação da Companhia Independente de Prevenção ao uso de Drogas (Cipred), no CAIC  Lagoa Nova, em Natal. O evento foi realizado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), através da Diretoria de Ensino da Polícia Militar do Estado. 
Essa capacitação tem foco no Programa Educacional de Resistência às Drogas – Proerd e Ronda Escolar (que é a forma ostensiva de prevenção às drogas). Esses programas visam a atuação em ações de prevenção às drogas nas escolas, com atenção voltada à juventude e às famílias. A capacitação acontece no período de 28/01 a 04/02 no CAIC/ Lagoa Nova.

Também participaram da solenidade o subsecretário de Educação, Domingos Sávio de Oliveira, a secretária de Segurança Pública e Defesa Social, delegada Kalina Leite, comandante geral da Polícia Militar, coronel Ângelo de Azevedo, a coordenadora estadual do Proerd, tenente-coronel Margarida Brandão, o coordenador do Núcleo Estadual de Educação para a Paz e Direitos Humanos, João Maria Mendonça e o comandante da Cipred, major Arthur.

Para o secretário Francisco das Chagas, a importância desses programas está na prevenção ao uso de drogas nas famílias, o que está sendo feito através da parceria entre Segurança e Educação.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

SiSU: UERN bate recorde de inscrições e tem mais de 70% de candidatos aprovados do RN

O resultado do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), divulgado na segunda-feira, 26 de janeiro, revela que 71,49% dos candidatos aprovados na primeira chamada da UERN, 943, são do Rio Grande do Norte. Integrando o SiSU, a UERN (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte), atraiu as atenções de todas as regiões do país e teve candidatos de 21 estados da Federação.

UERN Pau dos Ferros
A UERN oferta 60% de suas vagas este ano pelo SiSU, 1.319 vagas para os dois semestres letivos de 2015. Na disputa por essas vagas, se inscreveram para estudar na UERN, via SiSU, 53.541 candidatos.

O diretor da Comissão Permanente de Vestibular (Comperve), professor Egberto Mesquita, acredita que esse percentual de candidatos do RN deve aumentar na segunda chamada. “Muitos candidatos são classificados nas duas opções de curso e escolhem permanecer próximo à sua cidade de origem. É importante, agora, os candidatos ficarem atentos aos prazos de matrícula”, diz Egberto. 

Os candidatos convocados para ingresso no primeiro e no segundo semestre de 2015, deverão requerer, de forma presencial, a matrícula institucional nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro de 2015. Saiba mais sobre a realização das matrículas através do endereço eletrônico .

Em 2016, todas as vagas da UERN serão ofertadas pelo SiSU.

SiSU: UFRN tem 85,2% de candidatos aprovados do RN na primeira chamada

Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulga resultado da primeira chamada do SiSU 2015.1 com 6.833 candidatos aprovados. O Rio Grande do Norte tem a grande maioria dos candidatos aprovados, 5.822 (85,2%), residentes em 143 diferentes municípios do Estado.

6.833 candidatos aprovados
A expectativa da UFRN é de que após a 2ª chamada o número de potiguares aprovados cresça ainda mais, já que a taxa de comparecimento de estudantes de outros estados é costumeiramente menor do que a dos estudantes locais.

Dos candidatos do RN, 60,8% foram aprovados no curso de 1ª opção, enquanto 39,2% conseguiram vaga na 2ª opção. Já entre os candidatos de outros estados, 49,1% foram selecionados na 1a opção e 50,9%, na 2a opção.

Na 1ª chamada, existiram candidatos aprovados na UFRN de todas as unidades federativas do Brasil. Os estados que tiveram mais candidatos com êxito foram o Ceará, com 216 aprovados, São Paulo, também com 216, Paraíba, com 86, e Minas Gerais, com 76 aprovados.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Novo governo do RN: Robinson Faria forma secretariado e prega necessidade de superação

O novo secretariado e o desafio de quebrar paradigmas

Por Isaias Oliveira
Matéria publicada na edição deste mês da Revista Foco

“Vamos quebrar paradigmas”, essa frase foi uma das mais ditas pelo candidato Robinson Faria durante a campanha eleitoral. Quebrar paradigmas significa quebrar, ultrapassar modelos e práticas vigentes. Como candidato conseguiu quebrar o paradigma de vencer uma eleição estadual no Rio Grande do Norte sem ter apoios das grandes lideranças políticas que estavam no palanque de seu adversário, o ex-deputado Henrique Alves, então presidente da Câmara Federal.

Em seu discurso de posse, Robinson Faria falou de seu isolamento político: “nunca houve na história política do Rio Grande do Norte um candidato a governador tão abastecido de solidão”. Provavelmente essa afirmação aponte a ausência de lideranças consolidadas em seu palanque, mas também fale de uma espécie de “solidão” que tem eco no povo, que sente que o anseio popular se faz presente. Anseio que tende a crescer no “vazio” gerado pela ausência das grandes lideranças e de seus interesses. Anseio popular que dispensa interprete já que o próprio povo se manifesta por si mesmo, sem necessidade de mediação.

Robinson Faria superou, ou se abasteceu da solidão, e venceu as eleições para governador, em disputa no segundo turno, com maioria de mais de 140 mil votos. Robinson também viu, já no primeiro turno, dentro de sua coligação, que pode se chamar de coligação do possível, sua companheira de chapa majoritária, Fátima Bezerra, ser eleita para o Senado Federal derrotando a ex-governadora e atual vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria.

O que era solidão de início, pela ausência de grandes lideranças no palanque, virou abundância de povo no final, abundância com a capacidade de transformar uma luta desacreditada por muitos em vitória com sabor de amplitude. Ganhou Robinson e ganhou Fátima, ganhou a chapa majoritária da coligação nitidamente menor se a medição for feita por quantidade de políticos apoiando.

Com a responsabilidade determinada por essa vitória histórica definida especificamente pela vontade popular, Robinson Faria assume o governo do Rio Grande do Norte com tarefas árduas pela frente e desafios que exigirão muita capacidade de superação de sua parte e da equipe de auxiliares que escolheu e nomeou. Superação que é uma verdadeira palavra de ordem do governador neste início de gestão. 

Superação do quadro de dificuldades financeiras e estruturais existentes e superação da máquina pública que nos últimos anos se fechou em si mesma e procurou se ocultar para a sociedade. Esse fechamento distanciou ainda mais o poder público de seu objetivo: o de servir bem a coletividade.

Na escolha da equipe de governo a orientação pelo critério técnico sem prejuízo do fator político. Na posse dos secretários George Câmara (Esporte e Lazer), Zaidem Heronildes da Silva Filho (Justiça e Cidadania), e do novo controlador geral do Estado, Ricardo Furtado, o governador deu ênfase ao seu discurso de superação do quadro atual do Rio Grande do Norte e de construção de uma nova prática de lidar com a coisa pública. “Este não é um governo de conveniências, é um governo de convicções”, disse Robinson Faria.

Robinson quer superação
Diante da afirmação que se fundamenta na convicção, Robinson Faria deve ter escolhido seu secretariado dentro de critérios técnicos e de conduta ética. O novo secretariado do Governo do Rio Grande do Norte, que tem a tarefa de superação dos problemas existentes no Estado em praticamente todas as áreas da administração, alguns crônicos e outros agravados nos últimos quatro anos, tem nas três pastas mais visíveis para a opinião pública e que representam parte significativa da imagem do governo para o povo, Educação, Saúde e Segurança Pública, respectivamente os nomes de Francisco das Chagas Fernandes, José Ricardo Lagreca e Kalina Leite Gonçalves.

São nomes experimentados no serviço público e com qualidades reconhecidas em seus âmbitos de atuação. Superação tem tudo para ser a palavra de ordem desses três auxiliares que serão o foco das atenções da sociedade nos próximos meses e anos. Educação, Saúde e Segurança têm que caminharem juntas, aponta o bom senso e a própria palavra do governador em seu discurso de posse: “Não pode haver educação sem saúde, nem saúde sem segurança, nem segurança sem educação. De tão ligadas, nessa tecedura umbilical, e de tão urgentes no clamar por soluções imediatas, confundem-se em utilidade e misturam-se nas fronteiras. São anteriores ao próprio conceito de prioridade. Urdidura do organismo coletivo”.

O professor Francisco das Chagas Fernandes tem experiência na gestão pública nacional, foi secretário de Educação Básica do Ministério da Educação e secretário executivo-adjunto do Ministério da Educação; o médico José Ricardo Lagreca é professor da UFRN e exercia o cargo de diretor geral do Hospital Universitário Onofre Lopes; a advogada Kalina Leite Gonçalves é delegada civil e já ocupou os cargos de secretária-adjunta de Segurança, corregedora da Polícia Civil e interventora da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac).

sábado, 24 de janeiro de 2015

Natal: Circuito Verão 2015 chega ao SESC Ponta Negra

Verão na piscina do SESC Ponta Negra
O Sesc Ponta Negra, em Natal, recebe neste final de semana (24 e 25) a etapa da capital do Circuito Verão 2015, projeto promovido pelo Sistema Fecomércio que oferece variadas atividades gratuitas de esportes, entretenimento e cultura. As atividades do Circuito Verão acontecem nas dependências da unidade do SESC Ponta Negra, das 7h às 15h.

Nos esportes estão sendo realizados torneios de futsal, frescobol e futevôlei. Na área cultural, acontecem apresentações de mamulengos, show com grupo Bom Malandro, show de mágica e oportunidade de leitura pela presença da unidade móvel BiblioSesc.

Na área do Lazer, estão sendo oferecidas aulas de dança, caminhada orientada, slackline, oficina de surf, recreação aquática e um espaço kids com oficinas de balão, pintura em rosto, piscina de bolinha e confecção de máscaras de carnaval.

Educação do RN: Desempenho no ENEM garante certificado de conclusão a alunos que ainda estão cursando o Ensino Médio

Com informações de Danilo Bezerra

O limite imposto de conclusão com aprovação nos 03 anos do Ensino Médio para a obtenção do certificado e consequente aptidão para buscar uma vaga no Ensino Superior já não é mais absoluto. Os estudantes que obtiveram resultado considerado satisfatório no ENEM, mas ainda estão cursando os anos seriados do Ensino Médio, já podem requerer o certificado de conclusão do Nível Médio por meio da nota obtida na avaliação. O procedimento, oferecido pela Secretaria da Educação do RN e pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte, é feito somente quando o estudante assinala o desejo de obter o diploma por meio do Enem no ato de inscrição da prova.

Conforme o Edital Nº 12 do INEP/MEC de 08 de março de 2014 e da Portaria Nº 144 do INEP de 24 de maio de 2012, os estudantes que completaram 18 anos no 1º dia da avaliação do Enem 2014 podem retirar o diploma de conclusão do Ensino Médio sem a necessidade de terem concluído os três anos de ensino. Para isso o candidato deve ter alcançado a nota mínima de 450,00 pontos nas áreas de Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Matemática e Linguagem, códigos e suas tecnologias e obtido no mínimo 500,00 pontos da redação. 

A documentação necessária para dar entrada no diploma consiste nas cópias do RG, CPF e do comprovante de residência. Além desses é necessário apresentar o boletim do Enem que comprovará as notas alcançadas na avaliação. Os interessados devem entregar toda a documentação na sala da Subcoordenadoria de Educação de Jovens e Adultos (SUEJA), que fica na sala 25, segundo bloco da Secretaria de Estado da Educação e Cultura em Lagoa Nova. O prazo máximo de entrega do certificado é de três dias úteis.

Quando o estudante não alcança a nota mínima para obtenção do diploma mas, deseja ter o benefício é possível receber o certificado de conclusão do Ensino Médio utilizando as notas do exame, porém ele terá de ser avaliado por uma banca.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Televisão da Educação do RN entrevista o mamulengueiro e calungueiro Chico Simões

Chico Simões em entrevista no estúdio da RPTV 
Por Danilo Bezerra

Iniciando uma série de programas com personagens da cultura popular, a Rede Potiguar de Televisão (RPTV) entrevistou, na manhã de hoje (22), o calungueiro Chico Simões. A entrevista aconteceu no moderno estúdio da RPTV, nas dependências da Secretaria Estadual de Educação, no bairro de Lagoa Nova, em Natal. O agente de cultura está percorrendo todos os estados do nordeste com a Caravana 30 anos de Mamulengo e Prezepada, projeto que visa apresentar o trabalho produzido pelo calungueiro em três décadas de atividades culturais em todo o país.

Brasiliense de pais nordestinos, Chico Simões volta ao nordeste para repetir o trajeto que fez nos anos 80. Na época ele passou por cinco estados (Bahia, Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte) e dezena de cidades, realizando apresentações, roda de prosa, oficinas, vivências, registros e outras atividades relacionadas ao universo da cultura popular e tradicional. “Eu brinco com bonecos”, disse o agente ao explicar o que é ser calungueiro.

Durante a gravação do programa, Simões destacou que a experiência vivida serviu de incentivo para a turnê de 30 anos. “As tradições populares sobrevivem ao tempo, mas é preciso leva-las ao conhecimento das pessoas, pois, somente assim, o povo conhecerá ele mesmo”, declarou o artista.

Ao projetar como ele desejaria que essa atividade fosse vista nos próximos 30 anos, Chico pediu que aos jovens que valorizassem a arte popular: “A cultura sofrerá mudanças devido os acontecimentos que marcarão as próximas gerações, porém cabe a nós mostrarmos e incentivarmos a passagem de conhecimentos culturais para os nossos filhos”.

Ao falar do apoio dado pela rede RPTV de televisão, Simões declarou: “O Estado deve oferecer e nós, a população, devemos nos apropriar dos meios de comunicação para levarmos nossa mensagem a todos”. A vinda ao Rio Grande do Norte foi incrementada com a parceria da RPTV, que além de produzir o programa, apresentará sua entrevista em eventos culturais, disponibilizará o vídeo na internet e enviará a TV Escola.

Natal: Feira Internacional de Artesanato começa nesta sexta-feira (23)


Fiart tem forte presença potiguar
Começa nesta sexta-feira (23) a 20ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart), no Pavilhão das Dunas do Centro de Convenções, em Natal. Durante 10 dias a cidade de Natal será a capital nacional do Artesanato sediando um evento referência que terá a participação da Cultura e do Artesanato de 14 países, tribos indígenas e expositores de todas as regiões do Brasil.

A 20ª Fiart reúne 2.200 artesãos e grande presença do Artesanato do Rio Grande do Norte. Peças de cerca de 3.200 artesãos potiguares estarão sendo expostas e comercializadas nos estandes do Artesanato do Rio Grande do Norte que ocupa 45% do espaço total da Feira.

Os países que vão participar levam para a Fiart peças artesanais que caracterizam suas respectivas tradições culturais e são: Emirados Árabes Unidos, Espanha, Filipinas, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, Paquistão, Peru, Polinésia, Portugal, República Tcheca e Senegal.

A programação cultural acontece todos os dias e leva ao palco o trabalho em todas ás áreas culturais de 1.779 artistas. reunindo um total de 80 grupos folclóricos no 13º Festival de Danças Folclóricas, Mostra de Danças Juninas, orquestras filarmônicas, tribos indígenas e 24 shows com artistas locais.

A Fiart é um evento organizado pela empresa Espacial Eventos e tem o apoio do Governo do Estado do RN, Prefeitura da Cidade do Natal, SEBRAE/RN, Secretaria de Micro e Pequena Empresa do Governo Federal e Programa do Artesanato Brasileiro. 

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Educação do RN: Escolas estaduais de Passagem e Brejinho ganham novas bibliotecas

Novas bibliotecas estão abertas à população
Com informações de Danilo Bezerra

O ano começa com novidades na área de Leitura para as comunidades e estudantes dos municípios de Passagem e Brejinho. As Escolas estaduais Antonio de Oliveira Fagundes, de Passagem, e Presidente Café Filho, de Brejinho, ganharam duas novas bibliotecas.

As novas bibliotecas têm acervos organizados pela Coordenadoria de Desenvolvimento Escolar (Codese) da Secretaria de Educação do RN, dentro do programa Proler.

Todos os livros estão atualizados, organizados e disponibilizados para a comunidade escolar e população em geral dos municípios onde estão inseridas. “Tudo foi entregue para facilitar o uso da equipe dos professores e melhorar a aprendizagem dos estudantes”, declarou o professor Antônio Soares, um dos técnicos responsáveis pela implantação das novas bibliotecas. 

A coordenadora dos programas de leitura da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (SEEC), Erileide Rocha, destaca várias  atividades ligadas ao livro e a leitura. “Além da entrega de acervos, estamos desenvolvendo rodas de leituras, formações continuadas em políticas públicas de acesso ao livro e acompanhamento das escolas para um melhor uso do patrimônio literário”.

UFRN sedia o Global Game Jam que acontece de forma simultânea em 70 países

O Global Game Jam acontece de forma simultânea em 70 países no período de 17 horas desta sexta-feira (23) à 17 horas do domingo (25) e será sediado no Rio Grande do Norte na Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (ECT-UFRN). O evento acontece no prédio da ECT, no campus central da UFRN, em Natal,  e tem  à frente a Inpacta (Incubadora de Processos Acadêmicos, Científicos e Tecnológicos Aplicados).

É uma maratona de 48 horas  com jogos que, embora voltados para o entretenimento, podem gerar oportunidades de negócios e empregos, e ensejar novidades tecnológicas.

“Procurar novas ideias para fazer inovação, isso é o que a Inpacta se propõe ao sediar o Global Game Jam”. O objetivo da Inpacta é captar novas ideias para novos empreendimentos. A Global Game Jam pode ser um ensaio para um novo empreendimento que pode ser incubado”, comentou Efrain Matamoros, coordenador do evento.

A partir das 15h do dia 23, o acesso ao local do evento será liberado aos inscritos e os organizadores vão ministrar palestras opcionais relacionadas ao desenvolvimento de jogos e às 17h, haverá a exibição do vídeo de abertura e o anúncio do tema secreto que guiará o processo de criação das equipes.

A coordenação conta ainda com a participação de Narto Junior, analista de sistemas e programador; o programador Esdras Silva;  Marcelo Melo, estudante de filosofia da UFRN; e do designer de jogos Tiago Sousa.
Esdras Silva falou sobre a dinâmica do evento: “Na abertura da maratona os participantes podem formar equipes e começar a fazer o jogo. A ideia é que eles tenham 48 horas para terminar o jogo, ou pelo menos uma fase jogável, pra todo mundo ver no final. Depois a gente coloca no site da Game Jam”.

Sobre o motivo de o tema ser secreto Tiago Sousa explicou: “O tema é lançado assim que começa, todo mundo tem que fazer o jogo de acordo com aquele tema. Tem que ser o tempo igual pra todo mundo, se alguém souber o tema antes dos outros, vai ter uma vantagem”. Tiago está trazendo a sua experiência na Global Game Jam de Campina Grande, que ocorre desde 2012.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Educação do RN: Francisco das Chagas tem reunião com reitores e trata de formação continuada para professores

Secretário recebe reitores das federais
O secretário Francisco das Chagas tem reunião com os reitores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), José de Arimatea de Matos, e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Paiva, para tratar de parcerias visando melhorias na rede pública de ensino.

A reunião aconteceu na tarde desta segunda-feira (19) e foi a primeira entre o titular da pasta da Educação do RN, recém empossado, e os reitores das duas universidades federais que atuam no Estado.

O assunto em pauta na conversa com o reitor da Ufersa, José de Arimatea, foi a necessidade de proporcionar aos professores da rede estadual de ensino a formação continuada. “Sabemos que a universidade é uma das grandes responsáveis pela formação do professor, então devemos aliar todos os nossos projetos. A melhoria da Educação Básica passa pela melhoria da capacitação dos nossos professores”, destacou Chagas.

Para criar mais oportunidades de formação de professores, a reitora Ângela Paiva, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, mostrou um panorama das ações que a universidade desenvolve e quais os projetos existentes que podem ser utilizados na oferta da formação continuada para professores da rede estadual. “Sabemos que a UFRN conta com um número grande de oportunidades. Nosso interesse é levar isso para nossos professores e assim cumprir com o eixo da formação”, declarou Francisco das Chagas.

Também esteve presente na pauta da reunião as expansão das políticas de alfabetização para crianças, jovens e adultos. O secretário de Educação lembrou que esse foi um compromisso firmado pelo Governador Robinson Faria a população potiguar: “A alfabetização de nossas crianças, bem como de jovens e adultos, é uma meta que queremos alcançar, para isto é necessário uma união de nossas instituições”, disse o titular da Educação do RN.

sábado, 17 de janeiro de 2015

Mudança de rumo: Secretaria de Educação não vai mais fechar a Escola Estadual Manoel Dantas

Escola Manoel Dantas vai continuar
A política de fechamento de escolas estaduais desenvolvida na gestão anterior da Secretaria de Educação do RN, foram dezenas fechadas nos últimos 04 anos, não está tendo continuidade com o novo comandante da pasta, professor Francisco das Chagas Fernandes.

A Escola Estadual Manoel Dantas, localizada na Rua Alberto Maranhão, bairro do Tirol, em Natal, era mais uma programada para fechar pela gestão anterior e ser entregue a Secretaria de Segurança para ser uma academia de polícia civil.

O motivo alegado pela gestão anterior da Educação era que a Escola Manoel Dantas já não tinha a quantidade necessária de alunos e não tinha como conseguir novos estudantes. Motivo considerado absurdo pelos diversos segmentos que fazem a Educação do Rio Grande do Norte e pela comunidade.

Atendendo aos pedidos da comunidade escolar, dos pais de alunos e dos representantes do SINTE-RN (Sindicato dos Trabalhadores na Educação do RN), o governador Robinson Faria, o secretário de Educação, Francisco das Chagas, e a secretária de Segurança, Kalina Leite, decidiram na manhã da sexta-feira (16) sustar o processo que já estava encaminhado pela secretária anterior, Betania Ramalho.

Sobre a decisão de manter a escola aberta oferecendo o ensino à comunidade, o governador Robinson Faria foi taxativo.“Este é o meu posicionamento, pois esta é uma escola tradicional com grande contribuição para a rede estadual de ensino e o nosso objetivo é investir cada vez mais na educação”, declarou o governador.

A partir da decisão do Governador, o termo de cessão, datado de 22 de setembro de 2014, será rescindido e o funcionamento da escola normalizado. "Agora o trabalho se concentra na reorganização da escola e sua devolução à comunidade escolar”, falou o secretário Francisco das Chagas.

SiSU: UFRN oferece mais de 6 mil vagas em mais de 50 cursos de graduação

Tem início nesta segunda-feira (19) o prazo de inscrições no SiSU (Sistema de Seleção Unificada) de candidatos que fizeram o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2014 a uma vaga nas universidades federais de todo o país. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está oferecendo mais 6.878 vagas em mais de 50 cursos de graduação. A nota mínima de ingresso na UFRN é de 450 pontos na média geral do ENEM, independente do curso ou da área pretendida. O prazo para inscrição através do SiSU para a UFRN irá até quinta-feira (22).

UFRN: mais de 6.000 vagas
A UFRN está ofertando pelo SiSU 4.434 para o primeiro semestre e 2.444 para o segundo, distribuídas no Campus Central, em Natal, e nos campi do interior, nas cidades de Caicó, Currais Novos, Macaíba e Santa Cruz.

Em Natal, para os cursos de Biomédica, serão oferecidas 1.200 vagas. Medicina e Enfermagem, que em geral são os mais concorridos da área, disponibilizam 100 vagas cada, sendo 50 para cada semestre.

Na área Humanística 1, são 474 vagas e o curso de Administração é o que oferece o maior número, 200. Na área Humanística 2, são 1.559 vagas e os cursos de Direito e Pedagogia também possuem 200 delas cada um.

Nas áreas Tecnológicas 1 e 2, o total de vagas é de 2.490. O curso de Arquitetura, um dos mais tradicionais do setor, oferece 40. Já Ciência e Tecnologia, da área Tecnológica 2, tem sozinho 1.120 vagas, e o curso de Tecnologia da Informação, 240.

Vagas para cursos no interior

Nos campi do interior, a UFRN disponibiliza 950 vagas distribuídas em 4 cidades. No Campus de Caicó são 435 para Humanística I e II e Tecnológica II. Em Currais Novos são 195, todas para os cursos das áreas Humanística I e II. Já em Santa Cruz são 120 vagas para Biomédica.

O curso de Medicina Multicampi da UFRN oferece 40 vagas apenas para o segundo semestre. Essa graduação tem sede em Caicó, mas desenvolve atividades acadêmicas nos campi de Currais Novos e da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (FACISA), em Santa Cruz.

Na cidade de Macaíba há vagas para cursos da área Biomédica. Lá funciona o curso de Zootecnia, que oferece 40 vagas. Na área Tecnológica, há o curso de Agronomia, com 160 vagas.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Natal: Padre Robson Barros assume o comando dos colégios Salesianos

O padre Robson Barros da Costa é o novo diretor dos colégios Salesianos de Natal e de Parnamirim. O novo diretor dos colégios Salesianos assumiu na segunda-feira (14), tendo como vice o padre Adelmar Rodrigues de Oliveira Sobrinho.

Padre Robson Barros
A nova equipe que comandará os destinos do Salesiano São José, de Natal, e do Salesiano Dom Bosco, de Parnamirim, tem ainda o irmão Diógenes da Cunha Saraiva (ecônomo) e o salesiano Fabiano Bernardino (assistente).

O padre diz que um dos pontos fortes de sua gestão será a preocupação com as pessoas. “Focaremos nas pessoas, com o objetivo de 'formar o bom cristão e o honesto cidadão’ à altura dos valores da Rede Salesiana de Escolas, para continuar colaborando efetivamente na construção de uma sociedade mais livre, mais justa e mais solidária, como determina o Projeto Político Pedagógico dos Salesianos”, disse.

Padre Robson é licenciado em Filosofia pela Universidade São Francisco (SP), licenciado em Pedagogia e Mestre em Ciências da Educação pelo Centro Universitário Salesiano (SP) e é especialista em Comunicação Social. É também bacharel em Teologia pelo Instituto Pio XI (SP). Atuou ainda como diretor do Centro Salesiano de Computação na cidade de Colombo (Sri Lanka), foi diretor geral das Faculdades Salesianas do Nordeste e atualmente é vice inspetor da Inspetoria Salesiana do Nordeste.

UFRN: Doutorando de Administração é aceito no Massachusetts Intitute of Technology de Boston

O doutorando do Programa de pós-graduação em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Felipe Luiz Neves, foi aprovado para realização do doutorado sanduíche no Massachusetts Institute of Technology (MIT), considerada a melhor universidade do mundo em tecnologia.

Felipe Neves trabalha especificamente com empreendedorismo e métodos quantitativos e, durante o doutorado sanduíche, pretende avaliar o efeito dos pares na capacidade de indivíduos a se tornarem empreendedores. Seu trabalho parte de um modelo de Matthew Jackson, Social and Economic Network Analysis, que  analisa as redes sociais e econômicas e seu impacto sobre o comportamento humano.

MIT: A maior do mundo em tecnologia
Para ingressar no MIT, o processo seletivo é bem diferente do Brasil. A seleção é feita por meio das cartas de recomendações, valorizando o perfil do estudante, juntamente com o seu desempenho acadêmico. “Estou muito feliz por essa conquista para a educação potiguar. Para mim, é um grande orgulho poder fazer parte da UFRN. O processo de aceite durou quase três anos e se iniciou com a realização da minha dissertação, que teve coautoria de Renato Lima, pesquisador do MIT”, explica Neves.

O estágio será realizado no Departamento de Ciência Política e terá duração de 1 ano, com início previsto para setembro de 2015.  Felipe é professor do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e vinculado ao grupo de pesquisa em métodos quantitativos aplicados às Ciências Sociais da UFRN, coordenado pelos professores Luciano Sampaio, do Departamento de Ciências Administrativas (DEPAD), e Raquel Sampaio, da Escola de Ciências e Tecnologia (ECT).

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Educação aberta ao diálogo: Secretário Francisco das Chagas tem primeira reunião com o SINTE-RN

Francisco das Chagas recebe Sindicato na SEEC
Bastaram apenas duas semanas  à frente da Secretaria de Educação do RN para o novo secretário Francisco das Chagas mostrar que as portas da pasta estão abertas à sociedade civil e aos representantes das diversas categorias de trabalhadores que atuam na Educação Pública do Estado.

Francisco das Chagas se reuniu na tarde da segunda-feira (12) com os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (SINTE-RN). O encontro, realizado na Sala de Reuniões da SEEC, no Centro Administrativo, em Natal, foi a primeira audiência entre a secretaria e o sindicato neste ano e marca uma grande mudança de atitude da nova gestão com relação ao procedimento isolacionista da administração anterior, finda no dia 31 de dezembro de 2014.

O objetivo do primeiro encontro entre o gestor da Educação Estadual e o comando do SINTE foi a apresentação por parte dos sindicalistas das pautas da entidade, com ênfase na convocação de professores e no reajuste salarial. 

Chagas conversa com professores
A coordenadora geral do SINTE-RN, professora Fátima Cardoso, destaca a maneira aberta de diálogo que se inaugura na Secretaria de Educação do RN: “Ainda teremos outras audiências devido ao número de assuntos que devemos tratar, porém o diálogo iniciado hoje mostra a boa vontade na nova equipe em ouvir o sindicato”.

O professor Francisco das Chagas fala da importância do diálogo com os representantes da categoria dos professores.  “Estamos na segunda semana da nova gestão e já recebo esta importante comitiva formada por professores. Ouvir os professores é necessário para podermos construir qualquer ação dentro da secretaria”, disse Chagas.

Na ocasião, também ficou acertado que novas audiências acontecerão nas próximas semanas, para que secretaria e sindicato possam colocar em prática aspectos da pauta discutida.. Durante essa semana o secretário Francisco das Chagas terá audiências e reuniões com outros setores da sociedade para discutir as ações e programas executados pela Secretaria de Estado da Educação e da Cultura. 

Ufersa: Pesquisa estuda o uso do Sorgo Sacarino para a produção de energia elétrica

Pesquisadores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) estão avançando no estudo do uso do Sorgo Sacarino para a produção de etanol e a produção de biomassa visando a geração de energia. O experimento instalado no município de Upanema busca fontes mais competitivas e soluções para a redução das emissões de Dióxido de Carbono.

A produção de energia elétrica em larga escala a partir da biomassa é um tema estudado com grande interesse em vários países do mundo. A Ufersa se dedica nas pesquisas a partir de cinco variedades de sorgo, sendo três variedades originadas na Embrapa e outras duas no Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).
Plantação de Sorgo em Upanema

O professor José Francismar de Medeiros coordena a pesquisa e explica que ela surgiu da necessidade evidenciada a partir da crise do combustível e também com as preocupações ambientais. Já a escolha pelo sorgo para produção de biomassa justifica-se pelo seu alto potencial energético.

Atualmente, a Cana-de-açúcar é a mais empregada na produção de etanol. No entanto, os pesquisadores da Ufersa defendem que o uso do Sorgo Sacarino é mais vantajoso, pois detém maior rapidez no ciclo de produção, três a quatro meses, cultura mecanizável com plantio por sementes e colheita mecânica, e é adaptável à variação de ambientes. 

Levando em consideração as condições do Semiárido, a Cana-de-Açúcar pode chegar à produção de até 100 toneladas por hectares em um ano, mas com um consumo de água muito maior do que do sorgo.

Os colmos do Sorgo, por sua vez, produzem açúcares diretamente fermentáveis e a produção de biomassa é de 60 a 80 toneladas por hectares. “Pode-se utilizar ainda o bagaço como fonte de biomassa para industrialização, cogeração de eletricidade, etanol de segunda geração ou forragem para animais, contribuindo para um balanço energético favorável”, diz José Francismar.

A equipe que desenvolve o estudo é composta ainda pelos estudantes de Pós-doutorado Halan Vieira de Queiroz Tomaz (CNPq) e o doutorando Raniere Barbosa de Lira.

Os três integrantes do Programa de Pós-graduação da Ufersa pretendem até o final do estudo determinar as variedades de forrageiro e sorgo mais indicado para a região para produção de sacarose e biomassa.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

ENEM 2014: Ministério da Educação divulga notas nesta terça-feira (13)

O Ministério da Educação disponibiliza para consultas as notas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), ano 2014, nesta terça-feira (13).

O resultado do ENEM é utilizado como critério para a entradas na universidade pública da rede federal através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Para acessar o resultado, o estudante precisará do número de inscrição ou CPF e da senha criada na hora da inscrição.

A quantidade de vagas que a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) oferece neste ano pelo Sistema de Seleção Unificada (SISU) pode ser acessada a partir desta segunda-feira (12). As vagas estão divididas por curso e por cidades no endereço eletrônico do portal do SiSU. As inscrições iniciam na próxima segunda-feira, 19, e se estendem até as 22h59 do dia 22, através do site sisu.mec.gov.br.

As vagas para ingresso na UFRN serão oferecidas em sua totalidade na 1º edição anual do SiSU, ficando a oferta de vagas na 2º edição restrita a cursos esporádicos ou situações excepcionais. Além disso, haverá a unificação da nota mínima de ingresso, fixada em 450 pontos, independente da área do curso.

sábado, 10 de janeiro de 2015

UFRN: Instituto Metrópole Digital tem concurso com 07 vagas para professor

Instituto Metrópole Digital
O Instituto Metrópole Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em Natal, está com inscrições abertas até esta sexta-feira (16) para o concurso público de provas e títulos para os cargos de professor do magistério superior e do ensino básico, técnico e tecnológico. Estão sendo ofertadas um total de sete vagas, sendo uma vaga para cada disciplina.

Para a Carreira do Magistério Superior estão disponibilizadas vagas para professor das disciplinas Bioinformática; Design da Interação e Interfaces; Engenharia de Software; Programação de Jogos Digitais; Segurança de Redes de Computadores; e Sistema Embarcados. Para essas vagas é exigido do candidato o título de Doutor.

Para a Carreira do Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, estão sendo ofertadas vagas para as disciplinas Eletrônica e Matemática aplicada à Tecnologia da Informação. Nesse caso, o candidato pode ter título de Doutor, Mestre ou Graduado.

Os editais dos concursos estão disponíveis no site da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas da UFRN , nos  links progesp1 e progesp2 .

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Novo secretário George Câmara toma posse defendendo uma política pública de Estado para o Esporte e para o Lazer

George Câmara fala na solenidade de posse
“A tarefa de comandar o Esporte e o Lazer é árdua, mas é também prazerosa, estamos prontos para construir um novo Estado. Estamos conscientes que as políticas públicas devam ser políticas de Estado. Sabemos da grande expectativa criada acerca do dia seguinte do novo governo. O governo é uma orquestra com o desafio de ser afinada em si mesma, e com o grande desafio de ser afinada com uma orquestra muito maior, que é a orquestra do povo do Rio Grande do Norte.”

Essas afirmações foram feitas pelo novo secretário do George Câmara, na solenidade de assinatura do termo de posse como titular da pasta do Esporte e do Lazer do RN ocorrida na tarde da quarta-feira (7) no auditório da governadoria, no Centro Administrativo do Governo do Estado, em Natal.

Falando sobre o novo secretário do Esporte e do Lazer do RN, o governador Robinson Faria ressaltou a capacidade de ver a gestão pública em toda a sua dimensão.

“George Câmara poderia ocupar qualquer cargo do governo, é um nome versátil que pode dar conta de qualquer função, qualquer lugar é a sua praia, e o seu nome engrandece o nosso governo”, afirmou o governador.

Robinson Faria também destacou a necessidade que o Estado tem hoje de um governo de real mudança e que saiba ouvir as ruas.

“O povo que confiou e apostou em nós quer um governo realmente de mudança. Estamos mostrando que esse não é um governo de conveniências, esse é um governo de convicções. Só triunfaremos se soubermos interpretar o que o povo está querendo de nós. Essa interpretação já representa triunfo e a possibilidade real de nosso êxito”, disse Robinson.

Na mesma solenidade também foram empossados o novo secretário de Estado da Justiça e da Cidadania, Zaiden Heronildes da Silva Filho, e o novo controlador geral do Estado, Ricardo Furtado.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Professor Chagas fala em dar qualidade social para a clientela das escolas estaduais do RN

Secretário Francisco das Chagas Fernandes
O secretário estadual de Educação, professor Francisco das Chagas Fernandes, reafirmou durante discurso de posse, na manhã da segunda-feira (5), no auditório da SEEC, que as políticas públicas para desenvolvimento do segmento educacional do Rio Grande do Norte devem ter continuidade, mas advertiu que todos os projetos serão reavaliados e observados, com intenção melhorá-los.

 “Não temos que zerar nada. A política pública é de Estado e não de governo, tem que ter continuidade”, disse Chagas Fernandes ao receber um relatório com quase 900 páginas da gestão que chegou ao fim.

“Espero que o relatório que recebo da professora Betânia Ramalho seja um relato do que ela gostaria de informar sobre a situação da Secretaria Estadual de Educação”, disse.

Para Chagas, toda política de governo está sujeita a continuidade, mas também ao necessário aperfeiçoamento.

A grande ênfase em seu discurso de posse foi dada para necessidade da oferta de uma Educação Pública que garanta qualidade social a sua clientela. Ele disse que o principal objetivo de sua presença à frente da educação estadual é trabalhar por essa qualidade social para todos que integram o sistema. Qualidade social que começa no direito à matrícula sem entraves burocráticos e prossegue na efetiva presença de todos na escola.

É exatamente a questão da falta de qualidade social no sistema educacional que mais preocupa o secretário. São milhares de crianças fora da sala de aula, fora de séries, repetência e evasão escolar, além de milhares de alfabetos em todo o país.

Eixos para nortear a escola pública

Para modificar a realidade de falta de qualidade social na Escola Pública, Chagas Fernandes estabelece cinco eixos que irão nortear sua passagem pela Secretaria Estadual de Educação do RN.

O primeiro deles será a formação continuada de professores. “Temos que garantir a meta 17 de educação básica do país”, afirma. 

O segundo será a gestão democrática, que não se trata de direção escolar, mas de conceito amplo que garanta a transparência nas ações pedagógicas e administrativas.

O terceiro será sobre a diversidade na inclusão social, como é o caso do  direito à educação das pessoas portadoras de deficiência.

Depois vem a aprendizagem no currículo. “Estamos atrasados sobre currículo no país, vamos ter grande trabalho para que o problema de aprendizagem esteja no cotidiano escolar” fala Chagas. 

E por fim, o que o novo secretário classifica de articular o sistema educacional. Chagas explicou que o processo educacional deve ter a colaboração de todas as esferas de poder, entre município, Estado e União, além das universidades públicas. “Isso será essencial para garantir a qualidade do ensino na escola pública” finalizou.

sábado, 3 de janeiro de 2015

Ufersa: Campus de Pau dos Ferros vai ganhar novos cursos

O Campus de Pau dos Ferros da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido) receberá a chegada de mais quatro cursos em 2015. Estará oferecendo os cursos de Bacharelado em Ciência e Tecnologia, o chamado BCT, já existente, e mais Engenharia Ambiental e Sanitária, Arquitetura e Urbanismo e Bacharelado em Tecnologia da Informação, chamado de BTI.

Construção na Ufersa Pau dos Ferros
As novas possibilidades de acesso, contudo, não traz aumento significativo para a quantidade de vagas a ser disponibilizada. Em 2015, já com os novos cursos, a Ufersa Pau dos Ferros oferecerá 200 vagas, 50 a mais do que em 2014. Isso acontece porque foi feito um remanejamento para oferecer maior variedade de cursos, sem uma preocupação maior com o aumento da oferta de vagas.

A divulgação oficial da Ufersa diz que o curso de BCT passará a contar apenas com 80 vagas, enquanto o novo curso de BTI terá 80 vagas e o de Arquitetura e Urbanismo oferecerá 40 vagas por semestre.

A chegada do Curso de Arquitetura e Urbanismo é comemorada pela comunidade acadêmica, visto ser uma das graduações mais solicitadas. O professor Alexsandro Pereiro Lima, diretor do Câmpus, ressalta a importância do novo curso para o crescimento da região. “A Universidade vai formar profissional voltado para expansão do setor de construção civil, estética da paisagem, artes, planejamento urbano das cidades, bem como setores relacionados à tecnologia na arquitetura e áreas afins como engenharia civil, ambiental e de materiais”.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Discurso de Robinson Faria faz referência ao sucateamento das escolas estaduais nos últimos anos

Íntegra do discurso de posse do novo governador do RN no Centro de Convenções de Natal na noite desta quinta-feira (01)

"Brasileiros do Rio Grande do Norte,

Neste momento, a minha vida se confunde com a força de todas as minhas emoções. E lanço ao passado um olhar na busca do que aprendi na escola da vida, “onde não há férias”. Com a humildade de perceber que o maior aprendizado ainda está por vir, pedindo matrícula ao futuro. O presente é o desafio, numa hora em que a coragem e a obstinação são companheiras indispensáveis.

Nunca houve na história política do Rio Grande do Norte um candidato a governador tão abastecido de solidão.

Dos líderes consolidados, o conselho à desistência. De alguns, aliados de outras lutas, a observação deselegante de que a melhor decisão seria a fuga.

Ou então, na melhor das hipóteses, a composição servil, compondo chapa na arrumação de um acordo conveniente à manutenção dos mesmos mandatários, historicamente estabelecidos na comodidade e força do poder.

Amparado no afeto da minha família, na memória do meu pai, na colaboração dos meus fiéis aliados, a motivação que me sustenta é ser um instrumento da melhoria de vida do povo potiguar. O generoso sofrido povo, que se revestiu de esperança e me delegou a maravilhosa missão de conduzir seu destino nos próximos anos.

Ao dizer na campanha que ser o melhor governador da história do Rio Grande do Norte era minha motivação, não havia nem há nessa afirmativa qualquer sentido de presunção ou vaidade pessoal.

É a motivação que me obriga a colocar-me a serviço do povo. A ele como objeto mais que principal, pois único, a justificar essa motivação.

Mais do que o líder escolhido livremente pela vontade soberana dos potiguares, invisto-me da condição de servo do meu povo

E é em nome dele, por ele e para ele que governarei o Rio Grande do Norte. Condição que me leva às fontes onde colhemos os conceitos de Democracia.

Venho de oito embates eleitorais, ainda não conheci, graças a Deus, o amargor da derrota.

Mesmo tendo sido preterido em várias tentativas de me expor à apreciação popular. ​

Não posso considerar derrotas as decisões de cúpula ou de interesse que me excluíram das disputas a que sempre me dispus, e em todas elas sempre movido pelo interesse público.

Porém, essa vitória que me trouxe à beleza e a magia deste momento não tem comparação. Ela é Ímpar em todos os ângulos. Única, na grandiosidade dos números e especialíssima nas circunstâncias que formam os conflitos políticos a sinalizar uma era nova.

Há uma explícita perplexidade a tentar entender o que houve. Ocorre que o povo de tão facilmente enganado, guarda seus segredos indecifráveis.

A resposta popular, neste pleito, que criou este momento, é uma prova desse esconderijo onde o povo surpreende os que se julgavam proprietários da sua vontade. Descobriram que possuir o destino não é o mesmo que possuir a vontade, eternamente.

O momento de reconstrução clama por decisões e atos tão urgentes que descartam ambições pessoais, mágoas ou paixões.

De tão óbvios os clamores, escancarados em todos os recantos da sociedade, que dispensam até a seletiva escolha de prioridades. Vez que cada um dos setores da vida pública acaba por ser parte da prioridade geral. E a prioridade geral é o bem estar do povo.

Não pode haver educação sem saúde, nem saúde sem segurança, nem segurança sem educação.

De tão ligados, nessa tecedura umbilical, e de tão urgentes no clamar por soluções imediatas, confundem-se em utilidade e misturam-se nas fronteiras. São anteriores ao próprio conceito de prioridade. Urdidura do organismo coletivo.

Cada um desses órgãos, componentes do organismo social, tratado especificamente com sucesso, ajudará na solução dos problemas que afligem os outros. O tratamento específico observa o órgão, o cuidado geral visa o organismo.

Na Educação; a implantação efetiva do Plano Nacional de Educação, já previsto e definido em Lei. Convocar as Universidades, públicas e privadas, mediante convênios ou outras formas legais, para compor parcerias permanentes com a gestão estadual.

Elaborar um programa de erradicação definitiva do analfabetismo. Consolidar a municipalização da educação infantil, apoiando os Municípios e fiscalizando os resultados.

Implantar no estado o programa “Brasil Profissionalizado”. Lançar e efetivar o Pronatec estadual. Convocar pais e familiares dos alunos para participarem das decisões escolares. Dignificar a atividade professoral, com salários dignos, respeito profissional e preparação acadêmica.

A situação de sucateamento das escolas não é muito diferente do quadro semelhante, na saúde. Falta de equipamentos, prédios abandonados ou caindo, professores desestimulados, alunos sem aulas.

É uma paisagem de estarrecer, exatamente onde se edifica a promoção humana. O compromisso que assumo, nesta hora, é enfrentar com coragem e inteligência o desafio de mudar esse cenário.

Na saúde; a recuperação dos hospitais regionais, vinte e cinco unidades que se encontram hoje entregues ao abandono, completamente sucateados. Recuperá-los e redefinir os seus perfis.

Criação dos “centros de diagnóstico”, inicialmente em Natal e Mossoró, com vistas a expandi-los, com o fim de desafogar as outras unidades hospitalares.

A Construção do tão sonhado Hospital de Traumas, deixando no Walfredo Gurgel apenas as urgências neurológicas e cardiológicas e o atendimento de cirurgias eletivas.

É urgente retirar dos corredores a condição degradante de enfermarias da vergonha. Valorizar e apoiar os servidores da saúde, em todos os seus níveis.

Estimular e reforçar todas as campanhas preventivas de epidemias, com recursos e convocação das comunidades, dando o exemplo para colher credibilidade.

Estabelecimento de metas que evitem as doenças, antes de sua instalação. Numa ação que integrará um conjunto obreiro, que vai do saneamento, tratamento de águas e campanhas educativas.

Atender a demanda dos carentes no caso de medicamentos caros, devidamente comprovada a carência e a prescrição médica. Não esperar pela judicialização, como ocorre hoje, com bloqueio de recursos e ocupando a justiça, já bastante ocupada e demandada.

Estimular, com a participação universitária, as pesquisas e as providências profiláticas.

Na Segurança; a implantação da Ronda Cidadã, já testada e confirmada em vários lugares do mundo. Onde não deu certo, exceção, o insucesso foi resultado de causas alheias ao espírito do programa. Humanização do servidor da segurança.

No caso dos militares, corrigir o absurdo de dez anos sem promoção. Revisão do Estatuto da Polícia Militar. Aparelhamento técnico e humano da Polícia Civil. Cobrar das polícias, após cuidar dos seus direitos legítimos, o retorno do seu trabalho e entusiasmo na proteção à sociedade.

Essa proteção é um direito inarredável do cidadão comum. Haverá, por parte do governo, uma cobrança diária e exigência hierárquica desse trabalho, que é dever do poder público.

Estabelecidas as prioridades de emergência, não descuidarei dos outros núcleos da vida em sociedade. Pois ao lado delas, não menos importantes, existem as atividades que formam, harmonizam e promovem a convivência social.

Não há sociedade livre sem cultura, turismo, lazer, esporte, vida empresarial, atividade comercial, criatividade artística. Tudo tão intrinsicamente irmanado que se configura impossível estabelecer graus de importância. São atividades vitais, que terão do meu governo a presença constante e o apoio permanente.

Declarei, na campanha, que faria um governo eminentemente técnico. Já cumpri a minha primeira palavra com o povo do Rio Grande do Norte. Porém, isso não significa desmerecer ou excluir decisões políticas. Pelo contrário, a técnica só será bem sucedida se alicerçada em decisões políticas consistentes.

A decisão política diz o que deve ser feito. A ação técnica realiza o que o tino político decidiu. O povo me delegou o poder-dever da decisão política e a responsabilidade pelo resultado técnico. É assim que será.

O turismo é fonte de renda em Natal e no interior. A natureza nos deu de presente o privilégio da paisagem que encanta e o clima que agasalha. Do mar às serras.

Os dois lados da atividade turística merecem atenção. O turista quer ser recebido com segurança, afago, acolhimento digno. O comerciante, o artista, o promotor cultural, são elos indispensáveis, na parceria com a natureza, para dar ao turista a vontade de voltar.

A Cultura na terra de Cascudo, não pode ficar na dependência da mendicância eterna. O poder estatal não faz cultura, que é obra do povo, pelo talento de sua gente, mas pode colaborar dando a essa atividade do espírito as condições de florescimento.

E aí se incluem o lazer e a diversão. Atividades da natureza artística do homem.

O esporte é o suporte da dignidade física, componente inseparável da saúde psicossocial. Corpo e mente, a contemplar a dignificação coletiva.

A atividade empresarial, numa terra pobre, precisa de apoios e incentivos. O governo estará atento às suas legítimas reivindicações no campo do exercício da vida produtiva e comercial, para que todos colham os frutos dessa convivência.

Há um velho adágio do Direito Comercial que professa: “Onde existe harmonia, há comércio. Onde há comércio, existe harmonia”.

Darei especial atenção ao estado de penúria em que vive o interior do Estado. Nas suas diversas regiões, com vocações diferentes e problemas assemelhados.

O Nordeste não pode mais ser exportador humano para o sudeste. Lá, não há mais abrigo suficiente nem para os de lá. Até a seca, companheira dos nossos atropelos, acabou de armar tenda no antigo eldorado.

Havemos, pois, que nos virar com nossos recursos, nossa criatividade e nossa força humana. Ou como diria o fabulário popular, “nos costurarmos com nossas próprias linhas”.

Urge convocar interessados e estudiosos para elaborar e executar um programa eficiente e duradouro de recuperação na vida no campo.

Sem alternativas de sobrevivência, os nascidos nas pequenas comunidades migram para a periferia da capital, das cidades médias e das cidades-polos. Num processo de inchaço que cria um ciclo vicioso que vai do desemprego à marginalidade e daí à violência.

Não há outra saída que não seja dar aos nossos irmãos do campo condições de vida digna na sua terra de nascimento, e que o resto do mundo seja apenas objeto de visita e não de fuga.

Ao reverter essa realidade perversa, as consequências do benefício serão sentidas principalmente nas cidades.

Há um sem números de pequenas e localizadas providências que poderão iniciar a reversão desse problema. Tudo dependerá da vontade política e do apoio da coletividade. Essa é uma providência com carência de ontem.

Não há desenvolvimento nem progresso econômico sem o fortalecimento das cadeias produtivas. Apoiar os investidores, garantir segurança jurídica aos investimentos realizados no estado. Promover e ampliar a geração de empregos, criando oportunidades concretas de trabalho para os potiguares. Permitir que eles possam ter um futuro digno para suas famílias.

Esse é um compromisso que perseguirei com muita coragem e determinação. Precisamos, dentro de uma grande pactuação e uma corrente de fraternidade, tirar o Rio Grande do Norte desse estado letárgico em que se encontra.

Empresários e investidores terão no governador, um parceiro permanente na busca por um estado economicamente mais forte e socialmente mais justo.

Com determinação e vontade política, vamos trabalhar de mãos dadas com os setores produtivos para tornar o nosso Rio Grande do Norte, um estado realmente competitivo.

Esse governo que ora se inicia terá como marca absoluta a eficiência, a transparência, a solidariedade e o respeito às pessoas.

Um governo humanitário, meu grande sonho, preocupado com os últimos. Comprometido em atender bem e com qualidade os que mais necessitam do apoio do Estado.

Ao percorrer o Estado durante a campanha, me deparei com situações perversas. Como o sofrimento de mães enfrentando com seus filhos nos braços longas filas por uma lata d`água. Crianças fora da escola, obrigadas a mendigar para garantir o mínimo de sobrevivência. Ou como a situação de famílias destroçadas por causa das drogas, abandonadas em sua própria sorte e sem ter a quem recorrer.

Tudo isso tocou profundamente o meu coração. E me fez, mais uma vez, jurar a Deus, que eleito Governador, lutarei todos os dias da administração para devolver a essas pessoas, a dignidade e a perspectiva de futuro.

Vamos cuidar dos mais necessitados. Cuidar daqueles que por algum infortúnio, caíram na desgraça das drogas. O crack hoje domina as cidades e o campo. É preciso combater com firmeza essa situação degradante.

Buscarei as parcerias necessárias para dotar o estado de centros de recuperação dos dependentes químicos e de apoio ás suas famílias. Vamos criar condições para que as empresas possam participar do processo de reinserção social daquelas pessoas que caíram nas drogas e conseguiram se livrar desse terrível mal.

Tenho plena consciência de que não resolveremos tudo de uma hora para outra. Mas, com certeza, vamos estruturar e consolidar os caminhos para garantir aos nossos irmãos mais carentes e desassistidos, oportunidades para que possam sonhar com uma vida saudável e, reconstruir com dignidade as suas famílias.

Faremos grandes obras, não tenho dúvidas. Mas, a obra mais importante, aquela que me trará satisfação pessoal, será cuidar bem dos potiguares que clamam pela presença do estado de forma eficiente e digna.

Santo Agostinho certa vez afirmou que, “Mesmo que já tenha feito uma longa caminhada, sempre haverá mais um caminho a percorrer”. Essa mensagem sintetiza o longo trabalho que teremos pela frente na busca por um estado melhor e mais solidário para com o seu povo.

Uma palavra ao servidor público. Não pode haver boa administração sem respeito aos que prestam serviços nas atividades meio ou fim da administração pública. Vamos convoca-los ao diálogo, encontrar saídas, buscar soluções. Ao tempo em que cobraremos resultados, com vistas ao atendimento das necessidades dos companheiros do nosso trabalho.

Pretendo realizar um governo no mais rigoroso controle da legalidade. Não confundo legalidade com burocracia. Os entraves burocráticos podem e devem ser vencidos dentro da legalidade.

A burocracia não pode ser desculpa para a ineficiência. Ela é o condão da preguiça.

Exigir de um aluno que pede matrícula numa escola o seu currículo escolar é formalidade legal, não é burocracia.

Exigir de um doente, que chega às pressas para ser socorrido num hospital, os seus documentos antes de socorrê-lo, é burocracia, não é formalidade legal.

A convivência do meu governo com a Lei será tão natural quanto a legitimidade da investidura do meu mandato.

Aqui mando aos outros poderes, Legislativo e Judiciário, minha saudação de irmandade. Manteremos relações de independência, harmonia e tratamento respeitoso.

O Legislativo foi até hoje minha única morada política. Não tenho dificuldade em afirmar que minha gestão à frente da Assembleia Legislativa revolucionou as relações daquela casa com a população. Tanto nas obras de edificação do Poder Legislativo quanto na inovação das relações do Poder com o povo.

Fiz a Assembleia descer as escadas do Palácio José Augusto em busca do encontro com o povo. Sem que a Assembleia deixasse de ser a “casa do povo”, fiz com que as ruas das cidades virassem a moradia da Assembleia.

Este momento é a prova mais cabal de que o sonho é o preparador da realidade. Tivesse eu desistido do sonho, do encanto da sua beleza, pela face crua da realidade que me mostravam, este momento não estaria se consumando.

Sonhei sozinho. Agora, o sonho é da multidão.

Precisei agregar coragem ao sonho. Juntei a essas virtudes, a determinação, a humildade, a sinceridade, a lealdade, a ousadia que promovem a superação.

Só um sonhador incurável chegaria onde agora me ponho. Ao lado do povo e ao abrigo do sonho.

Mas tudo isso seria inútil se me faltasse a fé. Sou eminentemente um homem de fé. Primeiro, em Deus. Depois, no povo do Rio Grande do Norte. Só assim teci as fibras do sonho e o fiz vestimenta da luta.

Resgatei, na passagem pelos caminhos da campanha, bandeiras abandonadas. Passei a recolhê-las, lavá-las e devolvê-las ao tremular dos ventos. Sem distinção dos ranços do passado, recolhi momentos, cores e virtudes.

Banhei de vermelho a esperança abandonada; pois a paciência do povo, incansável no esperar, não distingue cores.

Prometo um governo austero, transparente, que honre a grandeza da vitória inquestionável.

A nossa decisão é fazer um governo inovador. Não apenas nas medidas administrativas. Mas nas atitudes do próprio Governador. Renunciarei a casa do governo. Numa demonstração de que o governador pode morar na sua própria casa e abrir mão das mordomias.

Vitória tão grandiosa que ainda não mereceu uma explicação sucinta do seu desfecho. Deixando perplexos cientistas políticos e analistas da mídia.

Não poderia, num momento como este, deixar de agradecer a quem sempre esteve comigo e acreditou no meu sonho. E mais do que isso, incentivou, apoiou e nunca me deixou desistir.

Agradeço em especial a minha esposa Julianne, que com sua determinação, seu carinho e seu amor, esteve sempre ao meu lado. Principalmente naqueles momentos de indefinições e angústias.

Agradeço também, ao meu filho Fábio Faria. Incansável nessa batalha, abdicou, em muitos momentos da sua campanha à Deputado Federal para cuidar da campanha do seu pai.

Ás minhas filhas Natália e Janine que se desdobraram de forma incansável na campanha, apresentando o meu nome e levando as minhas propostas ao povo em reuniões e encontros políticos.

Aos meus filhos pequenos, Maria Fernanda, Maria Luiza e Gabriel, que ainda na sua inocência compreenderam, em muitas ocasiões, a ausência do pai.

Á minha família, o verdadeiro esteio da minha vida, o meu agradecimento, o meu carinho e o meu amor.

Agradeço também aos meus companheiros de jornada. Ao meu vice-governador, Fábio Dantas, corajoso, articulador, peça fundamental em nossa vitória, ao PC do B, ao PT, uma palavra que sai do coração. O PT que deu de presente ao Rio Grande do Norte e ao Brasil a Senadora Fátima Bezerra. Meu amigo, Fernando Mineiro que engrandece o Legislativo.

Não posso deixar de agradecer também aos outros partidos que compuseram a nossa aliança: ao PP, PEN, PRTB, PTdoB e PTC. Mas quero aqui agradecer o meu partido, o PSD, que criamos com muita dificuldade. Vejo aqui o deputado José Dias, o deputado Galeno, o deputado Disson e a deputada Cristiane Dantas do PCdoB. Ao meu amigo, prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior. Obrigado a você e o povo de Mossoró. Se não fosse essa parceria eu não seria o Governador do Rio Grande do Norte. Juntos, levamos a nossa mensagem a todos os recantos do Estado. Juntos, construímos essa histórica vitória.

Mas eu quero agradecer o partido das pessoas anônimas, as responsáveis para que eu me tornasse Governador do Rio Grande do Norte que levantaram comigo as bandeiras da coragem, da persistência e da superação.

Mas esse momento é também uma jornada de festa. Implantemos na alma o realismo da lição cristã. A serenidade, paciência, compreensão. Tudo no estuário da fé.

O sonho me trouxe aqui. A fé me levará ao encontro do destino. Ao me ajoelhar, num gesto simbólico de uma aliança íntima da minha relação com Deus, eu me pus ao amparo dos seus desígnios e ao nível de igualdade com o povo.

Serei incansável na luta pela promoção do desenvolvimento econômico, social e na construção de uma gestão que traga de volta aos norte-rio-grandenses, a honra de serem filhos desta terra tão amada.

Me inspiro no ensinamento de São Francisco de Assis quando diz que, “devemos aceitar com serenidade as coisas que não podemos modificar, ter coragem para modificar as que podemos e sabedoria para perceber a diferença”. Afinal, tudo aquilo que se compartilha se multiplica.

Que Deus guarde o governo do povo, a mim confiado por ele, e que essa confiança confirme a beleza do sonho edificado.

Com Deus no coração, fé na alma e muita vontade de acertar, vamos em frente!

Vamos à luta e vamos trabalhar pelo Rio Grande do Norte. Muito obrigado!

Robinson Faria"