sexta-feira, 1 de julho de 2016

Programa Jovem Senador mobiliza estudantes de escolas de Ensino Médio do RN

Estudantes no plenário do Senado Federal
Por Danilo Bezerra

O Concurso de Redação do Senado Federal, que chega a sua 9ª edição, consolida-se como um dos programas de participação cidadã e política com maior adesão de alunos na rede estadual de educação. Prova disso são os inúmeros textos produzidos por estudantes de todas as regiões do RN e das atividades relacionadas ao certame. O concurso faz parte do Programa Senado Jovem Brasileiro.

O tema desta edição faz referência ao ano olímpico que o Brasil vive: ‘Esporte: educação e inclusão’. O Senado Federal envia para as escolas todo o material de divulgação, dessa forma os professores podem trabalhar, em sala de aula, as temáticas ligadas ao tema do concurso. Isso serve de preparação para a escrita da redação.

Para mobilizar as escolas, a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura do RN, por meio da Subcoordenadoria de Ensino Médio, criou o projeto "Dia S". Entre os dias 4 a 8 de julho, estudantes das 284 escolas de ensino médio da rede pública estadual irão produzir redações dissertativa-argumentativa com base nas orientações dadas pelo material que o Senado Federal preparou para cada escola.

As instituições de ensino devem escolher um texto que representará a escola na próxima etapa do concurso que é a seletiva realizada pela diretoria regional de educação. Por sua vez, a diretoria formará uma banca para serem escolhidos três textos que representarão a regional na etapa estadual do concurso. Nessa etapa, as diretorias virão premiar, em solenidade, os estudantes autores dos melhores textos.

Vencidas as etapas locais e regionais, 48 textos serão examinados por uma banca composta por professores de língua portuguesa que escolherão os três melhores textos e estes representarão o Rio Grande do Norte na etapa estadual do concurso. As diretorias regionais de educação devem enviar os textos para a SEEC até o dia 19 de agosto. O Senado Federal é o órgão que escolherá o vencedor estadual e, por sua vez, esse estudante torna-se o Jovem Senador do RN.

O programa Jovem Senador é uma oportunidade para que os alunos da rede estadual de educação possam desenvolver suas habilidades estudantis, como lembra a professora Véra Reis, coordenadora estadual do programa: “O concurso permite ao jovem trabalhar sua argumentação crítica, como ele vê e sente a temática, e o insere no contexto de competências de leitura e escrita que é tão importante no momento escolar que vive, o ensino médio”, ressalta a coordenadora.

Durante os dias 28 de novembro a 2 de dezembro, 27 estudantes de todo o país tornam-se os jovens senadores da República, dando início aos trabalhos do Jovem Senador. No período, os estudantes vivenciarão, na prática, como são feitas as atividades legislativas, participarão de comissões da Casa Legislativa e discutirão no plenário do Senado leis criadas por eles e que poderão fazer parte do dia a dia de todos os brasileiros. “É uma experiência que mudou minha visão sobre a política. Nós podemos mudar nossa comunidade por ações articuladas com a sociedade. Eu vivi isso em Brasília”, destaca a estudante Ingrid Caroline, a jovem senadora do RN na edição 2015 do certame.

Após todo esse processo, no dia 13 de dezembro, o estudante-autor da melhor redação da sua diretoria regional de Educação será premiado com medalha, certificado e um tablet em cerimônia a ser realizada na Secretaria de Estado da Educação e da Cultura do RN. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário