sábado, 9 de abril de 2016

Ufersa: estudantes de escolas estaduais são destaque em feira de ciências da USP

Estudantes do RN se destacam na Febrace 
O vitorioso programa Ciências para Todos no Semiárido Potiguar da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido) conquistou expressivas vitórias na Feira Brasileira de Ciências e Engenharias (Febrace) da Universidade de São Paulo (USP), maior evento do gênero no país.
O evento, ocorrido nas dependências da USP, em São Paulo, no período de 15 a 17 de março, concedeu importantes prêmios a projetos científicos de estudantes e professores de escolas estaduais do Rio Grande do Norte.

Entre os prêmios de grande relevância do evento está o conquistado pelo estudante Kevyn Danuway Oliveira Alves, da Escola Estadual 11 de Agosto, de Umarizal, que foi selecionado com credenciamento para apresentar seu projeto na Intel ISEF - Feira Internacional de Ciências e Engenharia, na cidade de Phoenix, no Arizona, Estados Unidos. Kevyn irá apresentar em Phoenix o projeto de pesquisa sobre o uso do extrato da semente, da  folha e da casca da fruta do conde (Annona squamosa) no  combate ao  Aedes aegypti e ao Cryptotermes brevis. Seu trabalho teve a orientação dos professores Bruno Bezerra de Sousa e José Everton Pinheiro Monteiro.

Para o vice-coordenador do programa Ciência Para Todos no Semiárido Potiguar, o professor Felipe Ribeiro, os prêmios da Febrace estimulam o desenvolvimento da pesquisa e da ciência no sertão do Rio Grande do Norte. “A Febrace é uma esperança em meio a tanto caos. Uma esperança de que somente pela educação de qualidade e de verdade transformaremos cada um de nós e, consequentemente, nossa nação para melhor. Esses jovens estudantes e seus professores orientadores voltaram transformados, assim como temos trazidos outros nos últimos cinco anos. Esses jovens serão vetores dessa revolução que temos iniciado no semiárido potiguar”, destacou Felipe.

Além do prêmio de Kevyn, os  participantes do projeto científico do Rio Grande do Norte, liderado pela Ufersa, conquistaram também o de Professor Destaque - Victor Silva do Carmo (Escola Estadual Rui Barbosa, em Tibau); 1º lugar Votação Popular: projeto do Aerogerador Portátil, de Joel do Amaral Gurgel Neto, Ítalo Vinícius de  Oliveira Santos, e Wyslley Douglas Alves Paiva (Escola Estadual Lourenço Gurgel, em Caraúbas); Prêmio Contribuição em Tecnologia Assistiva CNRTA e Prêmio Agência USP de Inovação - Tradutor de Libras: uma mão na educação, de Gilliard Gleizer de Souza, Maria Beatriz Silveira, Laura Dyane de Lima Caetano e Erismar Rodrigues da Silva.

O prêmio Credencial Mostratec, Novo Hamburgo/RS, foi concedido ao projeto de Estudo de retardação da oxidação lipídica do biodiesel de sebo bovino através de antioxidantes naturais a partir da casca da batata (solanum tuberosum), de Naryonara Yasmin Alves da Silva e Vasco de Limpa Pinto (orientador) e Romário Felipe da Fonseca (coorientador), da Escola Estadual Professor Abel Freire Coelho, em Mossoró.

A iniciativa liderada pela Ufersa conquistou também o 4º lugar de Ciências Exatas e da Terra com o projeto do Limoneo das cascas das frutas da família rutácea como produtor de gás natural II, de Aparecida Joziani Silva Fonseca, Daniel Fernandes de Oliveira,  Erismar Lopes da Silva e Ivana Verciane Vieira da Silva (orientadora) e Rosa Fhânia Alves Ferreira (coorientadora), da Escola Estadual Governador Walfredo Gurgel, em Antônio Martins. O 4º lugar Ciências Humanas com o projeto "Entretenimento no município de Tibau/RN: uma reflexão sobre a juventude e a terceira idade", de Ana Caroline da Silva Tramontina, José Henrique Santana da Silva, Raiana Steffani de Souza Moura e Victor Silva do Carmo (orientador) e Ieda Herculana Felipe dos Santos (coorientador), da Escola  Estadual Rui Barbosa, em  Tibau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário