sexta-feira, 29 de abril de 2016

Educação do RN: Domingos Sávio de Oliveira pede desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT) em caráter irrevogável

Domingos Sávio mantém lealdade à Educação do RN
O secretário-adjunto da Educação e atual responsável pela pasta, professor Domingos Sávio de Oliveira, solicita desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT) em caráter irrevogável em carta encaminhada na manhã desta sexta-feira (29) ao presidente da legenda, Eraldo Paiva.

Domingos Sávio está na gestão da Secretaria da Educação do RN desde o início da administração liderada por Francisco das Chagas Fernandes dentro do governo de Robinson Faria. Com a crise gerada por posições partidárias em nível nacional, o Partido dos Trabalhadores do RN decidiu romper com o governo Robinson Faria, levando, consequentemente, seu militante Francisco das Chagas Fernandes a pedir exoneração do cargo de secretário da Educação.

Com a saída de Chagas Fernandes, Domingos Sávio de Oliveira, naquele momento ocupando o cargo de subsecretário, foi escolhido pelo governador Robinson Faria para ser o responsável pela pasta da Educação do RN.

Consciente de sua responsabilidade dentro da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura como servidor do quadro efetivo, da necessidade de manutenção dos avanços obtidos na atual gestão para a normalidade da rede estadual de escolas, Domingos Sávio de Oliveira deixa o Partido dos Trabalhadores e se mantém coerente com as responsabilidades que lhe foram confiadas pelo Governo do Rio Grande do Norte. "Nessa senda, ao meu sentir entendo que os interesses coletivos pelos quais milito, dentro do universo educacional, devem prevalecer sobre quaisquer outros interesses", escreve Domingos.

Com essa atitude de caráter ético e político, o professor Domingos Sávio de Oliveira dá evidente sinal da manutenção do comprometimento com a Educação Estadual e com o governo liderado por Robinson Faria.

Como subsecretário, e agora com gestor da Educação na condição de secretário-adjunto, Domingos Sávio de Oliveira tem despontado pelo seu dinamismo, sua capacidade em buscar soluções para problemas e desafios, e por sua abertura permanente ao diálogo e ao entendimento.

Carta de Domingos Sávio


Jornalista mossoroense recebe título de embaixador da Divine Academia de Artes, Letras e Cultura

Jean Custo na diplomação no Copacabana Palace
O jornalista mossoroense Jean Custo recebeu o título de embaixador da Divine Academia de Artes, Letras e Cultura, em cerimônia realizada na segunda-feira (25) nas dependências do Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

O evento contou com a presença do vice-presidente da Divine Academia, cantor Martinho da Vila, embaixadores da entidade, artistas, escritores e jornalistas. A Divine Academia Francesa de Artes Letras e Cultura, foi fundada em 25 de Outubro de 1995, sendo presidida pela jornalista Divani Pavesi. 

Academia ocupa um lugar privilegiado com seu papel de cidadania em todo o mundo, destacando a defesa da paz, cultura, educação e fraternidade em suas atividades culturais e humanitárias. Tem também relevância no estímulo e promoção da cultura brasileira na França e da cultura francesa no Brasil.

O mossoroense Jean Custo é um entusiasta da cultura e da arte com atuação mais destacada no cenário cinematográfico.

terça-feira, 26 de abril de 2016

Nova gestão da Educação faz reunião sobre Plano de Cargos e Salários com presença do Sinte-RN

Reunião evidencia manutenção do diálogo com o Sinte-RN
(Foto: Danilo Bezerra) 
Por Danilo Bezerra

O professor Domingos  Sávio de Oliveira, novo gestor da Educação, participa de reunião sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCR) com efetiva participação dos representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (Sinte-RN). A reunião aconteceu na tarde desta terça-feira (26) nas dependências da Secretaria da Educação do RN, no Centro Administrativo do Governo do Estado, em Natal.
A pauta da reunião foi focada no debate sobre o aperfeiçoamento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários. Na oportunidade, o novo gestor da Educação do RN chamou a atenção para a manutenção da política de diálogo aberto com a categoria dos professores e afirmou que a discussão do Plano é o caminho para assegurar condições melhores para os servidores da Rede Estadual de Educação.
Estiveram presentes a reunião os coordenadores do Sinte-RN, Fátima Cardoso e José Teixeira, e a professora Vera Messias , e coordenadores e subcoordenadores da Secretaria da Educação do RN. 

Alunos de escola estadual de Antonio Martins participam de Feira de Ciências em Houston (EUA)

Estudantes e professor viajam para Houston
Os estudantes José Jalisson da Silva e Francisco José de Mesquita, da Escola Estadual Walfredo Gurgel, localizada em Antonio Martins, participam de Feira de Ciências e Tecnologia na cidade de Houston, no estado americano do Texas.

Os dois estudantes foram selecionados na Feira Brasileira de Ciência e Engenharia da USP (Universidade de São Paulo), edição 2015, pela apresentação de um projeto de caráter científico que fez um rádio transmissor de FM utilizando apenas peças recicláveis com um custo estimado de apenas 1 dólar.

José Jalisson e Francisco José de Mesquita seguem nesta terça-feira (27) para os Estados Unidos com passagens pagas pelo Governo do Rio Grande do Norte. Os estudantes terão a companhia, na viagem e no evento em Houston, do pró-reitor de extensão e cultura da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido)

Dentro da programação da feira, os dois alunos serão presenteados com uma visita a agência aeroespacial norte-americana, NASA , que é sediada em Houston. "É uma grande vitoria representar o nosso país em um congresso cientifico internacional nos Estados Unidos" disse Jose Jalisson.

Macau que não existe mais...

Por Tadeu Oliveira

A casa onde eu morava não existe mais, só há um pouco de lembrança e algum resto de esperança de um lugar que faz parte de Macau, região salineira do Rio Grande do Norte.

Minha casa ficava antes da “Rua da Frente”, rua sem nome, antes de qualquer sinalização urbana, que funcionava como ponto de apoio de quem partia ou chegava à cidade.

Era um lugar de apoio para alguns sem tetos, sem destinos, que aos pouco, com permissão sei lá de quem, se encontravam e se abrigavam por lá.

Foto mostra a usina na entrada da cidade
Eu vivia junto de mais sete famílias, dentro de uma antiga usina sem divisórias, muros e privacidade. Um recanto distante de escola, mas, no qual, existia possibilidade de aprendizagem, trabalho e expectativa por melhorias.

Dos tapumes das janelas de minha casa, olhava o horizonte do encontro do rio com o mar, sem maldade e agressão a natureza.

Admirava as grandes embarcações que conduziam sal ao porto e gostava da euforia dos pescadores em pequenos barcos que navegavam entre o rio e o mar.

Minha casa não contava com porta na frente nem aos fundos. Ao lado, carros velhos enferrujados reportavam um passado empreendedor, gerador de emprego, que ao longo do tempo ficou pra trás, não existe mais.

Para chegar aos fundos da casa, eu tinha que pular resto de embarcações para ter acesso ao quintal. Quintal sem plantações, sem flores e sem brinquedos infantis, mas com bastante vento, espumas de sal e recanto de esconde-esconde.

Para chegar ao banheiro de minha casa, caminhava num improvisado trapiche em direção a beira do rio. O banheiro era feito de tábuas lascadas e brechas de todos os lados.

O belo do banheiro com vistas para o mar era que as brechas das tábuas propiciavam a oportunidade de admirar a boca da barra em dia de maré alta e noite de lua cheia.

Recordo que não sabia definir bem a diferença entre sal e a malacacheta, e que tinha que percorrer alguns quilômetros do centro da cidade para chegar a minha casa. Nunca esqueci que minha sandália tipo “japonesa” de tiras vermelhas era abotoada com um prego. Toda vez que pisava no sal ou na malacacheta havia atrito e o prego despregava, e meus pés iam ao chão e sangravam... No meio do branco do sal corria o vermelho do sangue e o choro de uma criança nada feliz numa infância que buscava atalhos para o adulto.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

UFRN: Diretor do Instituto do Cérebro é eleito membro da Academia de Ciências da América Latina

Sidarta Ribeiro
Pauta: Tadeu Oliveira

O neurocientista Sidarta Ribeiro, diretor do Instituto do Cérebro (ICe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é eleito membro da Academia de Ciências da América Latina (ACAL).

Os critérios que levaram Sidarta Ribeiro a ACAL foram a produção científica de alto nível e a realização de ações para o progresso da ciência e a integração humana.

O neurocientista tem realizado descobertas a respeito da consolidação da memória durante o sono e fundou o Instituto do Cérebro da UFRN, centro de pesquisa que tem atraído cientistas de várias partes do mundo.

A ACAL está sediada em Caracas (Venezuela) e foi fundada em 1983 para promover o desenvolvimento da matemática, da física, da química, e das ciências da vida e da terra. Atualmente, tem 222 membros latinos e correspondentes dos Estados Unidos, da Alemanha e da França.

UFRN: Diálogo Pedagógico chama a atenção por pauta centrada na formação do leitor

Ana Maria de Sá Carvalho
A formação do leitor e as práticas desenvolvidas em bibliotecas estarão na pauta central do evento Diálogo Pedagógico que será realizado nesta quinta-feira (28), a partir das 10h45, no Auditório Central da Biblioteca Zila Mamede, campus central da UFRN.

O Diálogo tem a mediação das professoras Ana Maria de Sá Carvalho, da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Marly Amarilha, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O evento faz parte do 2º Encotro Nacional de Pesquisas e Práticas em Educação (2º Enappe), promovido pelo Centro de Educação da UFRN, com o objetivo de socializar estudos, pesquisas, experiências e práticas educativas da Educação Básica e do Ensino Superior.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Domingos Sávio de Oliveira assume a pasta da Educação do RN substituindo o exonerado Chagas Fernandes

Domingos Sávio em reunião com estudantes na SEEC
O Ato assinado pelo governador Robinson Faria, publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (20) torna o professor Domingos Sávio de Oliveira responsável pela Secretaria da Educação do Rio Grande do Norte. O subsecretário da Educação, Domingos Sávio, que já era considerado pelo Governo e pela comunidade escolar do Estado como secretário de fato, passa agora a ser também o gestor da pasta de direito.

O professor Domingos Sávio de Oliveira, formado em Geografia, com mestrado em Sociologia, é funcionário do quadro permanente do Estado e lotado na Secretaria da Educação do RN. Com DNA totalmente voltado para as coisas da Educação do RN, Domingos Sávio se posiciona como uma opção de caráter técnico para a execução de um projeto educacional que tenha realmente a liderança do Governo do Estado.

Desde as primeiras semanas da atual administração, a postura do subsecretário Domingos Sávio no esforço para a resolução de problemas que surgem a todo o momento em uma rede de 634 escolas espalhadas por todas as regiões do Estado, indicava para o Governo  um empenho que não era visto no titular da pasta, Francisco das Chagas Fernandes, mais preocupado em não se queimar, se mantendo invisível, do que em defender a gestão da qual fazia parte.

O Governo do RN entende que a saída esperada de Francisco das Chagas Fernandes abre a oportunidade para quem já atuava como responsável pela pasta da Educação ser agora o gestor de direito.

Com apoio de 10 em cada 10 servidores da Secretaria da Educação do RN e contando com a simpatia de lideranças políticas do mais variado leque de partidos, e reconhecidamente uma pessoa aberta ao diálogo, Domingos Sávio de Oliveira é o educador com o perfil mais adequado para conduzir os destinos da pasta que comanda o ensino público estadual.

sábado, 9 de abril de 2016

Ufersa: estudantes de escolas estaduais são destaque em feira de ciências da USP

Estudantes do RN se destacam na Febrace 
O vitorioso programa Ciências para Todos no Semiárido Potiguar da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido) conquistou expressivas vitórias na Feira Brasileira de Ciências e Engenharias (Febrace) da Universidade de São Paulo (USP), maior evento do gênero no país.
O evento, ocorrido nas dependências da USP, em São Paulo, no período de 15 a 17 de março, concedeu importantes prêmios a projetos científicos de estudantes e professores de escolas estaduais do Rio Grande do Norte.

Entre os prêmios de grande relevância do evento está o conquistado pelo estudante Kevyn Danuway Oliveira Alves, da Escola Estadual 11 de Agosto, de Umarizal, que foi selecionado com credenciamento para apresentar seu projeto na Intel ISEF - Feira Internacional de Ciências e Engenharia, na cidade de Phoenix, no Arizona, Estados Unidos. Kevyn irá apresentar em Phoenix o projeto de pesquisa sobre o uso do extrato da semente, da  folha e da casca da fruta do conde (Annona squamosa) no  combate ao  Aedes aegypti e ao Cryptotermes brevis. Seu trabalho teve a orientação dos professores Bruno Bezerra de Sousa e José Everton Pinheiro Monteiro.

Para o vice-coordenador do programa Ciência Para Todos no Semiárido Potiguar, o professor Felipe Ribeiro, os prêmios da Febrace estimulam o desenvolvimento da pesquisa e da ciência no sertão do Rio Grande do Norte. “A Febrace é uma esperança em meio a tanto caos. Uma esperança de que somente pela educação de qualidade e de verdade transformaremos cada um de nós e, consequentemente, nossa nação para melhor. Esses jovens estudantes e seus professores orientadores voltaram transformados, assim como temos trazidos outros nos últimos cinco anos. Esses jovens serão vetores dessa revolução que temos iniciado no semiárido potiguar”, destacou Felipe.

Além do prêmio de Kevyn, os  participantes do projeto científico do Rio Grande do Norte, liderado pela Ufersa, conquistaram também o de Professor Destaque - Victor Silva do Carmo (Escola Estadual Rui Barbosa, em Tibau); 1º lugar Votação Popular: projeto do Aerogerador Portátil, de Joel do Amaral Gurgel Neto, Ítalo Vinícius de  Oliveira Santos, e Wyslley Douglas Alves Paiva (Escola Estadual Lourenço Gurgel, em Caraúbas); Prêmio Contribuição em Tecnologia Assistiva CNRTA e Prêmio Agência USP de Inovação - Tradutor de Libras: uma mão na educação, de Gilliard Gleizer de Souza, Maria Beatriz Silveira, Laura Dyane de Lima Caetano e Erismar Rodrigues da Silva.

O prêmio Credencial Mostratec, Novo Hamburgo/RS, foi concedido ao projeto de Estudo de retardação da oxidação lipídica do biodiesel de sebo bovino através de antioxidantes naturais a partir da casca da batata (solanum tuberosum), de Naryonara Yasmin Alves da Silva e Vasco de Limpa Pinto (orientador) e Romário Felipe da Fonseca (coorientador), da Escola Estadual Professor Abel Freire Coelho, em Mossoró.

A iniciativa liderada pela Ufersa conquistou também o 4º lugar de Ciências Exatas e da Terra com o projeto do Limoneo das cascas das frutas da família rutácea como produtor de gás natural II, de Aparecida Joziani Silva Fonseca, Daniel Fernandes de Oliveira,  Erismar Lopes da Silva e Ivana Verciane Vieira da Silva (orientadora) e Rosa Fhânia Alves Ferreira (coorientadora), da Escola Estadual Governador Walfredo Gurgel, em Antônio Martins. O 4º lugar Ciências Humanas com o projeto "Entretenimento no município de Tibau/RN: uma reflexão sobre a juventude e a terceira idade", de Ana Caroline da Silva Tramontina, José Henrique Santana da Silva, Raiana Steffani de Souza Moura e Victor Silva do Carmo (orientador) e Ieda Herculana Felipe dos Santos (coorientador), da Escola  Estadual Rui Barbosa, em  Tibau.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Parlamento Jovem Brasileiro: inscrições estão abertas até o dia 10 de junho

O Parlamento Jovem Brasileiro, edição 2016, tem inscrições abertas até o dia 10 de junho. Podem participar alunos do ensino médio ou técnico de escolas públicas e particulares de todo o Brasil, com idade entre 16 e 22 anos. O Parlamento Jovem Brasileiro é um programa da Câmara dos Deputados que leva jovens estudantes a viverem a experiência de uma jornada parlamentar.

A edição deste ano será realizada de 26 a 30 de setembro, nas dependências do Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento (Cefor), e nos plenários de comissões e no plenário Ulysses Guimarães, na Câmara Federal.

Os interessados têm que estar matriculados no 2º ou 3º ano do ensino médio ou no 2º, 3º ou 4º ano do ensino técnico, na modalidade integrada ao ensino médio. Devem enviar suas fichas de inscrições e toda a documentação necessária à Secretaria de Educação do seu estado.

O estudante interessado em participar deve elaborar um projeto de lei de sua autoria propondo mudanças para melhorar a realidade do país. O tema é livre, mas deve ter impacto nacional.

O programa também tem o objetivo de estimular nas escolas a discussão de temas como política, cidadania e participação popular.

Encontro dos Coordenadores Estaduais

A primeira etapa do programa foi o encontro dos coordenadores estaduais, que ocorreu na segunda (21/3) e na terça-feira (22/3), no auditório do Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara Federal, em Brasília. Os coordenadores são servidores designados pelas Secretarias de Educação responsáveis por conduzir as ações de divulgação do PJB nos estados, assim como coordenar a pré-seleção dos projetos.

Durante a realização do PJB, eles acompanham em tempo integral os estudantes de cada estado, sendo responsáveis por sua disciplina e pela manutenção da ordem durante todo o período de permanência dos parlamentares jovens em Brasília.

78 projetos serão selecionados na edição deste ano. O número de representantes jovens por estado e no Distrito Federal é feita de maneira proporcional, como nas eleições oficiais.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Secretaria da Educação do RN divulga calendário dos Jerns 2016

Jerns mobilizam estudantes em todo o RN.
Por Jorge Ivan Barbosa

A Secretaria da Educação do RN faz a divulgação do calendário dos Jerns 2016 (Jogos Escolares do Rio Grande do Norte), considerados o maior evento do gênero em todo o país. Os Jerns reúne atletas de escolas estaduais, municipais, federais e particulares de ensino.

A primeira regional da etapa classificatória acontece na região do Seridó, na cidade de Currais Novos, com competições programadas para o período de 25 de junho a 1º de julho. A regional tem a participação das escolas dos municípios jurisdicionados a 13ª Direc (13ª Diretoria Regional de Educação e de Cultura): Currais Novos, Cerro Corá, Lagoa Nova, São Vicente, Acari, Carnaúba dos Dantas, Parelhas, Equador, Santana do Seridó, Cruzeta, Florânia e Tenente Laurentino Cruz.

A etapa classificatória prossegue com a regional de Caicó, que acontece no período de 07 a 15 de julho; regional de Nova Cruz, de 12 a 20 de julho; regionais de Umarizal, Apodi e João Câmara, com competições no período de 15 a 22 de julho.

A regional de Mossoró tem as competições no período de 18 a 30 de julho; a de Macau acontece no período de 21 a 28 de julho; a de São Paulo do Potengi, com jogos no período de 24 a 31 de julho; a de Santa Cruz no período de 25 a 02 de agosto; a de Pau dos Ferros, com jogos no período de 26 de julho a 04 de agosto; a de Parnamirim com competições no período de 29 de julho a 07 de agosto; e a de Assu, que ocorre no período de 1º a 07 de agosto.

Ao todo, serão realizadas 14 regionais classificatórias dos Jerns, incluindo o jogos de Natal nas modalidades de futsal, futebol de areia e futebol society. Os Jerns são uma realização do Governo do Estado através da Coordenadoria de Desportos (Codesp) da Secretaria da Educação e da Cultura.