domingo, 29 de março de 2015

Estudantes de escolas estaduais do RN têm participação histórica na Feira de Ciências da USP

Escolas estaduais do RN participam da Febrace da USP 
Matéria com informações do blog da 12ª Direc/Mossoró

O Rio Grande do Norte tem recorde de conquistas na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia 2015, considerada a maior do gênero na América do Sul. 16 trabalhos de iniciação científica de estudantes potiguares estiveram entre os melhores do país. A tarde da sexta-feira (20), momento da premiação do grande evento científico da USP (Universidade de São Paulo), teve por 16 vezes estudantes de escolas potiguares subindo ao palco para serem premiados. 12 desses trabalhos premiados pertencem a estudantes e professores de escolas estaduais e os 04 restantes a alunos e professores do IFRN (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia) de Natal, Pau dos Ferros e João Câmara. 

As escolas estaduais conquistaram quatro quartos lugares (biológicas, humanas e dois em engenharia) e um primeiro lugar (sociais), e mais prêmios de diversas instituições internacionais e nacionais. 

A primeira credencial internacional foi conquistada pelos chamados “meninos da rádio” da Escola Estadual Walfredo Gurgel, de Antonio Martins. Com o projeto científico “Reciclagem eletrônica: montando um mini transmissor de rádio móvel com sucatas eletrônicas”, os estudantes Francisco José de Mesquita Silva e José Jalísson da Silva Souza, com orientação de Humbertina Lúcio da Silva, foram um dos maiores destaques de toda a Febrace e conquistaram a cobiçada credencial “International Sustainable World Project Olympiad que garante participação dos estudantes e do projeto potiguar no grande evento I-SWEEP (International Sustainable World Project Olympiad), em maio de 2016, na cidade de Houston, Texas, nos Estados Unidos. Participação custeada em hospedagem, refeições e traslado para o evento e para passeios. 

O projeto dos “meninos da rádio”, da Escola Estadual Walfredo Gurgel, de Antonio Martins, também alcançou o 1º lugar na Febrace em Ciências Sociais Aplicadas. Por esse primeiro lugar os estudantes receberam medalhas, certificados digitais, troféu e tablet. O projeto também foi o vitorioso nos prêmios “Destaque Unidades da Federação” e “Revista Inciência”. 

O projeto “Diminuição da poluição do ar por meio de um purificador de ar ecológico”, do estudante Kevyn Danuway Oliveira Alves, da Escola Estadual 11 de Agosto, de Umarizal, com orientação do professor José Everton Pinheiro Monteiro, ganhou certificado do American Meteorological Society. 

A estudante Kainara Mayere Silva Paiva, da Escola Estadual Francisco de Assis Pinheiro, de Itaú, conquistou o certificado da Association for Women Geoscientists, pelo projeto “Lixo: problemas e desafios no município de Itaú-RN”. 

O projeto “Estudo termoxidativo de biodieseis de gordura anima e tratamento do efluente de purificação por eletroflocução” dos estudantes da Escola Estadual Abel Freire Coelho, de Mossoró – Nayonara Yasmin Alves da Silva, Jessica Loemy da Rocha Saldanha, com orientação de Vasco de Lima Pinto, e co-orientação de Hudny Costa do Vale – conquistou o certificado e medalha da Yale Science and Engineering Association. 

Os estudantes da Escola Estadual 11 de Agosto, de Umarizal – Ianna Mirelly Dantas da Costa, Maria Clara de Oliveira Silva e Luara Rochely de Morais Dantas, com orientação de José Everton Pinheiro Monteiro, conquistaram o 4º lugar em Engenharia e o Prêmio Instituto 3M com o projeto “Destilação de águas cinza, negras e salobras por aquecimento solar utilizando lentes convergentes”. 

O projeto “A eficácia dos produtos biodegradáveis a partir do óleo de coco (Nucifera) no combate às bactérias” dos estudantes da Escola Estadual Rui Barbosa, de Tibau, Guilherme Fernandes Genésio da Silva, Perteson David Batista Cruz, com orientação de Ieda Herculana Felipe dos Santos, e coorientação de Bárbara Monique de Freitas Vasconcelos, foi o 4º colocado na grande Febrace e ganhou o Prêmio Sociedade Barsileira de Microbiologia – SBM. 

Também da Escola Estadual Rui Barbosa, de Tibau, o projeto “O entretenimento juvenil no município de Tibau-RN: uma questão para refletir”, de autoria dos estudantes Ana Caroline da Silva Tramotina, José Henrique Santana da Silva e Raiane Stefanni de Souza Moura, com orientação de Victor Silva do Carmo, conquistou o 4º lugar em Ciências Humanas e ganhou o Prêmio Edusp (Editora Universidade de São Paulo. 

Os estudantes da Escola Estadual Aída Ramalho Cortez Pereira, de Mossoró, Bárbara Amorim Rodrigues, Ana Leonísia Jedene Nogueira Cabral e Luana Carla Pereira da Silva, com orientação de Francisco Pereira Dantas, conquistaram o 4º lugar em Engenharia na grande Febrace. 

O Rio Grande do Norte desponta nesse evento de grande concorrência pelo talento de seus alunos e professores e devido a uma iniciativa, que busca avançar no rumo da iniciação científica, conduzida pela parceria da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido) e Secretaria da Educação do RN. Desde 2012, o Estado tem participado da Febrace, sempre com número crescente de trabalhos envolvendo estudantes e professores de escolas estaduais de vários municípios. 

Antecede a ida à Febrace, feiras de ciências regionais congregando dezenas de projetos de iniciação científica. Nessas feiras, os trabalhos científicos desenvolvidos, em várias áreas do conhecimento, por alunos e professores de escolas estaduais, são selecionados para representarem o Rio Grande do Norte no grande evento da Febrace, em São Paulo. No ano de 2014, as feiras de ciências regionais e estadual tiveram mais de 350 trabalhos inscritos envolvendo cerca de 100 escolas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário