quarta-feira, 8 de junho de 2016

A terra de Macau: A “Casinha Branca” de Gilson Vieira chega a todas as regiões do Brasil

Por Tadeu Oliveira

Natural de Macau, o cantor e compositor Gilson Vieira da Silva, ou simplesmente Gilson, ficou conhecido em quase todo mundo com o sucesso da música “Casinha Branca”, que aconteceu apenas um ano depois do início de sua carreira no ano de 1979.

Gilson Vieira
Como vários outros de seus conterrâneos, Gilson alcançou o reconhecimento do grande público quando deixou sua terra natal e foi morar no Rio de Janeiro. Lá na terra dos cariocas o talento de compositor levou suas letras a fazerem parte de trilhas sonoras em diversas novelas da Rede Globo.

Na novela “Marron Glacê”, com “Casinha Branca” fazendo ibope, ele ficou mais de ano na parada de sucesso nas rádios do país. A casinha branca de Gilson cabia em todos os lares do Brasil e exterior, rádios e programas de emissoras de TVs.

A execução da música e vendagem superior a 500 mil cópias levou “Casinha Branca” a ser posteriormente gravada por outros artistas brasileiros como José Augusto, Fábio Júnior, Wando, Negrinho da Beija Flor, Negritude Júnior, Crystian e Ralf, Mauricio Mattar e tantos outros, conquistando disco de ouro e platina, e até a ser traduzida em inglês. Na caminhada do sucesso de Gilson, Roberto Carlos gravou uma música de sua autoria, “Um mais Um”. Em 1988, o cantor Peninha gravou a canção “Seu jeito de amar”.

Gilson conseguiu emplacar letras musicais nas trilhas de novelas como: Cabocla, Olhai os lírios do Campo, Plumas e Paetês, Ti ti ti, Indomada e a versão em inglês de Casinha Branca “Old Photografe”, por Jim Capaldi, na novela Brilhante também na Globo.

No período de 1982 e 1986, o macauense Gilson Vieira firmou-se como compositor, na voz de vários e consagrados intérpretes, como: Adriana, Ronnie Von, Trem da Alegria, Vanderléia, Rose Mary, Bozo, Jayne, Cátia, Conrado, Martinha, Vanusa, Renato e Seus Blue Caps, Carmen Silva, Rouxinol & Sabiá, Ovelha e Wando.

Em 1987 assinou o grande sucesso da cantora Adriana ("I Love You Baby") e de José Augusto ("Fim de Solidão"). Conrado chegou às paradas de sucesso com "Encontro Casual', e Wando gravou "Favo de Mel".

No ano de 1989, Gilson gravou "Nossa História de Amor", grande sucesso em todas as rádios do Brasil. Esta música também assinou o seu terceiro disco, que abriu caminho para novas gravações de suas obras, na voz de nomes de grande projeção na música popular. A cantora Adriana gravou "Tá Combinado Assim". O já falecido Emílio Santiago estourou nas paradas de sucesso no ano de 1990 com "Verdade Chinesa".

Macau não pode esquecer o nome de Gilson como grande cantor e compositor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário