sexta-feira, 29 de abril de 2016

Educação do RN: Domingos Sávio de Oliveira pede desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT) em caráter irrevogável

Domingos Sávio mantém lealdade à Educação do RN
O secretário-adjunto da Educação e atual responsável pela pasta, professor Domingos Sávio de Oliveira, solicita desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT) em caráter irrevogável em carta encaminhada na manhã desta sexta-feira (29) ao presidente da legenda, Eraldo Paiva.

Domingos Sávio está na gestão da Secretaria da Educação do RN desde o início da administração liderada por Francisco das Chagas Fernandes dentro do governo de Robinson Faria. Com a crise gerada por posições partidárias em nível nacional, o Partido dos Trabalhadores do RN decidiu romper com o governo Robinson Faria, levando, consequentemente, seu militante Francisco das Chagas Fernandes a pedir exoneração do cargo de secretário da Educação.

Com a saída de Chagas Fernandes, Domingos Sávio de Oliveira, naquele momento ocupando o cargo de subsecretário, foi escolhido pelo governador Robinson Faria para ser o responsável pela pasta da Educação do RN.

Consciente de sua responsabilidade dentro da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura como servidor do quadro efetivo, da necessidade de manutenção dos avanços obtidos na atual gestão para a normalidade da rede estadual de escolas, Domingos Sávio de Oliveira deixa o Partido dos Trabalhadores e se mantém coerente com as responsabilidades que lhe foram confiadas pelo Governo do Rio Grande do Norte. "Nessa senda, ao meu sentir entendo que os interesses coletivos pelos quais milito, dentro do universo educacional, devem prevalecer sobre quaisquer outros interesses", escreve Domingos.

Com essa atitude de caráter ético e político, o professor Domingos Sávio de Oliveira dá evidente sinal da manutenção do comprometimento com a Educação Estadual e com o governo liderado por Robinson Faria.

Como subsecretário, e agora com gestor da Educação na condição de secretário-adjunto, Domingos Sávio de Oliveira tem despontado pelo seu dinamismo, sua capacidade em buscar soluções para problemas e desafios, e por sua abertura permanente ao diálogo e ao entendimento.

Carta de Domingos Sávio


Nenhum comentário:

Postar um comentário