domingo, 4 de dezembro de 2016

Natal: Aluno de escola estadual das Rocas representa RN em competição sul-americana de Luta Livre

Atleta vira referência na comunidade
Pauta Jorge Ivan Barbosa e Thalita Freitas

A dura realidade de um cotidiano de lutas por espaços e por um lugar ao sol em um bairro periférico de Natal, e a natural inquietação crítica típica da adolescência, estabeleciam para o jovem Matheus Lima dos Santos Belo, 15 anos, indicativos difíceis de serem superados. Morador do bairro das Rocas e estudante da tradicional Escola Estadual Café Filho, localizada em sua comunidade, Matheus conseguiu superar as adversidades naturais de seu contexto por meio do desporto escolar, da interação que o esporte vem permanentemente provando que é capaz de propiciar.

Matheus Lima, já destaque e referência em sua modalidade, vai representar agora no mês de dezembro, período de 10 a 18, o Rio Grande do Norte no Sul-Americano Escolar de Luta Livre, que acontece na cidade de Buenos Aires, Argentina. Matheus estará na competição de mais alto nível do desporto escolar da América do Sul, que reúne atletas de alto rendimento de vários países na faixa etária de 14 e 15 anos.

Colhe agora os frutos de uma opção de vida que privilegiou a Escola e o Esporte, e que o colocou dentro do treinamento das modalidades de luta, já aos 12 anos de idade, na época no Judô. O aluno considerado “brigão” por professores e pessoas da comunidade, trocava o esforço por um protagonismo inconsequente pelo aprendizado dos livros e das modalidades olímpicas de lutas.

Aos 14 anos, Matheus trocou o Judô pela Luta Olímpica, iniciando uma trajetória de conquistas que lhe renderam 04 medalhas em nível nacional, e 02 medalhas internacionais. Somam-se a esse grande desempenho, as seguidas vitórias em campeonatos locais. Este ano, por exemplo, Matheus foi tricampeão dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (Jerns).

O agora aluno responsável tem se tornado uma referência dentro de sua família e na comunidade. Na casa onde mora com a avó e seus 3 (três) irmãos, o mais novo já segue seu exemplo como um desportista do Atletismo.

Para Matheus o maior aprendizado que o esporte lhe trouxe está ligado a disciplina e o senso de justiça. Aprendizado que agora procura aplicar em sua vida, seja na escola, junto a sua família ou na comunidade.

O treinador Fernando Antônio (36), diz que sua maior alegria é poder acompanhar as mudanças dos jovens atletas que iniciam uma nova etapa de vida e projetam seus futuros a partir do esporte. A Luta Olímpica, uma modalidade que caiu no gosto de diversas comunidades no Rio Grande do Norte, conta com a participação de 30 alunos/atletas da Escola Estadual Café Filho, entre iniciantes e competidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário