segunda-feira, 27 de março de 2017

Natal: 1ª Jornada Potiguar de Leitura e Educação tem palestras de Roseana Murray e Marly Amarilha

Evento promovido pelo Projeto Casa das Palavras terá palestras da autora infantil carioca Rosena Murray e da autora e professora da UFRN, Marly Amarilha. A 1ª Jornada Potiguar de Leitura e Educação, destinada a professores da rede pública e privada, acontece durante todo o dia 7 de abril, no auditório da FIERN, em Natal.

Roseana Murray
A autora infantil Roseana Murray, que fala no período da tarde, publicou seu primeiro livro em 1980. Desde então, foram cerca de 60 títulos publicados para o público infantil. Murray é formada em Língua e Literatura Francesa, pela Universidade de Nancy. Em 2002, recebeu o Prêmio Academia Brasileira de Letras, com o livro Jardins, em parceira com Roger Mello. 


A professora Marly Amarilha, palestrante no período da manhã, é titular no programa de pós-graduação em Educação da UFRN, responsável direta pela introdução do ensino de Literatura no curso de Pedagogia. É graduada em Letras em Português e Inglês, e doutora pela University of London (Inglaterra), e é autora dos livros "Estão mortas as fadas?" e "Alice que não foi ao Páis das Maravilhas: educar para ler ficção na escola". 

Marly Amarilha
A Jornada também contará com a participação de três editoras do Rio Grande do Norte - a Comunique a CJA e a Jovens Escribas, que estarão com seus principais autores no evento em contato com os educadores. A expectativa dos organizadores é de que o evento promova o encontro de representantes de mais de 100 escolas da rede pública e particular estadual e municipal com mais de 15 autores. 

As inscrições para a Jornada são feitas mediante indicação de represantes das escolas convidadas. "Nosso objetivo é poder mostrar para os educadores das escolas públicas e privadas que existe boa produção editorial aqui no RN, e que não deixa nada a desejar entre o que existe de melhor no país, tanto em conteúdo, orientação didática, como também em qualidade gráfica", explica o coordenador do projeto Casa das Palavras, Rilder Medeiros. 

A Jornada também vai contar com a apresentação de grupos e artistas do estado, entre eles, o poeta e cordelista mossoroense Antonio Francisco e o grupo de teatro natalense "Facetas, Mutretas e Outras Histórias".

Outra participação confirmada é do representante da campanha mundial Two Sides, de valorização da comunicação impressa, Fábio Arruda Mortara, que realiza palestra sobre a sustentabilidade e confiabilidade da impressão gráfica de livros.

sábado, 18 de março de 2017

RN: Educação estadual tem forte presença na maior feira de ciências do Brasil

Estudantes do RN têm sempre presença na Febrace
Por Jorge Ivan Barbosa

A escola pública do Rio Grande do Norte tem forte presença na Feira de Ciências e Engenharia da USP (Febrace), maior evento do gênero no país, com 07 trabalhos produzidos por alunos norteriograndenses. A Febrace acontece no período de 20 a 24 deste mês, nas dependências da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), na capital do estado de São Paulo.

O Rio Grande do Norte estará representado na Febrace pelos projetos científicos elaborados por alunos da Escola estadual "Severiano Melo" (Severiano Melo), com o trabalho "A utilização do produto Bemisia S (óleo de algodão) nas plantas da região que são afetadas pela mosca branca"; da Escola Estadual "Silvestre Veras" (Espírito Santo do Oeste - Paraú), com o trabalho sobre "Avaliação da ação inseticida do extrato do velame (Cróton Heliotropifolius) no combate ao barbeiro; da Escola Estadual "Professor Hermógenes Nogueira da Costa" (Mossoró), com o trabalho "Embacaju: embalagem biodegradável produzida a partir do reaproveitamento da folha de caju".

Trabalho feito por estudantes da Escola Estadual "João Abreu" (Baraúna), com o projeto científico "Madeco Sabugosa: Madeiras ecológicas, provenientes da reuitilização do sabugo da palha do milho"; da Escola Estadual "11 de Agosto" (Umarizal), com o trabalho "Tapete de Segurança: uma alternativa para a prevenção de acidentes domésticos com crianças de 0 a 9 anos de idade"; da Escola Estadual "Aída Ramalho Cortez Pereira" (Mossoró), com o trabalho "The book its (Long time support): produção e aplicação de uma rede social educaciona como meio de ensino e aprendizagem"; e da Escola Estadual "Abel Coelho" (Mossoró), com o projeto científico "Propriedades do extrato glicólico feito à base da casca da planta do neem (Azadiracht indica)".

O avanço da presença do Rio Grande do Norte na feira de ciências da USP está relacionado com o projeto de iniciativa da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) de estímulo ao trabalho de pesquisa em escolas de ensino médio do semi-árido potiguar.

A Febrace se firma como um amplo movimento nacional de estímulo ao jovem cientista reunindo todo o ano na USP, desde 2003, projetos de várias partes do país.

domingo, 12 de março de 2017

Natal: Salesiano tem cursos de formação com professores da Finlândia

Pauta Tadeu Oliveira

O Colégio Salesiano prepara um curso de formação para seus docentes com a marca da qualidade de quem é referência mundial em Educação, a Finlândia. O curso de formação de docentes para o século XXI, que envolve os colégios Salesiano São José (Ribeira, Natal) e Dom Bosco (Nova Parnamirim, região metropolitana), acontece no período de 20 a 24 de março.

Com a presença de aproximadamente 80 educadores do complexo de educação Salesiano, envolvendo docentes do ensino infantil ao ensino médio, o curso será realizado nas dependências do Salesiano São José.

Feito em parceria com a Tampare University of Applied Sciences (TAMK) e Hänw University of Applied Sciences (HAMK), da Finlândia. A equipe de formadores tem a presença em Natal dos professores Irma Elina Kunnari e Juha Antti Tapio Lahtinen.

A Finlândia se notabiliza também por ter um dos currículos mais avançados do mundo. A educação finlandesa enfatiza a valorização do professor e os projeto interdisciplinares, e oferece em sala de aula as mais avançadas ferramentas digitais.