Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2018

Escolas estaduais são homenageadas em seminário de gestão educacional

Celebrando os bons resultados das escolas estaduais, a Secretaria de Educação do RN realizou, na noite de ontem (6), o II Seminário Destaque Gestão Educacional - Prêmio Gestão Escolar 2018. Dentro da programação do segundo dia da Jornada Pedagógica 2019, o evento reuniu professores, gestores, coordenadores e técnicos da SEEC e contou com a entrega de certificados de reconhecimento. A premiação ocorreu no auditório do hotel Holiday Inn, em Natal.  A secretária de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa, abriu o evento destacando que somente a participação da comunidade na escola permite o êxito pedagógico. “A escola que alcança o lugar de destaque conta com uma equipe engajada, uma liderança comprometida e pais presentes no cotidiano da educação do seu filho. Quando reúne essas características acontece o que estamos celebrando neste prêmio: a consagração de bons projetos pedagógicos”, declarou Santa Rosa. No total, foram premiadas 66 escolas estaduais. Com projetos que iam de

Avaliação medirá proficiência em língua portuguesa e matemática de alunos potiguares

Na próxima quinta-feira (22), a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC) vai realizar a 3ª edição o RN Aprende, avaliação que mede o desempenho dos alunos da rede estadual de ensino nas disciplinas de língua portuguesa e matemática. As provas serão aplicadas em 551 escolas, com cerca de 50 mil alunos do ensino fundamental e médio de toda a rede estadual de ensino.  “A realização desta avaliação é fundamental para o diagnóstico dos níveis de proficiência dos estudantes em Língua Portuguesa e Matemática, além de avaliar as condições de oferta do ensino nas escolas da rede estadual para subsidiar o planejamento estratégico/pedagógico da escola e a formulação e melhoria das políticas públicas para a educação do estado”, disse, a Secretária Adjunta de Educação, Mônica Guimarães. As provas serão aplicadas para turmas do ensino regular, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª ou 4ª séries do Ensino Médio e os estudantes deverão realizar as provas na escola e no turn

Sociólogo e gestor da Educação defende mudanças na reforma governista do ensino médio

Domingos defende mudanças na reforma do ensino médio O professor e sociólogo Domingos Sávio Oliveira, atual secretário da Educação de Macaíba, município da região metropolitana de Natal, defende que a Base Nacional Curricular (BNCC), que na quinta-feira (2) foi discutida em mais de 28 mil escolas públicas e particulares do país, envolvendo mais de 509 mil professores, precisa antes de tudo superar os gargalos criados pela Lei 13.415/2017, que instituiu a chamada “reforma do ensino médio”. “Tenho a certeza, assim como a maioria dos educadores brasileiros, que as discussões da BNCC são indissociáveis da reforma do ensino médio”, afirma. Domingos Sávio questiona a falta de diálogo para a instituição dessa lei que também cancelou a proposta para a BNCC do ensino médio. Essa lei, editada por medida provisória, isto é, sem uma maior discussão com a sociedade e com a comunidade educacional, diz Domingos, criou um verdadeiro retrocesso educacional no Brasil. “A reforma do ensino médio

Professor francês fala nos 40 anos do Programa de Pós-graduação em Educação da UFRN sobre História Pública

Chartier na UFRN e capa de uma obra de sua autoria  O Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) prossegue comemoração de seus 40 anos com aula inaugural do semestre do professor francês Roger Chartier. A aula de Roger Chartier teve como tema "História Pública e Democracia: o passado no presente" e aconteceu no auditório da Reitoria, no Campus Central da UFRN, em Natal, na manhã dessa quarta-feira (1º). O evento que despertou a atenção de docentes e alunos dos cursos de graduação e pós-graduação do Centro de Educação da UFRN também faz parte da programação dos 60 anos da própria universidade. Roger Chartier é historiador e pesquisa sobre a História do livro e da leitura.É Professor na Escola de Altos estudos em Ciências Sociais em Paris, França, e na Universidade de Pennsylvania, Estados Unidos. Entre seus livros publicados no Brasil estão "A história cultural entre práticas e representações"; "A ordem dos li

Inversão Sísmica: Professor da Inglaterra ministra curso na UFRN neste mês de julho

Professor Yanghua Wang O professor Yanghua Wang ministra curso sobre Inversão Sísmica na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) durante este mês de julho, com início nesta segunda-feira (9), às 14 horas, no Auditório do Departamento de Física Teórica e Exprimental, no Campus Central, em Natal. Yanghua Wang é diretor do Centro de Geofísica de Reservatórios de Petróleo no Imperial College de Londres, Inglaterra. O tema de seu curso, o Método da Inversão Sísmica, tem o objetivo de reconstruir um modelo de estruturas existentes abaixo da superfície da Terra a partir de medições sísmicas.  É um modelo que se faz representar quantitativamente por propriedades físicas que variam espacialmente, e é extraído dos dados sísmicos pela solução de um problema inverso. O curso de Yanghua Wang busca introduzir a teoria básica e as soluções de problemas inversos sempre em correspondência com os detalhes práticos relacionados com a inversão sísmica. O curso acontece no horário de 14h

Macaíba avança para ter sua primeira escola indígena

Domingos Sávio fala em debate sobre escola indígena (Foto: José Luiz) Por José Luiz Os índios Tapuia da comunidade do Tapará, em Macaíba, caminham a passos largos para terem em seu território a primeira escola pública indígena do município. As ações que estão sendo desenvolvidas tem à frente, pelo âmbito da Prefeitura de Macaíba, o secretário da Educação, sociólogo Domingos Sávio, e buscam avançar com qualidade social na política pública de resgate e valorização das tradições e da cultura dos índios, que são verdadeiramente ancestrais da terra, mas também são cidadãos brasileiros e macaibenses dos tempos atuais. A comunidade indígina de Tapará, já reconhecida pela Funai (Fundação Nacional do índio), encaminha agora junto a municipalidade macaibense lutas antigas por seus direitos básicos à saúde e a educação. O acesso a uma unidade de ensino diferenciada, intercultural, bilíngue/multilíngue e comunitária, é um direito dos povos nativos amparado pela Constituição Federal, LDB,

Livro de grupo de pesquisa de Arquitetura da UFRN trata das Secas, da Natureza e do território

Grupo de Pesquisa História da Cidade, do Território e do Urbanismo (HCUrb), do Departamento de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), lança o livro "Contra as Secas: Técnica, Natureza e Território". O lançamento acontece nesta quinta-feira (7), às 16h30, no Centro de Convivência da UFRN, em Natal. O livro é fruto de mais de 10 anos de trabalho de um dos importantes eixos de pesquisa do HCUrb e cruza campos temáticos da história urbana, da arquitetura, do urbanismo e da problemática das secas no Brasil. Capa do livro e convite para lançamento A obra versa sobre o grande desafio de abordar "as pesquisas e discussões sobre os ciclos de modernização urbana desde fins do século XIX quanto para as que tratam da construção das chamadas questões nacionais e da Cultura Técnica moderna no país". O Grupo de Pesquisa História da Cidade, do Território e do Urbanismo (HCUrb, Depto de Arquitetura, UFRN),a Cooperativa Cultural Universitária d

Apodi: Estudantes de escola estadual resgatam a memória do povo

Estudantes buscam resgatar cultura do povo A força das tradições do campo, o contato direto com a natureza, o rústico e o belo no Lajedo Soledade, o verde da Chapada, as crenças e as danças, os costumes de um povo que se mantém firme no presente buscando preservar seu passado, e já em preparação para seu futuro. Esse conjunto de fatores está mobilizando os estudantes da Escola Estadual Sebastião Gomes de Oliveira, localizada no rico e histórico município de Apodi, na região do Médio Oeste do Rio Grande do Norte. A partir de coleta de relatos de antigos moradores da zona rural do município, envolvendo depoimentos, captação de imagens e contatos com objetos, notas e documentos que remontam ao tempo passado, os estudantes do 7º e 9º ano do Ensino Fundamental avançam no resgate de tradições e costumes culturais que marcaram a viva do povo de sua terra. O objetivo do trabalho é montar o “Memorial da Gente” e a ação está se desenvolvendo no tradicional Distrito de Melancias, na zona rura

São João do Sabugi: Projeto de Leitura em escola estadual movimenta a comunidade e dá protagonismo aos estudantes

Estudantes escutam orientações sobre o projeto Projeto que reúne leitura e cidadania, desenvolvido pela Escola Estadual Senador José Bernardo, enseja protagonismo aos estudantes e movimenta a comunidade de São João do Sabugi, região Seridó do RN. O projeto pedagógico “Passaporte de Leitura para a Cidadania” já vem sendo executado pela Escola há três anos e agora em 2018 é dirigido as turmas de 3ª a 5ª séries do Ensino Fundamental. A abertura do projeto este ano aconteceu na manhã da sexta-feira (20), durante as comemorações da “Semana do Livro Infantil”, com apresentação dirigida aos pais dos alunos. As atividades propriamente ditas serão iniciadas no mês de maio e a culminância acontecerá em setembro dentro da programação do “Setembro Cidadão” na cidade de São João do Sabugi. A inovação este ano fica por conta da inclusão no projeto da “Cartilha Cidadania de A – Z”, desenvolvida pelo Programa Brasileiro de Educação Cidadã (Probec) em parceria com as famílias das crianças/estu

Intolerância: Professor da UFRN proíbe estudante de assistir à aula

A estudante discriminada e o professor Alípio Repercute em todo o país o fato ocorrido em sala de aula do setor II da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), na aula do curso de Ciências Sociais, na noite da terça-feira (6). O profesor Alípio Sousa Filho, mestre e doutor em Ciências Sociais pela Universidade de Paris René Descartes, proibiu a estudante Waleska Maria Lopes de assistir à sua aula porque ela se fazia acompanhar de sua filha de cinco anos de idade. Segundo o veterano doutor, a criança trazia prejuízo a sua aula tirando o foco da própria Waleska e de outros estudantes. Com o acontecido, o próprio curso de Ciências Sociais se encontra diante de um veemente contraditório, já que ele advoga o discurso de inclusivo. A estudante, proibida de assistir à aula da disciplina "Introdução à Sociologia" do mestre Alípio Sousa, relatou ter se sentido humilhada diante dos demais alunos. "Me senti muito mal. Minha filha perguntou se não podia assistir às m

Educadora analisa livro Programa Exame de Admissão

Maria das Graças Baracho e o livro Pauta: Tadeu Oliveira Matemática, Português, História e Geografia eram de fato os protagonistas do famoso livro "Programa de Exame de Admissão" que marcou a vida de milhões de brasileiros por décadas. Embora já parte de um passado que não tem como retornar, o livro é observado como consistente naquilo que se propunha a ser - um conjunto de conteúdos fundamentais para o exercício da prática ensino/aprendizagem nas escolas brasileiras envolvendo alunos e professores no período de transição entre o primário (hoje, primeiras séries do Fundamental) e o ginásio (hoje, últimas séries do Fundamental). A educadora Maria das Graças Baracho analisa o livro sob os aspectos do tempo no qual foi feito e do lugar no qual se inseriu. "O lugar e o tempo da produção de um livro são fundamentais para a compreensão do seu conteúdo",diz. No caso, não se considera uma análise do livro enquanto conteúdos apresentados, mas de sua proposta ped

Professora potiguar lança livro em Londres, Inglaterra

Professora Dorinha vai à Londres pela Literatura Por Aline Braga Há 33 anos convivendo em ambientes escolares, a professora Maria das Dores da Silva, ou apenas Dorinha, como prefere ser chamada, começou a se aventurar no mundo da literatura desde cedo. Ainda criança, apaixonou-se pelos livros e hoje chama a si mesma de contadora de histórias. Responsável pela biblioteca da Escola Estadual Josino Macedo, Dorinha, de 53 anos, escreve contos há mais de 22. Um deles agora a levará para outro continente. Em novembro de 2017, enquanto recebia o prêmio “Melhores Contistas 2017”, no “Festival de Contos” realizado pela Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas, Dorinha recebeu um convite para incluir um de seus contos no livro “Almanaque da Fauna Brasileira para Crianças”, que será lançado ainda este ano. A professora enviou o conto “O Jumento Brasileiro” e a história foi aceita. “Eles me convidaram para inscrever o conto, eu enviei e foi selecionado. Fiquei muito fe

Academia Norte-Riograndense de Literatura de Cordel empossa nova diretoria

Cordelista Antonia Mota Antonia Mota do Nascimento assume a presidência da Academia Norte-Riograndense de Literatura de Cordel em solenidade ocorrida no Teatro Cândinha Bezerra, na cidade de Santa Cruz, na noite do sábado passado (20). A experiente Antonia Mota tem pela frente o desafio de disseminar o cordel no Estado tendo como principal foco a presença da literatura popular no âmbito da escola. A Academia foi fundada em 2011 para aglutinar os poetas cordelistas do Rio Grande do Norte, presidida inicialmente pela poetista Rosa Regis, e atualmente pelo José Acaci que passa agora o bastão para Antonia Mota do Nascimento. Com Antonia Mota estão assumindo cargos na nova diretoria, os cordelistas Josenira Fraga de Holanda Brasil (vice-presidente), Rosa Ramos Regis da Silva (1º Tesoureiro), Tamires Macena da Silva (2º tesoureiro), Marciano Batista de Medeiros (1º secretário) e Francisco Martins Alves Neto (2º secretário). Na oportunidade, também foram empossados novos cord