sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Ufersa quer parceria com Petrobras para análises laboratoriais

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), com campus central em Mossoró, RN, pretende ser parceria da Petrobrás para prestação de serviços na área de análises laboratoriais. Conversas nesse sentido foram mantidas no último dia 20 em reunião na reitoria da Ufersa com representantes da gerência de suporte operacional da Petrobras.

Participaram da reunião o reitor da Ufersa,  professor José de Arimatea de Matos, o gerente de suporte operacional, Antônio Alvino, a gerente setorial de laboratórios de fluídos, Maria Elenice Pinho de Oliveira.

Durante a reunião, Antônio Alvino, ressaltou que mensalmente a Petrobras realiza mais de 30 mil análises e que uma parcela dessa demanda poderia ser absorvida pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido, a exemplo do que já acontece na UFRN. “A Petrobras dispõe de contratos em vários locais do país para realizar todas as demandas, então, por que não realizarmos parte dessas análises em Mossoró?”, questionou Alvino.

O gerente da Petrobras disse ainda que esse trabalho  pode começar a partir de pequenos contratos. A Petrobras tem interesse de análises nas áreas de preservação ambiental, corrosão, água, solo e polímeros. O gerente disse reconhecer o potencial da Ufersa em recursos humanos, formado na sua totalidade por professores mestre e doutores.

Inicalmente, a parceria seria voltada para a prestação de serviço via Fundação Guimarães Duque. Outras alternativas foram destacadas para médio e curto prazos, como a viabilização de um convênio entre a Universidade e a Petrobras ou ainda financiamento, via P.I.D, com a anuência da Associação Nacional de Petróleo. “Poderíamos começar com o que a Universidade dispõe e, posteriormente, aperfeiçoar com o incremento dos laboratórios e aquisição de novos equipamentos”, ressaltou Antônio Alvino.

A ideia de parceria com a Petrobras está entusiasmando o reitor, José de Arimatea, e os demais professores da Ufersa. “Esse processo de aproximação com a Petrobras nas áreas das engenharias é de grande importância para a Universidade”, disse Arimatea. O reitor adiantou que a Universidade já conta com o compromisso da estatal para equipar o Memorial Paulo Freire que vem sendo construído no Campus de Angicos. “Temos total interesse em avançar também na área das engenharias”, frisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário