terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Mossoró: Poço profundo da Ufersa terá importância para realização de pesquisas agrárias

O poço profundo instalado nas terras da Fazenda Experimental da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), na cidade de Mossoró, será importante para o desenvolvimento de pesquisas agrárias, algumas já em andamento, que estão sendo realizadas pela instituição.

O poço, inaugurado no final de novembro último, representa investimentos da Ufersa da ordem de R$ 2,3 milhões, e tem captação de água a uma profundidade de 860 metros. Sua vazão é de 82 metros cúbicos de água por hora, podendo chegar até a 100 metros cúbicos por hora, dependendo da potência da bomba d'água empregada. 

Poço profundo da Ufersa para captação de água
A fazenda experimental da Ufersa tem atualmente 5 hectares de plantação irrigada. A previsão é de que já nos meses iniciais deste ano de 2016 essa área venha a aumentar para 32 hectares.

Além da entrega do novo poço, a Ufersa oficializou a concessão de uso de um outro poço já existente na fazenda para a Prefeitura de Mossoró. O Termo de Concessão, assinado pelo reitor e pelo prefeito Francisco José Júnior, dá ao município o direito de captar a água do poço antigo da Ufersa para atender as famílias das comunidades ao redor da fazenda. A universidade construiu casa de bomba, montou reservatório de 20 mil litros e instalou cercas. Em contrapartida, a prefeitura terá a missão de pagar a energia elétrica e cuidar da manutenção do espaço. Uma despesa de cerca de R$ 15 mil por mês.

O antigo poço tem uma profundidade de 769 metros e uma vazão de 38 metros cúbicos de água por hora. Água potável agora de uso exclusivo para o consumo dos moradores da região. O poço beneficia 3 mil pessoas de 9 comunidade e de 1 assentamento rural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário