sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Olimpíada Brasileira de Matemática está com inscrições abertas

As inscrições para a 11ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) estão abertas desde a segunda-feira (23) e irão até o dia 31 de março. As inscrições dos alunos devem ser feitas pelas escolas através da site da Olimpíada.

A olimpíada é promovida pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e premiará 6.500 alunos com medalhas e cerca de 46.200 com menções honrosas.

O certame tem três níveis de participação (nível 1: alunos do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental; nível 2: alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental; e nível 3: alunos do 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio). É dividido em duas fases: no dia 2 de junho, acontecem as provas da 1ª fase. Os alunos classificados farão a prova da 2ª fase no dia 12 de setembro, e os resultados serão divulgados no site da Olimpíada no dia 27 de novembro.

Os 6.500 medalhistas da OBMEP 2015 serão convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) que será realizado ao longo de 2016.

Além de premiar os estudantes com melhor desempenho na prova da 2ª fase, a OBMEP também premia professores, escolas e secretarias de educação de municípios que se destacaram em virtude do desempenho dos seus alunos.

Segundo dados do IMPA, o certame mobiliza hoje a mais de 18 milhões de alunos de aproximadamente 31 mil escolas localizadas em 99% dos municípios brasileiros.

A Olimpíada foi criada em 2005 e é feita com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, e o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Natal: Instituto Internacional de Física promove seminário com ex-ministro de Ciência e Tecnologia

Ex-ministro e pesquisador Sérgio Rezende
O ex-ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, apresenta seminário nesta quinta-feira (26) com promoção do Instituto  Internacional de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento acontece às 10h30 na sala de seminários do Instituto Internacional de Física, em Natal.

Sérgio Rezende apresenta o seminário "Spin Current Phenomena: New Impetus To Spintronics" para os membros do Instituto de Física, comunidade científica e interessados no assunto. A apresentação será feita em Inglês para brasileiros e estrangeiros.

Seu campo de trabalho é o da Física de Materiais, com ênfase em Materiais Magnéticos e Propriedades Magnéticas, atuando em física experimental e física teórica, principalmente nos temas relacionados ao magnetismo, a magneto-óptica, materiais magnéticos, multicamadas magnéticas, materiais nanoestruturados e spintrônica.

Sérgio Rezende é ex-ministro de Ciência e Tecnologia, ex-presidente do Finep, membro da Academia de Ciência dos Países em Desenvolvimento, da American Physical Society e do Instituto for Electrical and Electronic Engineers, e atualmente é professor titular do Departamento de Física da UFPE.

Dinheiro curto: UFRN revê prioridades para não prejudicar andamento da instituição

Reitoria busca revê gastos
O arrocho definido pelo Governo Federal no corte de verbas para a Educação começa a se fazer sentir na escassez de recursos para o andamento das ações da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) 

A instituição está tratando agora de rever suas prioridades para revê prioridades para não prejudicar suas ações e seu andamento cotidiano.

Apesar da restrição orçamentária impostas às universidades federais, o informe de sua assessoria de comunicação diz que a UFRN continua cumprindo os compromissos assumidos, como obras contratadas e demais contratos de serviços, como luz e água. “No momento seguimos trabalhando dentro da normalidade”, adiantou a reitora Ângela Maria Paiva Cruz na tarde da segunda-feira (23).

A orientação da reitora, diante da pendência da aprovação do orçamento 2015, é que “em vez de se fazer um corte linear, a administração central reveja, junto com dirigentes de unidades acadêmicas (os centros acadêmicos), suplementares e descentralizadas o que está planejado, estabelecendo as ações prioritárias, de forma que o desenvolvimento institucional não seja afetado”.

Ângela Paiva lembrou que a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) ainda não foi aprovada pelo Congresso, mas o MEC já recebeu um crédito extraordinário de 74 bilhões para investimento em obras, e que a UFRN também obteve cerca de 30% do valor solicitado para custeio.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Secretaria da Educação do RN reúne universidades públicas para tratar da alfabetização de jovens e adultos

Francisco das Chagas se reúne com reitores
O titular da Educação do RN, professor Francisco das Chagas Fernandes, coordenou na manhã desta sexta-feira (20), reunião sobre uma proposta de ação conjunta dentro do programa federal “Brasil Alfabetizado”.

Participaram da reunião, ocorrida no gabinete da Secretaria da Educação do RN, a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Paiva, o reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes, o pró-reitor do IFRN (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN), José Ivan Leite, e o pró-reitor de Graduação da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Augusto Carlos Pavão.

O secretário Francisco das Chagas destacou a importância e necessidade de avançar de forma conjunta com as universidades públicas e com o IFRN em uma proposta de alcance estadual no programa de alfabetização de jovens e adultos. Francisco das Chagas disse que existe a perspectiva do programa Brasil Alfabetizado ser aberto também para a participação das universidades.

“O Estado pode fazer o Brasil Alfabetizado com as universidades e o IFRN, em uma proposta onde todos sejam responsáveis. Nesse caso, temos que ver como as universidades irão entrar no programa e como elas irão motivar seus estudantes a participarem da alfabetização de jovens e adultos”, falou o secretário da Educação do RN.

A reitora da UFRN, Ângela Paiva, falou da responsabilidade de sua instituição em participar de um programa que tem como meta a erradicação do analfabetismo no Estado. “Devemos nos envolver de uma forma bem arrojada na erradicação do analfabetismo no RN. Temos uma responsabilidade sobre isso”, declarou a reitora da UFRN.

O reitor da UERN, Pedro Fernandes, parabenizou a Secretaria da Educação pela iniciativa de buscar uma ação conjunta das instituições visando à alfabetização de jovens e adultos. “Esse diálogo e a participação nessa iniciativa é uma obrigação de nossas instituições. Podem contar com a participação da UERN”, afirmou Pedro Fernandes.

O pró-reitor de Extensão do IFRN, José Ivan Leite, falou da possibilidade de engajamento dos estudantes no programa: “Dentro de um programa dessa natureza vejo grande possibilidade de integrar nossos alunos concluintes do Técnico na ação alfabetizadora liderada pela Secretaria da Educação”.

Augusto Carlos Pavão, pró-reitor de Graduação da Ufersa, vê relevância da iniciativa da SEEC/RN e disse que sua instituição está sendo chamada para participar de uma importante ação.

Na reunião, ficou definido que será constituída uma comissão com representantes da Secretaria da Educação do RN, das universidades públicas, do IFRN e do Instituto Kennedy. Até o final de março, os representantes das instituições deverão apresentar proposta sobre um plano de alfabetização de jovens e adultos para o Rio Grande do Norte.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

UFRN realiza aula magna com pesquisador em Neurociência de universidade belga

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) promove aula magna com o pesquisador em Neurociência Felipe Pegado na manhã do dia 02 de março no auditório da Reitoria. no campus central, em Natal.

Felipe Pegado falará sobre o tema “Ouvindo com os olhos - o que a Neurociência nos revela sobre o cérebro que lê”. O pesquisador Felipe Pegado é vinculado à Universidade Católica de Leuven, da Bélgica, e tem publicação sobre questões de leitura, alfabetização e neuroimagem.

Na palestra será apresentado, de maneira simplificada, um pouco de alguma coisa que se sabe hoje sobre as bases cerebrais da leitura. Pesquisas utilizando neuroimagem funcional não-invasiva vêm tentando mostrar, no esforço da ótica técnica, como o cérebro humano se organiza para poder "ouvir com os olhos" (ler).

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Natal: Sinte-RN promove seminário internacional sobre Paulo Freire

O 3º Seminário Internacional Diálogos com Paulo Freire acontece no período de 25 a 27 de março no Campus Central do IFRN Natal, bairro do Tirol. O evento tem promoção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande Norte (SINTE/RN) com os apoios do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia (IFRN), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e da Universidade Federal do Semi-Árido (UFERSA). 

Paulo Freire
O Seminário tem como tema: “O pensamento político-pedagógico de Paulo Freire: diálogos com a educação no século XXI”. A meta é estabelecer uma crítica radical à educação instrumental, propondo uma educação humanizada e democrática, que contribua para a formação de sujeitos críticos e livres. 

Durante o evento, os participantes terão a oportunidade de refletir sobre questões diversas relacionadas ao sujeito, movimentos sociais e memória da Educação Popular, no ano em que se comemora os 50 anos dessa proposta educacional no Brasil.

Para participar do seminário como ouvinte, os interessados devem preencher a ficha de inscrição online, pagar a taxa de inscrição - que é de R$ 60 para associados do SINTE-RN e estudantes, e de R$ 120 para não associados - e enviar o comprovante por meio do blog do evento até o dia 14 de março.

As vagas estão sendo disponibilizadas para professores da educação básica, gestores educacionais, professores universitários, pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação, integrantes de movimentos sociais e demais interessados na temática do evento.

No dia 28 de março, após o encerramento da programação, a organização do evento vai promover um encontro na UFERSA, no campus de Angicos, com ex-alunos de Paulo Freire, de 1963. Este encontro acontece desde a primeira edição do seminário. A programação completa e outras informações podem ser acessadas por meio do blog oficial do evento: “Seminário Paulo Freire”.

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Ufersa: Conselho universitário aprova voto igualitário para escolha de reitor

Reunião histórica muda peso do voto na Ufersa
Acaba-se a história de dois pesos e duas medidas para a escolha de reitor em uma das universidades federais sediadas no Rio Grande do Norte. Numa reunião histórica, o Conselho universitário da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) aprovou em reunião na tarde da quarta-feira (11), o voto paritário para consulta prévia para a eleição de reitor e vice-reitor. 

A aprovação, por 9 x 4, aconteceu após acirrada discussão entre os que defendiam o avanço para uma escolha democrática e os que reacionavam em defesa da conservação de diferentes categorias de eleitores no contexto universitário. calorosa discussão durante toda a manha Três conselheiros se abstiveram do voto. 

“A reunião de hoje representou mais um avanço para universidade que trata de forma mais democrática possível, a consulta a comunidade universitária para a indicação de reitor e vice-reitor”, afirmou o professor José de Arimatea de Matos, reitor da Ufersa.

Numa disputada ainda mais acirrada pela manhã da quarta (11) foi mantida a proposta de no mínimo três anos de vínculo com a instituição para o candidato ao cargo de reitor. Alguns conselheiros sugeriram aumentar o prazo para 10 anos, mas a proposta foi rejeitada por 10 x 09. Com a paridade, já na próxima eleição, prevista para 2016, o voto dos professores, servidores técnicos administrativos e estudantes passam a ter o mesmo peso, ou seja, 33,3%. Antes, voto dos professores equivaleria a 70% e os outros 30%, divididos entre os servidores (15%) e os estudantes (A reunião história aconteceu no campus da Ufersa em Mossoró. Com a decisão do Conselho universitário, a Ufersa passa a ser a 38ª, entre as 57 universidades federais do país, a adotar o voto paritário para eleição de reitor. Os Institutos Federais também já aderiram peso igual entre os três segmentos.

Para o representante do DCE (Diretório Central de Estudantes), o aluno de agronomia, Igor Mendonça, a aprovação do voto paritário representa a democratização dos espaços universitários. “Se não há um peso igual para todos os segmentos, deparamos com uma desproporcionalidade, a paridade não se trata de uma disputa de categorias, mas um avanço para a democratização da universidade”, concluiu o representante do DCE.

Educação do RN: Programa atua junto ao Bolsa Família para garantir escolaridade de crianças e jovens

Reunião do Bolsa Família na Educação
A Educação do RN atua junto ao Programa Bolsa Família para garantir a escolaridade de crianças e jovens de famílias de baixa renda nos 167 municípios do Estado. O objetivo é o cumprimento das condicionalidades do Programa Bolsa Família na área educacional que visam à inclusão com a necessária capacitação educacional para o exercício da cidadania plena e a emancipação social dos jovens estudantes.

O programa Bolsa Família na Educação acompanha as matrículas de crianças e jovens de 6 a 17 anos de famílias inscritas no Bolsa Família; a permanência mínima de 85% de frequência na Escola para as crianças de 6 a 15 anos; e a frequência mínima de 75% na Escola para jovens de 16 a 17 anos (jovens atendidos pelo Benefício Variável Jovem – BVJ, projeto que faz parte do Bolsa Família).

O acompanhamento de frequência é feito mensalmente através de coordenadores municipais. Segundo dados do Censo 2014, o total de alunos de todas as redes do Estado, na faixa etária de 6 a 17 anos, foi de 877.431 estudantes, desse 45,80% eram beneficiados pelo Programa Bolsa Família.

“Com o advento do programa Bolsa Família, a presença do aluno das comunidades mais vulneráveis na Escola tem aumentado significativamente. O Rio Grande do Norte tem lançado no Sistema Presença do Ministério da Educação 95% de frequência dos alunos beneficiados nas diversas redes de ensino”, informa o coordenador estadual do Programa Bolsa Família na Educação, Josafá de Oliveira Rocha.

O programa tem gerado grandes avanços na efetiva presença dos alunos na Escola por conseguir juntar o benefício social ao benefício educacional. “Na medida em que o aluno necessita permanecer na Escola para manter o benefício social do Bolsa Família, também gera para a Escola a oportunidade de trabalhar junto a esse estudante a inclusão e o êxito escolar”, diz Josafá Rocha.

Curso de Especialização

Na perspectiva de trabalhar o êxito e a inclusão do aluno, o Ministério da Educação está em vias de realizar a especialização “Educação, Desigualdade Social e Pobreza”. O edital deverá ser lançado na última semana deste mês. Os municípios e pessoas interessadas devem acessar o site www.sedis.ufrn.br.

O curso é destinado inicialmente a secretários municipais de Educação, coordenadores municipais do Programa Bolsa Família e professores das diversas redes de ensino. O curso tem uma oferta de 400 vagas em sua primeira etapa.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Assembleia Legislativa do RN aprova reajuste salarial dos professores e especialistas em educação da rede estadual

O reajuste salarial de 13,01% para professores e especialistas em educação da rede estadual foi aprovado na Assembleia Legislativa, por unanimidade, na manhã desta quinta-feira (12).

A Lei aprovada contempla professores e especialistas em educação pertencentes ao quadro funcional do Magistério Público Estadual de acordo com a Lei Complementar Estadual n.º 322, de 11 de janeiro de 2006, cuja jornada de trabalho corresponda a 30 horas semanais. Os vencimentos de professores e especialistas em educação com jornada de trabalho diferente de 30 horas semanais serão calculados de forma proporcional, com base no valor da hora-aula.

O reajuste salarial, em atendimento ao piso nacional do magistério, será aplicado aos vencimentos dos servidores que atuam na direção, administração, professor, planejamento, inspeção, supervisão, orientação e coordenação.

Com a aprovação da Lei, os novos valores salariais de professores e especialistas em educação da rede estadual passam a vigorar, com efeito retroativo, a partir de 1º de janeiro de 2015.

“A aprovação por unanimidade de votos na Assembleia Legislativa é importante porque se soma a uma decisão de Governo que está cumprindo um encaminhamento de valorização dos profissionais, garantindo assim um dos aspectos importantes para os servidores que é a questão salarial”, afirmou o secretário da Educação do RN, professor Francisco das Chagas Fernandes.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Secretaria do Esporte do RN fará encontros regionais para planejamento de Calendário para 2015



Reunião preparatória do Fesmel
Secretaria do Esporte e do Lazer do RN prepara várias reuniões regionais dentro da articulação do Fórum Estadual dos Secretários e Gestores do Esporte (Fesmel). O secretário George Câmara irá promover reuniões nas 08 regiões do Estado no período de 3 a 6 de março. A pauta principal das reuniões é o planejamento do Calendário Esportivo do RN em 2015.

A decisão pelos encontros regionais do Fesmel aconteceu em reunião na sede da Secretaria do Esporte do RN (SEEL-RN), em Natal, ocorrida na manhã da terça-feira (10), com a presença de secretários municipais do Esporte de diversas cidades do Estado.

As reuniões por região também visam um planejamento para o Fórum Estadual de Secretários e Gestores Municipais do Esporte e do Lazer (Fesmel).

O titular do Esporte do RN, George Câmara, defende uma política de Estado com a universalização das oportunidades. Ressalta também a importância dos fóruns nacional e estadual como política pública.

“É no calendário que se consolida o Fórum, com o grande desafio da união entre a política e a técnica no planejamento e execução das atividades”, afirma o secretário George Câmara.

As reuniões regionais do Fesmel acontecem no dia 3 de março pela manhã no Alto Oeste, à tarde no Médio Oeste (Apodi); no dia 4 pela manhã no Seridó (Acari), à tarde no Trairi (Tangará); no dia 5 pela manhã no Ageste (Baía Formosa); no dia 6 pela manhã no Mato Grande (João Câmara), e à tarde no Vale do Açu/Região Central (Lajes).

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Educação do RN: Rede estadual inicia matrículas para alunos novatos nesta segunda-feira (9)

Central de Matrícula na SEEC (foto: Danilo Bezerra)
Por Danilo Bezerra


A Secretaria da Educação do RN abre, nesta segunda-feira (9), a última etapa do processo de matrículas 2015, destinada aos alunos novatos na rede estadual de ensino.

No período de 9 a 13 deste mês, os pais ou responsáveis dos estudantes devem acessar o Sistema Integrado de Gestão da Educação – SIGEduc, para realizar a inscrição do aluno e estes devem procurar as unidade de ensino para a devida confirmação da matrícula.

Para solicitar a matrícula é necessário acessar o sistema, preencher os dados do aluno e comparecer à escola portando documentos pessoais do aluno (RG e CPF), uma foto 3x4, comprovante de residência, histórico escolar, documentos pessoais dos responsáveis, e comprovante de solicitação de matrícula emitido pelo SIGEduc.

Não haverá processamento da matrícula. Os pais deverão ir à escola após a solicitação da inscrição no sistema, dentro de um prazo de três dias. Caso a vaga não seja confirmada dentro desse período, ela é cancelada e o responsável deve realizar uma nova inscrição.

Os estudantes que desejarem estudar em escolas específicas ou próximas a sua residência devem ficar atentos aos prazos, pois correm o risco de não conseguirem vaga na escola desejada devido à oferta disponível. As escolas estaduais Newton Braga, Ana Júlia Mousinho, Doutor Severiano e Ary Parreiras estão entre as mais disputadas na Grande Natal.

O estudante da rede municipal que pediu a  transferência e que não teve sua matrícula confirmada, deve solicitar a vaga como estudante novato e o estudante da rede estadual que pediu transferência e não confirmou a matrícula deve voltar à  escola em que estudou, no ano letivo de 2014, e pedir uma nova transferência.

A Secretaria de Educação conta com uma Central de Matrícula que funciona no órgão central, em Natal, de 8h às 17h, atendendo, diariamente, pais, gestores, estudantes que tenham qualquer tipo de dificuldade. A central também está disponível pelo telefone 3232-1315 e 3232-1333.

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Professora do Departamento de Química da UFRN assume presidência da Fapern

Professora Tereza Neuma de Castro Dantas
A professora Tereza Neuma de Castro Dantas é a nova diretora-presidente da Fapern (Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte). A nomeação de Tereza Neuma, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi publicada no Diário Oficial do Estado na quarta-feira (4).

Tereza Neuma de Castro Dantas tem graduação em Química e mestrado em Química Orgânica, pela Universidade Federal do Ceará, e doutorado Terceiro Ciclo e doutorado de Estado em Química, pelo Institut National Polythechnique de Toulouse, da França. É presidente do Conselho Regional de Química do Rio Grande do Norte e estava exercendo a coordenação executiva do Núcleo de Processamento Primário de Águas e Resíduos da UFRN.

"Um dos meus pontos principais será fazer com que a fundação seja um agente motivador da inovação, uma inovação que venha a contribuir no desenvolvimento do nosso estado, para isso as instituições de ensino serão fundamentais, pois elas são agentes de inovação científica", declarou Tereza Neuma.

A Fapern foi criada em 2003 com o objetivo de apoiar e fomentar a realização da pesquisa científica, tecnológica e a inovação para o desenvolvimento humano, social e econômico do Rio Grande do Norte. É vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, como pessoa jurídica de direito público, integrante da administração indireta. A Fundação é responsável por executar as políticas científica e tecnológica, no âmbito do Estado.

Educação do RN faz anúncio sóbrio do reajuste dos professores

A matéria governamental anunciando o reajuste salarial para os professores da rede estadual do RN deve ser vista também pela ótica do que as palavras indicam. 

Na matéria governamental, publicada na quarta-feira (4), não existem palavras como "aumento" e "concessão". Essas palavras dão lugar a outras bem mais equilibradas que apontam para uma condução de gestão mais voltada para os princípios de respeito à cidadania e de real valorização do profissional.

Sai de cena o burocratismo farofeiro, que  perdurou por quatro anos no governo do RN, que não se constrangia em alardear que a obrigação de pagar o piso salarial do magistério era "aumento" concedido pela "boa vontade" de gestores. 

A matéria governamental do anúncio do reajuste salarial de 13,01% deixa claro que a decisão atende à "obrigação, de abrangência nacional, através da lei federal nº 11.378, que valoriza os profissionais docentes e os especialistas em educação".

A própria decisão de anunciar o reajuste já é demonstrativo de valorização profissional dos educadores. Dizer que "reajuste" é "aumento", como o governo anterior se viciou em fazer, já embute uma arrogância que, ao invés de valorizar, deprecia uma categoria. 

As  palavras do titular da Educação do RN, Francisco das Chagas Fernandes, também apontam para uma postura cidadã e distante da fanfarronice: “A decisão (do reajuste) é muito importante porque o Governo está cumprindo um encaminhamento de valorização dos profissionais, garantindo assim um dos aspectos importantes para os servidores que é a questão salarial”.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Governo do RN encaminha à Assembleia Legislativa reajuste de 13,01% para os professores

Professores têm reajuste de 13,01%
O novo governo do RN inicia a gestão garantindo 13,01% de reajuste salarial para os professores e especialistas em Educação do quadro da rede estadual de ensino. A mensagem de reajuste seguiu para a Assembleia Legislativa na quarta-feira (4) como Lei Complementar. O reajuste concedido está de acordo com o piso salarial nacional do magistério.

O novo valor do vencimento básico será aplicado aos profissionais cuja jornada de trabalho dos respectivos titulares corresponda a 30 horas semanais nas áreas de direção, administração, professor, planejamento, inspeção, supervisão, orientação e coordenação.

Os vencimentos básicos dos cargos públicos de provimento efetivo de professor e de especialista de educação que excederem a jornada de 30 horas semanais terão os valores calculados de forma proporcional, com base no valor da hora-aula.

Com a lei complementar de reajuste salarial, o Governo do Estado e a Secretaria de Educação do RN atendem à obrigação, de abrangência nacional, através da lei federal nº 11.378, que valoriza os profissionais docentes e os especialistas em educação. A descrição das classes e níveis seguem em anexo.


Segundo o governador Robinson Faria, os reajustes para o Magistério confirmam que “a qualidade no ensino e a valorização dos servidores da educação são uma meta do nosso Governo, e estamos dando uma prova disso com apenas um mês após iniciarmos nossa gestão. Estamos cumprindo, mais uma vez, o nosso compromisso, e reiterando o que declarei à Assembleia Legislativa, na mensagem anual, quando afirmei que a contenção de gastos não atingiria os pilares da sociedade, que são saúde, educação e segurança pública”, afirmou.

Para o secretário de Estado da Educação, Francisco das Chagas Fernandes, a medida mostra compromisso do Governo com a valorização das categorias dos professores e especialistas da Educação. “A decisão é muito importante porque o Governo está cumprindo um encaminhamento de valorização dos profissionais, garantindo assim um dos aspectos importantes para os servidores que é a questão salarial”.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Colégio Atheneu comemora 181 anos com homenagens e programação cultural

Solenidade com números musicais
Colégio Atheneu Norte-Riograndense comemora 181 anos de existência com solenidade em suas dependências, no bairro de Petrópolis, em Natal, na tarde/noite de terça-feira (3).

A solenidade comemorativa teve programação organizada com participação do Grêmio Estudantil e Associação dos Ex-alunos, teve chá cultural, apresentações musicais e de danças, e homenagens a professores. O evento contou com grande presença de professores, alunos, ex-alunos, ex-professores e integrantes do quadro administrativo da escola, e do quarteto de cordas formado por alunos da instituição.O subsecretário de Educação do RN, Domingos Sávio de Oliveira, representando na solenidade o titular da pasta, Francisco das Chagas Fernandes, falou da importância do Atheneu para o ensino público do Estado.

O professor Domingos Sávio, que lecionou no Atheneu por seis anos, destacou o papel da comunidade escolar e dos ex-alunos na revitalização do tradicional e emblemático colégio do Estado. “A escola, que é patrimônio histórico-cultural do RN, após a reforma trará aos seus alunos e funcionários um ambiente moderno e aconchegante”, acrescentou Domingos.

O subsecretário informou também que os recursos para a instalação dos aparelhos de ar condicionado serão transferidos à escola, não comprometendo o inicio das aulas.

A diretora do Colégio, professora Tânia Maria, disse todo o esforço será feito para colocar o Colégio Atheneu como sendo centro de referência em educação.

O Colégio Atheneu Norte-Riograndense foi inaugurado em 3 de fevereiro de 1834, pelo então presidente da província, Basílio Quaresma Torreão, sendo a primeira escola da rede pública no país.

Ufersa integra pesquisa com plantio de uva para fabricação de vinho em Martins

Plantio de uva em Martins
Pesquisadores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) integram base de pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) destinada ao estudo do cultivo de uvas europeias para produção de vinhos finos em três estados da Região Nordeste. Na Bahia, a fruta está sendo estudada na cidade de Morro do Chapéu; em Pernambuco, na cidade de Garanhuns e, no Rio Grande do Norte, o território escolhido foi a cidade de Martins, 363 km de Natal.

Os três territórios estão localizados em regiões de microclima do Semiárido. Na cidade serrana de Martins a temperatura média é de 25º, oscilando a quedas de até 15º, o que naturalmente já destoa da temperatura rotineira do Semiárido. “Esse é justamente o desafio da Embrapa, estudar a viabilidade de cultivar essas uvas em regiões fora do seu espaço natural e ver a viabilidade de produzir vinhos aqui na nossa região”, informa o professor da Ufersa, Eudes de Almeida Cardoso.

A Ufersa recebeu as sementes de dez diferentes tipos de uvas comuns na Europa que estão sendo cultivadas em 1.500 metros quadrados. O experimento está previsto para durar seis anos devido à longa temporada necessária para a frutificação da planta. Essa jornada está dividida em três importantes etapas. A primeira delas aconteceu em setembro de 2014 com a primeira poda denominada de “Formação”.

O segundo momento está previsto para março de 2015, quando o plantio receberá a segunda poda, destinada a “Frutificação”. O pesquisador Django Jesus Dantas, também da Ufersa, explica que a uva é uma fruta cujo processo entre o plantio e a retirada do fruto é lento. “A gente está trabalhando com a possibilidade de mantermos o ritmo de uma colheita por ano”, data ele.

Depois de colhidas, as uvas são encaminhadas para o quadro da Embrapa que dará continuidade com a análise da qualidade, produtividade e a possibilidade de serem usadas na região para a produção de vinhos artesanais. “A pesquisa tem uma relevância científica e também social. Isso porque o estudo com essa finalidade é pioneiro, dada as condições climáticas necessárias para a sobrevivência da uva e o clima da nossa região”, diz o professor Eudes.

O pesquisador Django de Jesus complementa que, se confirmada a possibilidade, o experimento irá ser um fomentador de turismo e economia para as três regiões. “As regiões de climas amenos são atrativos turístico, sobretudo por degustadores de vinhos. A Embrapa trabalha para que eles comecem a produzir, na própria cidade, vinhos artesanais como mais um atrativo no turístico”.

Entre as categorias mais conhecidas de uvas, a pesquisa trabalha com a Cabernet Sauvignon, Merlot Noir, Petit Verdot e Malbec para a fabricação de vinhos branco e tinto. Além de responsável pelas sementes plantadas nos viveiros, a Embrapa também é a responsável pela articulação do projeto nos três Estado, por meio da pesquisadora Patrícia Coelho.

Na Ufersa, os dois profissionais mencionados acima coordenam o estudo que ainda com a participação de 5 estudantes colaboradores no experimento com monografias, teses e dissertações em projetos financiados pela Capes e Iniciação Científica.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Educação do RN inicia período da confirmação de matrículas por transferência escolar

Matrícula é através do SIGEduc
Por Danilo Bezerra

A Secretaria de Educação do RN inicia nesta segunda-feira (2) a etapa do calendário de matrículas destinada aos estudantes que solicitaram transferência da rede municipal para a rede estadual. As instituições da rede estadual de ensino estão recebendo os pais dos estudantes que realizaram a solicitação de transferência da rede municipal e a transferência automática para escolas estaduais para a efetivação da matrícula. Com a devida documentação, os pais terão até a sexta-feira (6) para realizarem o procedimento de transferência.

Nessa nova fase, os pais devem ir à escola portando cópias dos documentos pessoais do aluno (RG e CPF), comprovante de residência, histórico escolar, documentos pessoais dos responsáveis, foto 3x4 e comprovante de solicitação de matrícula emitido pelo SIGEduc. “É importante que os pais apresentem toda essa documentação, caso contrário a vaga não é confirmada e o estudante pode não estudar na escola desejada no ato da matrícula”, explicou Ana Paula Oliveira Flor, coordenadora da Central de Matrícula e do SIGEduc.

Na próxima segunda (9), começa a última etapa das matrículas, que é destinada aos alunos novatos. Os pais e responsáveis que desejam matricular seus filhos devem acessar o SIGEduc e solicitar a vaga na escola desejada. A etapa é igual as demais: após a solicitação de matrículas, na semana seguinte ao pedido, o responsável deve apresentar à escola toda a documentação informada no ato da matrícula. Ao final do processo, a Secretaria de Educação terá ofertado mais de 353 mil vagas para o ano letivo de 2015 em todas as regiões do RN.

Iniciada em novembro do ano passado, as Matrículas 2015 entram em sua penúltima fase. Os alunos com necessidades educacionais especiais foram os primeiros a concluir o processo de matrícula, seguido pela renovação dos estudantes que permanecerão na mesma escola e transferências de alunos para escolas dentro da rede estadual. Todas as fases seguiram o mesmo procedimento: o responsável pelo aluno preenchia dos dados do estudante no SIGEduc, submetia o pedido de matrícula pelo sistema e na semana seguinte confirmava, junto a escola, os dados escolares.