sábado, 26 de dezembro de 2015

Aluno de escola municipal de Cruzeta ganha medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática

O estudante Marlon Natan Baracho de Oliveira, da Escola Municipal Cônego Ambrósio Silva, de Cruzeta, RN, é medalhista de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática no ano de 2015. A Escola Cônego Ambrósio Silva inscreveu alunos no Nível 1 da Olimpíada, que compreende 6º e 7º ano do Ensino Fundamental, e no Nível 2, que compreende o 8º e o 9º ano.

Marlon Natan Baracho
Aluno do 7º ano, Marlon Natan, 13 anos, foi inscrito no Nível 1. Fez a primeira prova da Olimpíada Brasileira de Matemática no mês de junho na própria escola, sendo classificado entre os 12 melhores do Nível 1. No mês de setembro fez a segunda fase, com um grau de dificuldade mais elevado, obtendo resultado de alto desempenho e se tornando o único medalhista de ouro em seu nível do Rio Grande do Norte no certame nacional.

Marlon Natan Baracho se prepara agora para viajar ao Rio de Janeiro para a cerimônia de premiação nacional da Olimpíada Brasileira de Matemática, marcada inicialmente para o mês de julho de 2016.

“A Olimpíada de Matemática é uma grande oportunidade para aprofundar os estudos na área de matemática e, consequentemente, ampliar as possibilidades no ENEM e garantir um futuro melhor”, afirma Marlon Natan Baracho.

A preparação de Marlon, que tem um forte componente de interesse próprio, contou com o reforço necessário oferecido pela própria Escola. “Na sexta feira, a professora de matemática (Maria da Guia Soares de Araújo) reunia os alunos para resolver provas dos anos anteriores e estudar o banco de questões, e eu revisava em casa quando precisava ou surgia alguma dúvida”, relata.

A cidade de Cruzeta participou ativamente da Olimpíada Nacional de Matemática (Obmep). O município teve 06 medalhistas, sendo 02 de ouro, 01 de prata e 03 de bronze, e mais 08 menções honrosas.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Educação do RN: Programa Jovem Senador tem cerimônia local de premiação

A jovem senadora Ingrid Caroline (foto: Thalita Freitas)
Por Danilo Bezerra

Em evento organizado pela Secretaria da Educação do RN, o Programa Jovem Senador 2015 premiou os vencedores do certame em nível estadual. A solenidade aconteceu no Auditório Angélica Moura, da Secretaria da Educação, no Centro Administrativo do Governo do Estado, em Natal.

Foram premiados os 16 estudantes, um por Diretoria Regional de Educação e Cultura (Direc), contemplando todas as regiões do Rio Grande do Norte. Cada estudante vencedor recebeu da Secretaria da Educação um tablet. Os premiados são vencedores, no âmbito das regiões do RN, do 8º Concurso de Redação do Senado Federal. O concurso faz parte do Programa Jovem Senador.

Ao todo, mais de 7 mil alunos participaram do concurso de redação enviando seus textos para as diversas avaliações feitas até a escolha da melhor redação. O texto vencedor foi da aluna Ingrid Caroline Silva Alves, da Escola Estadual Terezinha Caroline de Souza, localizada em Jaçanã. Os três melhores textos receberam também comendas de honra ao mérito

Pela classificação, Ingrid Caroline assumiu a cadeira de Jovem Senadora no Congresso Nacional. No mês de novembro, a estudante tomou posse e passou uma semana exercendo o cargo na Capital Federal onde, por votação dos demais jovens senadores, assumiu a presidência da comissão de Educação do Senado Federal.

“É uma experiência que mudou minha visão sobre a política. Nós podemos mudar nossa comunidade por ações articuladas com a sociedade. Eu vivi isso em Brasília”, declarou a jovem senadora Ingrid.

O segundo lugar ficou com o estudante Francisco Gomes da Silva, da Escola Estadual Profª Herondina Caldas (Serra Caiada) e o terceiro com Hiago Marcelo Arruda Felix, aluno da Escola Estadual Capitão Mor Galvão (Currais Novos).

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Medo do Mosquito: UFRN faz debate sobre vírus zika e casos de microcefalia no RN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) faz reunião para debater sobre a transmissão do vírus zika e casos de microcefalia no Rio Grande do Norte. A reunião, liderada pelo Pró-Reitoria de Extensão, acontece no Anfiteatro A do Centro de Ciências Exatas e da Terra, no campus central da UFRN, nesta terça-feira (8), às 14h.

Presenças confirmadas de autoridades das áreas sanitária e de saúde, e de professores pesquisadores das UFRN.

O evento é aberto à participação da comunidade e tem o  objetivo de esclarecer sobre o vírus Zika e os casos de microcefalia no Estado, dando ênfase ao mosquito transmissor do mal, o Aedes Aegypti, o mesmo que propaga a dengue, e que costuma ser abundante no Rio Grande do Norte em época de verão.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Ufersa coloca em funcionamento sistema próprio gerador de energia solar

Sistema fotovoltaico na Ufersa
A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) faz instalação do primeiro Sistema de Microgeração Solar Fotovoltaica contectada à sua rede elétrica.

A nova estrutura geradora de energia  solar é resultado de pesquisa própria desenvolvida pelo Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Comunicação e Automação da Ufersa. 

O projeto foi idealizado e executado com a liderança da  professora Fabiana Varella, dentro do Programa Pró-equipamentos da CAPES.

O sistema de microgeração de energia solar fotovoltaica (SFCR) de kW, está conectado ao sistema distribuição de energia elétrica da Cosern, e foi instalado no Centro Integrado de Inovação Tecnológica do Semiárido (CITEd), localizado no Campus Leste da Ufersa Mossoró.

A professora explica que a planta fotovoltaica possui como principais equipamentos quatorze (14) módulos fotovoltaicos, responsáveis por converter a energia solar em energia elétrica contínua (CC); um inversor, com o objetivo de converter a energia elétrica de corrente contínua para corrente alternada (CA); quadro de comando e proteção; e o sistema de medição bidirecional.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

RN: Projeto "Gaiolas Literárias" de escola estadual de Pium une consciência ambiental e leitura

Professores explicam projeto (foto: Thalita Freitas)

Por Danilo Bezerra

Escola localizada em Pium, comunidade pertencente ao município de Parnamirim, vem combatendo a prática predatória comum da localidade por meio dos livros: provocando a discussão contra a captura de aves, os professores e alunos da Escola Estadual Maria de Araújo estão transformando gaiolas,antes usadas para prender passarinhos, em bibliotecas ambulantes.

O projeto interdisciplinar que vem movimentando a comunidade da Escola Maria de Araújo foi criado pelos professores Natanael Avelino (biologia) e Ana Leopoldina (língua portuguesa). Tudo começou quando notaram que muitos de seus alunos tinham o costume de caçar pássaros para vender ou criar em cativeiro. Natanael passou a mostrar aos estudantes os danos provocados com a captura de aves ao meio ambiente. “Tínhamos que mostrar para eles que usar gaiolas para prender os pássaros era abusivo à natureza”, explicou o professor.

Os dois professores pediram que os alunos trouxessem gaiolas, que eram utilizadas para prender as aves, para serem trabalhadas e transformadas em mini-bibliotecas. “Pegamos fitas, fizemos adaptações e arrumamos os livros: as gaiolas foram feitas para serem espalhadas pela cidade, agora não mais com passarinhos, mas com livros”, lembra a professora Ana Leopoldina.

O projeto Gaiolas Literárias teve seu alcance expandido com o envolvimento de toda a comunidade: mães de alunos passaram a participar mais das atividades da escola, artesãos locais ofereceram oficinas de montagem de brinquedos com material reciclável. Com o novo projeto, os professores também viram aumentar a produção textual de seus alunos, tendo no meio ambiente a fonte de inspiração.

A Escola Estadual Maria de Araújo conta com sete salas de aula do ensino fundamental, 520 alunos. O projeto é desenvolvido com alunos do 5º e 6º anos. “Os alunos dessas turmas têm maior facilidade em desenvolver o gosto pela leitura”, explicou Leopoldina.

As gaiolas serão espalhadas em toda a comunidade de Pium para sensibilizar os moradores. “Queremos que cada pessoa que conheça o projeto se sensibilize e perceba que a verdadeira liberdade está nos livros. Querendo soltar cada pássaro e libertar os leitores que está dentro de cada um de nós”, conta Edilson Paula de Souza, coordenador pedagógico da escola.

Reconhecimento nacional

O projeto da Escola Escola Estadual Maria de Araújo concorreu com outros 419 ao prêmio Desafios Criativos da Escola. Cinco escolas foram escolhidas para representar as diversidades das atividades que são desenvolvidas no Brasil. O Gaiolas Literárias ficou entre as escolhidas.

As cinco escolas selecionadas se encontrarão em São Paulo, entre os dias 8 e 11 de dezembro, para uma experiência de inovação e criatividade liderada pela equipe do Mesa&Cadeira e serão homenageadas em um evento realizado no Itaú Cultural, marcado para o dia 11.

"Eles vão receber uma missão muito especial e juntos teremos dois dias para cumpri-la. No evento de premiação, todos vão conhecer o que foi criado nesses dois dias", explica Carolina Pasquali, organizadora do prêmio.

Os educadores responsáveis pelos grupos vão receber R$ 1 mil para fazer um curso à sua escolha. Cada escola também receberá R$ 2 mil para celebrar a conquista com toda a comunidade escolar. O Desafios Criativos da Escola é um prêmio organizado pelo Instituto Alana.

Jerns 2015 realiza Premiação do Atleta Ouro em Natal

Premiação feita no Ginásio do DED

Por Thalita Freitas

Solenidade de premiação dos Atletas e Técnicos Ouro dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (Jerns), edição 2015, é realizada no Ginásio de Esportes Professor Marcelo Carvalho (DED), no bairro de Candelária, em Natal. O evento aconteceu na noite da segunda-feira (30) com a presença do subsecretário do subsecretário da Educação do RN, Domingos Sávio de Oliveira, representando na ocasião o secretário Francisco das Chagas Fernandes.

No evento, foram premiados os 120 melhores atletas da competição, juntamente com seus técnicos.

A edição 2015 dos Jerns contou com a participação de 810 escolas das redes particulares, estaduais e municipais, representando um total de 49 mil atletas em todas as regiões do Estado englobando as fases regionais disputadas no interior e na capital.

As modalidades disputadas este ano foram atletismo, badminton, basquetebol, capoeira, ciclismo, futebol, futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica aeróbica, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, handebol de areia, judô, karatê, luta olímpica, nado sincronizado, natação, surf, taekwondo, tênis de mesa, voleibol de duplas, voleibol indoor e xadrez.

Participaram do evento, o professor Gileno Souto, coordenador de desporto na SEEC; George Câmara, secretário do Esporte e do Lazer do Estado; João Pessoa, presidente do Conselho Estadual de Desporto; Divaneide Basílio, secretária da Juventude do RN; professor Márcio Edson, representando as Escolas Públicas; Major Vilela, do Comando da Polícia Militar do Estado.